Bobstore e o tropicalismo brasileiro, o colorido dos anos 80 e a construção de peças esportivas

 

Olá meninas!

 

Durante esta edição da São Paulo Fashion Week, a Bobstore apresentou a sua coleção de Primavera/Verão 2020. Pela primeira vez solo à frente da direção criativa da marca, André Boffano mergulhou no DNA sofisticado e acolhedor da label e trouxe um olhar contemporâneo para as peças voltadas à mulher que busca design e versatilidade.

 

 

O esportivo, em especial a estrutura de roupas de ski, foi a inspiração para detalhes, recortes e volumes nas roupas, muitos deles criados através de técnicas de moulage. Na composição da paleta de cores, a presença de tonalidades vivas e inusitadas são resultado de um minucioso estudo em roupas vintage de esportes de inverno. Tons cítricos, como o verde limão e o laranja, além de nuances de bege, verde, amarelo e azul permeiam a coleção.

 

 

 

O tricô, agora em versão estival, aparece mais leve e moderno, com mistura de pontos, texturas, cores e modelagem assimétrica em alguns modelos. A influência de artistas brasileiros, como Bruni Novelli e tatiana Clauzet, e suas obras ricas em elementos da natureza brasileira, foi refletida nas estampas que remetem à natureza, com destaque para a snake.

 

 

Em uma nova parceria com a designer Claudia Arbex, as bijux traduzem de forma contemporânea as principais apostas da coleção, criando formas orgânicas em metais e resinas. As bolsas trazem elementos esportivos com cores vivas, além de detalhes artesanais, que remetem à essência natural da Bobstore. Nos calçados o elástico é protagonista e oi trabalhado em formas e direções inusitadas, sempre misturado ao couro tingido nas cores da coleção.

 

Primeiro dia de desfiles do Minas Trend é marcado por otimismo e criatividade

Meninas, o Minas Trend começou! Não pudemos estar presentes mas vamos contando tudo por aqui para vocês!

 

E a estreia foi um luxo! Um futuro luminoso e oxigenado. Neste clima, a 24 edição do Minas Trend – que tem como tema “Em Dias de Sol” –começou ontem no Expominas, em Belo Horizonte, e trouxe desfiles coloridos e cheios de atitude.

Desfile Coletivo

Pela primeira vez em 10 anos, o Minas Trend apresentou um desfile aberto ao público, no saguão principal do pavilhão. Com trilha ao vivo da cantora JhêDelacroix, as modelos desfilaram em meio ao cenário lúdico, com atmosfera praia, criado pelo diretor-criativo do evento, Ronaldo Fraga. Os looksforam compostos com as apostas dos expositores para a próxima temporada em vestuário, bolsa e bijuterias numa atmosfera referente aos anos 1960.

Desfile Coletivo – Sebastião Jacinto Jr

 

Fátima Scofield

A vontade de explorar a brasilidade e a riqueza das florestas amazônicas, unidas ao desejo de reeditar os grandes sucessos da marca, deu vida a peças com modelagens inspiradas nos anos 50, como saias amplas e comprimento midi, e uma linha de alfaiataria formada por calças, blazers e trenchcoats. Tecidos estruturados como crepe e cetim, até mais fluidos como chiffon, foram a base dos shapes de cinturas bem marcadas com jogo de volumes que harmonizam uma silhueta sofisticada.

Para a cartela de cores tons de malva, lilás, pink cherry, vermelho camélia, amarelo canário, azul hortênsia, opala, verde jade e lima.

 

Desfile Fátima Scofield – Sebastião Jacinto Jr

 

TrendbijouxbySindijoias

O Sindicato de Pedras Preciosas, Relógios, Joias, Bijuterias e Folhados do Estado de Minas Gerais – SindijoiasAjomig -trouxe para a passarela a tendência em maxi peças, imprimindo muito atitude aos looks. Ao todo, quatro criadores – Lazara Design, Mariana Amaral, Atelier Chilaze e Hector Albertazzi – apresentaram trabalhos fortes e marcantes e apostaram no dourado, nas pedrarias e nas composições com pegadas étnicas.

