Categoria: Cauzando

Cervejaria Ambev reduz em 50% a quantidade de água necessária para produzir cervejas

Em duas décadas, a cervejaria poupou cerca de 18 trilhões de litros de água, o suficiente para abastecer a cidade de Florianópolis por mais de seis meses

 

A Cervejaria Ambev (dona de grandes marcas como Skol, Brahma, Antarctica, Budweiser e Stella Artois), reduziu em 50% a quantidade de água usada na produção de suas cervejas, nas últimas duas décadas