TrendBijoux By Sindijoias – Sebastião Jacinto Jr

Fotos Passarela: Crédito: Fotosite

 

Skazi

Com clima de show, apresentação da banda Jota Quest e várias celebridades na fila A – entre elas os cantores Lulu Santos, Gusttavo Lima e influencer Thássia Naves – a marca voltou ao Minas Trend e mergulhou na história do surf e da surfista Isabel Lethan – primeira mulher a dropar ondas grandes – para criar seu verão 2020. A moda migra da praia para a cidade com peças amplas e confortáveis, em tecidos tecnológicos.

A paleta de cores vai do cítrico aos tons mais neutros como off White.

Skazi – Sebastião Jacinto Jr

 

O fundo do Mar e a Alta Costura – Preferidões!

Olá meninas!

Camadas de tecidos, brilhos e sofisticação. Reunimos aqui os nossos desfiles preferidos da Semana de Alta Costura de Paris, os que a gente acha que são mais que um desfile: são o trabalho de concepção junto com o poder criativo dos estilistas.

Iniciamos pela tsunami de cores proposta pela Maison Margiela, que, mestre em passarelas conceituais, apresentou a discussão entre o mundo real e o digital. As marcas Elie Saab e Zuhair Murad  se inspiraram no fantástico fundo do mar, em um show de brilho com criações perfeitas. A dupla Viktor&Rolf se inspirou nas legendas do instagram, enquanto Jean Paul Gaultier fez uma viagem à década de 80. Finalizando o dia,  Valentino chegou com suas criações supersized em muitas camadas de tecidos rendados e florais, ousado sem perder seu diferencial. Vem ver!

 

Maison Margiela ( @maisonmargiela ) Iniciou o terceiro dia de ações com um cenário repleto de cores vibrantes discutindo as imagens geradas pelo computador e sua consistência na realidade, resultando em um clima caótico e de inquietude. A marca é famosa pelos desfiles mais conceituais e marcantes, utilizando peças e tecidos que desafiava o público a decifrar o que era real e o que não era, típico do seu tema, como o meio digital.

 

Fonte: Fashionista

 

Elie Saab ( @eliesaabworld @eliesaabhautecouture ) Sem dúvidas, os vestidos mais elaborados e perfeitos, que celebravam a mulher e a magia de sua feminilidade. O tema exaltou as sereias luminosas e todo seu glamour refletidos em silhuetas sinuosas e lanteloujas prateadas azul-oceano. Assimetria, tules plissados, organza e tafetás com lindos bordados recriando os tradicionais vestidos de baile, sem perder a maestria. Perfect!

 

Foto:Runway

 

Jean Paul Gaultier ( @jpgaultierofficial ) A cor e o poder em uma viagem cheia de vida à década de 80 e à era ´toy boy´, repleta de listras azuis e brancas no padrão navy. Em uma viagem multicolorida, o artista apostou em peças estruturadas, camadas de tecidos, assimetria e ombros estruturados.

 

Fonte: WWD

 

Viktor&Rolf  ( @viktorandrolf  ) A gente sempre espera uma pitada de humor desta dupla. Depois de criações em formas camas da última temporada, foi a vez de vestidos supersized  de proporções extremas inspirados em legendas do Instagram e camisetas de lembranças (exemplos incluem “Get mean”, “Whatever” e “I am my own muse”). Este tipo de mensagem é facilmente encontrada nas mídias sociais em formas de hashtags, e foram transportados para os vestidos. Teve ainda frases como “Eu quero um mundo melhor” e o mais anti-social de todos (e que a gente amou!) “Desculpe, estou atrasado. Eu não queria vir.”.

Fonte: Vogue

 

Zuhair Murad ( @zuhairmuradofficial ) Sereias e criaturas do mar são fascinação universal, e mais um artista se inspirou nessas figuras para criar o seu show. Nas fantásticas terras subaquáticas, perfeitas para embalar qualquer verão, um toque moderno foi combinado a silhuetas inspiradas nos anos 80. Sem traduções muito literais, exceto por um vestido de tule de várias camadas incrustado com corais bordados, a coleção apresentou leveza e peças que evocam a sensação de ondulações na água. A paleta de cores estava encantadora, avançando para trás a partir de tons azul-preto inspirados na profundidade do oceano, passando por todos os tons de turquesa, aqua, rosa e coral, e prata no final. Majestoso!!!!

 

 

Fonte: Vogue

 

Valentino ( @maisonvalentino ) Volumes e mais volumes. Foi assim que a marca desfilou sua coleção nesta temporada. Em uma passarela repleta de cores harmônicas e muito floral, o tradicional que não acredita em costura modernista propôs uma coleção marcada pela leveza e singularidade. Foram vistos vestidos de mangas compridas, muitos babados, rendas claras em modelos emoldurados, na tentativa de uma a celebração de graça e beleza.

 

Fonte: Vogue

Beleza e pérolas no desfile da Balmain – vem se inspirar!

Olá meninas!

A Semana de Alta Costura de Paris terminou e, na real, a gente fica meio que pensando: “tá… tem umas coisas esquisitas que eu jamais usaria”. Sim! Moda de passarela é inspiração, é tendência pontuada no exagero, na dramaticidade ou no que mais passar pela cabeça do estilista.

O fato é que tem algumas marcas que realmente observamos com outros olhos. Primeiro porque conseguimos visualizar, como pessoas normais, a aplicabilidade daqueles conceitos numa vida real. E segundo porque eles conseguem, durante o espetáculo, criar uma atmosfera tão única e lúdica que nos conduzem numa viagem pelo conceito da marca, e nos marcam pela beleza e magia das formas e cores, ainda que não haja nenhuma condição de usar aquelas peças para ir comprar pão ou passear no shopping.

E foi o que aconteceu com o desfile da Balmain na última Semana de Alta Costura de Paris. A beleza me pegou e me prendeu nos looks do início ao fim. E fiquei super feliz porque foi o retorno da marca à alta costura depois 16 aos sem participar deste evento. Um desfile feminino e muito elegante, com uma passarela perolada (o que poderia ficar horrível, principalmente com relação à make das modelos, mas ficou maravilhoso!). Silhuetas sofisticadas que combinavam volume e delicadeza em uma estética sensível cheia de pequenos detalhes e muita personalidade. Futurismo fresh com peças pesadas, shapes estruturados, ombros pontiagudos, cinturas marcadas e muita exuberância.

Vem ver comigo!

 

 

As Cores invadiram a Semana de Alta Costura

Oi Meninas!

Mais um dia de Alta Costura, e nós continuamos compartilhando as melhores e mais incríveis sensações! Como tudo na vida, mudanças também chegaram à clássica Paris, e com isso podemos sentir as notórias atualizações em cada artista, mas claro, sem perder o glamour e o poder. Vamos lá?!

Chanel ( @chanelofficial ) O cenário já reservava grandes emoções, uma piscina neoclássica de pedra, com grandes palmeiras e pinheiros, sem dúvidas, impressionante!!! As criações estavam a altura do cenário do show, afinal, estamos falando de Chanel. Como sempre, o tailleur foi rei, e nesta edição, foram utilizadas saias alongadas, fendas laterais ou com lapelas invertidas e ombros decotados. Para completar, comprimentos acima dos joelhos e saiotes florais bem ao estilo Maria Antonieta dos tempos modernos.

Fotos: Fashion Network

Alexis Mabille ( @alexismabille  ) Em uma passarela rosa pink, o artista apresentou uma paleta de cores fortes, silhuetas definidas e padrões florais. O queridinho da estação não podia ficar de fora: o Neon chegou e fez sua passagem energética, deixando sua marca. Vestidos drapeados e plissados deram o tom de alta costura ao desfile, criando efeitos de movimento e luminosidade nas peças.

Fotos: Vogue

 

Stephane Rolland ( @stephanerolland_paris ) O artista se inspirou nos anos 20 e no clima artístico do pós Primeira Guerra Mundial para criar uma coleção que discutia a atual inexistência de espíritos livres. Segundo ele, atualmente as pessoas estão ligadas a tendências e bloggers, sem uma autonomia para compor produções individuais e com seu estilo. O branco e tons de nude dominaram a passarela, assim como o tule, plumas, mangas em balão e transparências. 

 

 Foto: WWD

 

Alexandre Vauthier  ( @alexandrevauthier ) O artista apresentou uma coleção que moderniza os códigos de alta costura, com linhas apertadas e sensuais, mas volumosas. Criações com Animal Print e muito brilho marcaram a passarela do artista, conhecido pelas formas precisas, detalhes e tecidos luxuosos. Essa temporada mostra mais uma vez, a parceria com do estilista com a Swarovski, que pela 14ª vez se juntaram em um trabalho glamouroso e criaram uma coleção com 358 mil cristais Swarovski.

Fotos: Fashion Network

 

Giorgio Armani ( @armani ) A coleção do lápis vermelho! Impactante! O red reinou e esteve presente desde as grandes criações aos mínimos detalhes – como sapato, delineado dos olhos, franjas. Peças marcadas e de caimento perfeito, a coleção apresentou um charme especial, transpondo o poder da mulher na cor que mais lhe representa.

Fotos: Fashion Network

 

Givenchy (@givenchyofficial ) Brilho metalizado, peças estruturadas, franjas, transparência e caimento fluido, além de renda, alfaiataria, plumas e plissados já anunciavam as trends da temporada. Aquele toque especial na silhueta, somado a caimentos fluidos e muitas franjas e vinil complementavam o poder de cada peça. Renda e alfaiataria também estiveram presentes, somados a plumas e plissados que misturam clássico e moderno em perfeita sintonia.

Fotos: Fashion Network

O incrível mundo dos sonhos! Confere aqui tudo sobre Semana da Alta Costura de Paris

Oi Meninas!

Nesta segunda-feira, dia 21 de janeiro, foi dada a largada para a temporada de alta costura de primavera/verão 2019, e nós estamos como?!  Apaixonadas!

A Haute Couture, como é chamada em francês,  não é a moda comercial, aquela nós seres humanos normais consumimos diariamente. Mas para profissionais do segmento, ela representa o clímax da criatividade e exuberância, unindo os mais perfeitos criadores, qualidade de materiais e trabalho minucioso, tudo produzido à base de riqueza de detalhes e alto rigor técnico, feitas à mão, sob medida e somente em Paris. Então, vamos desbravar o primeiro dia de show deste universo mágico disfarçado de vestidos, casacos ou itens de alfaiataria, geralmente usados em grandes eventos de gala e red carpets.

 

Schiaparelli (@schiaparelli ) Imagine o “Jardim do Éden em Marte” e os seus encantamentos… Este foi o clima que carregou florais que se declinavam em pétalas de seda e tule, criando uma atmosfera mágica, repleta de vida e impacto visual, inspirados no universo celeste e na natureza. Sem dúvidas, as cores foram o forte da coleção, que de minimalista não teve nada. A paleta contou com tons rosa-choque, amarelo, verde e vermelho, além de cintilantes e neon. Com uma espécie de alfaiataria descolada, camadas exageradas, caudas volumosas, brilho e formas desconstruídas arrancaram suspiros do público, impressionados pela mistura de cores nada convencional para uma coleção de Alta Costura. As peças apareceram com muito tule,  botas no estilo western luxuoso e riqueza de plumas, hit que chegou tímido, mas promete permanecer nos nossos corações e invadir as vitrines fashionitas do país.

Fotos: Fashion Network

 

Iris Van Herpen ( @irisvanherpen ) Em um desfile sensorial, incrível e deslumbrante, a artista marcou mais uma vez seu talento na passarela. Criações em tecidos fluidos e cores marcantes, as peças apresentavam efeito tridimensional impressionante, traduzindo formas que pareciam ter vida própria. Os vestidos em organza translúcidas com muitas camadas ondulantes bailavam junto ao corpo da modelo, em uma dança que enlouquecia os olhos do público presente, diante do movimento posposto pelas criações.

Fotos: Fashion Network

 

Christian Dior ( @dior ) Le Cirque! O circo invadiu os sonhos da Dior, e com certeza, os nossos também!!! O tom fantástico, criativo e caótico dos picadeiros circenses sempre originaram grandes inspirações para os artistas. Nesta coleção, a Dior abraçou a temática e apresentou peças em bordados e aplicações que representam arlequins, animais e chamas. Babados lembram a figura dos pierrots, enquanto os trajes de domador apresentam um ar clássico e sofisticado. Foco nos maravilhosos vestidos plissados com ​​listras douradas e organza com bordados de lantejoulas, um show de beleza e elegância e fluidez. As listras complementam o imaginário circense, com cores vivas e efeitos tridimensionais, e ficaram incríveis em modelagens amplas, mangas bufantes e babados, representando bem o clima lúdico.

 

Fotos: Fashion Network

 

Maison Rabih Kayrouz ( @maisonrabihkayrouz ) Iniciando a sua trajetória no seleto grupo das marcas de alta costura, a Maison apresentou uma coleção oversized com peças assimétricas e tons que variavam do sóbrios às cores fortes. Forte presença de listras e cortes que cobriam os corpos das modelos, enquanto proporcionavam uma espécie de alongamento. Sem dúvidas, uma grande estreia!

Fotos: Fashion Network

Ralph&Russo ( @ralphandrusso @ralphandrussohautecouture ) Silhuetas definidas e cortes assimétricos, a marca londrina trouxe texturas, brilho e movimento para esta temporada. Com muitas plumas e riqueza em acessórios, como chapéus, luvas e bordados, o exagero de detalhes traduz a moda festa atual, um luxo moderno e desejo mundial. A maioria das peças acompanha o desenho da silhueta feminina, e mistura tons discretos e mais fortes, fechando a atmosfera sofisticada que representa a marca.

Fotos: Fashion Network

 

Giambattista Valli ( @giambattistavalliparis ) Pernas à mostra e muito volume traduzem a alta costura charmosa deste artista, que se inspirou na sua primeira visita à Cidade Luz. Marca bem presente nas suas criações, a coleção teve vestidos com muitas camadas de tecidos transparentes que possibilitam a passagem da luz, criando um efeito volumoso e fantástico. Silhuetas fortes e inteligentes, e mesmo diante da riqueza de elementos, as pernas das modelos estiveram presentes a todo momento, acrescentando um tom sexy à suas criações.

 

Fotos: Fashion Network

Coleção masculina da Prada tem MUITA coisa legal para as mulheres

Olá meninas!

A semana de moda masculina de Milão passou mas notamos truques de styling maravilhosos no desfile de outono/inverno da Prada, e resolvemos colocar aqui para vocês.

O espetáculo, que aconteceu na própria Fundação Prada na cidade italiana, trouxe alguns looks femininos com detalhes retirados do closet dos homens – e deu super certo! E vamos lembrar que tendências “bombadas” como o neon que estamos vendo aos montes nesta temporada, nasceram justamente com Miuccia Prada, o que é mais um motivo para ficar ligadona no que ela tem para mostrar.

Inspirado no Frankenstein, o desfile teve saias mídi com estampas do personagem, pullover trançado, ombros de pelúcia, corsets, mix de estampas, botas tratoradas, pedrarias e mochilinhas (que prometem ser a sensação!).

Foto Cortesia Prada

Teve também bolsas utilizadas em duplas ou trios misturando diferentes tamanhos, cintos que davam voltas na cintura, alfaiataria bem masculina usada com peças mais românticas (como uma blusa sob um top tomara que caia). Muitos bolsos cargo distribuídos em saias e vestidos e releitura de lindos decotes ombro a ombro. Dá só uma olhada – aposto que você vai adorar!

 

Foto Cortesia Prada

Foto Cortesia Prada

Foto Cortesia Prada

Foto Cortesia Prada

Foto Cortesia Prada

Foto Cortesia Prada

Foto Cortesia Prada

Foto Cortesia Prada

Foto Cortesia Prada

Foto Cortesia Prada

Foto Cortesia Prada

Foto Cortesia Prada

Foto Cortesia Prada

Foto Cortesia Prada

Foto Cortesia Prada

Foto Cortesia Prada

Foto Cortesia Prada

Foto Cortesia Prada

Foto Cortesia Prada

Foto Cortesia Prada

Foto Cortesia Prada

Foto Cortesia Prada

 

Dá um pulo lá no Instagram e visita os nossos perfis @mlourani e @jamknop ! Temos muito conteúdo legal sobre moda para você 😉

Beijos!
Lou e Jam

 

 

O Tidelli Summer Holidays foi sensacional. Vem ver!

Looks R do Sol no Tidelli Summer Holidays – FOTO: Lucas Assis

jjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjj

Olá meninas!

Na última quinta-feira (13/12), com um cenário perfeito para os dias e noites animados de Verão, a Tidelli Summer Holidays marcou o lançamento das poltronas IAIÁ IOIÔ e apresentou a moda alta estação da Paradoxus, Trudys e R Do Sol. Só por isso o evento já valeu a pena: a gente sempre fala de marketing de diferenciação, e o que pode ser mais animador para seus clientes do que um desfile unindo várias marcas, realizado dentro de uma loja de móveis e tendo duas poltronas incríveis como plano de fundo?

Looks R do Sol – FOTO Lucas Assis

 

Como se isso não bastasse, o evento reuniu profissionais da decoração, empresários, fashionistas e formadores de opinião que foram lindamente recebidos pelos  empresários Lon Menezes e Roberta Mandelli numa confraternização que uniu moda e decoração. Lon e Roberta queriam presentear seus clientes e amigos com um momento único, e utilizaram a moda como guia de conexão – mais uma coisa que falamos sempre aqui, a moda conecta!

O arquiteto Marlon Gama com Priscila Macedo e Tainara Silva – Foto Lucas Assis

 

A atmosfera ficou ainda mais contagiante com os sabores de frutas tropicais dos sorvetes da Sorveteria da Barra, comidinhas leves, drinks e nas músicas do set do DJ Nello que vão embalar a alta estação.

Sorveteria da Barra – Foto de Lucas Assis

 

As férias de Verão, repletas de baladas, praias, piscinas e programas culturais, dão o tom as coleções. A Paradoxus, que usou os belos acessórios da Trudys, mostrou na passarela que o branco predomina em looks totais e combinando o marinho navy. O pôr do sol, o amanhecer, a areia branca e as águas cristalinas inspiram o sofisticado alto verão da R do Sol, com looks coloridos e estampas exclusivas. Já Trudys trouxe acessórios com peças orgânicas, inspirados em elementos do fundo do mar, que combinam com looks para o dia e a noite. Os desfiles foram assinados por Almir Jr e Marcelo Gomes.

 

 

Look Paradoxus e acessórios Trudys – FOTO Lucas Assis

 

Look R do Sol – FOTO Lucas Assis

E como moda e decoração estavam totalmente unidas na noite, a Tidelli mostrou que as tramas artesanais e a mistura de matérias formam também a coleção Misturas e Texturas da Tidelli. Durante a festa, a marca lançou as poltronas IAIÁ IOIÔ, desenhadas por Manuel Bandeira. Com base em madeira e encosto trançado em tela, o designer baiano criou a IAIÁ (fixa) IOIÔ (balanço), batizadas com nomes masculino e feminino, que fazem referência a ‘sinhô e sinhá’.

Lon Menezes e Drica Quintiliano nas Poltronas Iaiá Ioiô- Foto de Lucas Assis

Lon Menezes e Drica Quintiliano nas Poltronas Iaiá Ioiô- Foto de Lucas Assis

E Então, querem conferir os backstages dos desfiles? Tem mais foto aqui embaixo. E nas próximas semanas,  na nossa coluna de moda aqui na Aratu OnLine, falaremos sobre as tendências mostradas nos desfiles. Então fiquem ligadas!

Beijos!

FOTO Lucas Assis

FOTO Lucas Assis

FOTO Lucas Assis

FOTO Lucas Assis

FOTO Lucas Assis

FOTO Lucas Assis

FOTO Lucas Assis

FOTO Lucas Assis

FOTO Lucas Assis

FOTO Lucas Assis

FOTO Lucas Assis

Casa de Criadores anuncia sua 44ª edição

Celebração da moda autoral brasileira, evento acontece de 26 a 30 de novembro no MAC USP

 A Casa de Criadores, reconhecida por revelar novos talentos e valorizar a criação autoral e genuína na moda brasileira, anuncia sua 44ª edição. O evento, idealizado por André Hidalgo, acontece entre os dias 26 e 30 de novembro, no MAC USP (Museu de Arte Contemporânea), em São Paulo.

Além das marcas e estilistas consagrados que já apresentam suas coleções nas passarelas do evento, a Casa de Criadores lança novos nomes que estreiam nessa edição trazendo diversos estilos e propostas, que refletem toda a diversidade e pluralidade de seu line-up.  Pela primeira vez na Casa de Criadores, a NotEqual -marca criada em Nova York pelo mineiro Fabio Costa- chega definitivamente ao Brasil com sua proposta de preservar a individualidade através de uma moda livre de regras e gêneros. O estilista pernambucano Jorge Feitosa, por sua vez, traz um desfile com elementos inspirados em atmosfera divina e mitológica, palavras-chave na narrativa de sua coleção.

Vindos diretamente do projeto PIM (Periferia Inventando Moda), a dupla Alex Santos e Van Loureiro traz a coleção O Dia Depois de Amanhã, uma visão pós apocalíptica do nordeste brasileiro. Já a marca Von Trapp estreia no line-up com sua moda artesanal que prioriza materiais brasileiros, tudo para compor looks sofisticados e com acabamentos primorosos.

Por fim, Vicente Perrotta apresenta uma coleção surpreendente, com base em upcycling e que pretende colocar em foco as ressignificações de gênero, entre outras questões.

Desta vez, o movimento Sou de Algodão, grande parceiro do evento, vai apresentar uma noite exclusivamente dedicada ao algodão. Com o objetivo de incentivar o uso dessa matéria-prima na indústria da moda, vai proporcionar uma experiência inédita para o público do evento. A noite começa com um desfile temático onde 15 estilistas mostram looks feitos 100% em algodão. O material foi fornecido por empresas parceiras do movimento que tem em comum o fato de usarem algodão em seus produtos. Em seguida, outros quatro nomes do line-up da Casa de Criadores foram escolhidos para produzir as peças de suas coleções com, no mínimo, 70% da fibra em sua composição. Os estilistas Igor Dadona, Isaac Silva, Renata Buzzo e Rober Dognani toparam a missão e irão mostrar o resultado desse trabalho na passarela do evento.

Outra grande novidade desta edição fica por conta do lançamento do Desafio Sou de Algodão + Casa de Criadores, concurso voltado a estudantes de moda que tem como objetivo descobrir novos talentos da moda brasileira. A exemplo do que será apresentado na noite Sou de Algodão, todos os trabalhos inscritos deverão ter, no mínimo, 70% de algodão na composição têxtil de suas peças. Serão selecionados seis trabalhos para desfilar na 45ª edição do evento. Nesta etapa, as criações serão avaliadas por profissionais da moda e o vencedor fará parte do line-up da 46ª edição da Casa de Criadores.

Também vai acontecer a segunda edição do circuito de talks promovidos pelo energético TNT, e comandados por nomes de peso do mundo da moda e da atualidade. Essas rodas de conversa acontecerão em um palco montado dentro do MAC e serão abordados temas contemporâneos e com relevância para o público jovem que acompanha a Casa de Criadores. Ao final da semana, a TNT promove também uma festa de encerramento para celebrar os cinco dias de evento.

Na lista de patrocinadores estão o Grupo Lunelli, a Abrapa (associação brasileira dos produtores de algodão), a MAC Cosméticos, a Rhodia e o movimento Sou de Algodão, patrocinador máster da 44ª Casa de Criadores. O evento conta ainda com apoio da Vicunha e apoio institucional da ABIT, Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção.

Confira abaixo o line-up completo da 43ª Casa de Criadores:

 

26 de novembro – Segunda

Weider Silveiro

Jorge Feitosa

Von Trapp

Felipe Fanaia

 

27 de novembro – Terça

Lab

Alex Santos e Van Loureiro (PIM)

Diego Gama

Rafael Caetano

Cajá

Också

 

28 de novembro – Quarta

NotEqual

Rodhia e Alto Giro

Alex Kazuo

Rocio Canvas

Ken-gá

 

29 de novembro – Quinta

Sou de Algodão

Rober Dognani

Renata Buzzo

Igor Dadona

Isaac Silva

 

30 de novembro – Sexta

Heloisa Faria

Saint Studio

Angela Brito

Martins.Tom

Fernando Cozendey

Vicente Perrotta

Brechó Replay e Inserto

© 2019 - TV Aratu - Todos Direitos Reservados
Rua Pedro Gama, 31, Federação. Tel: 71 3339-8088 - Salvador - BA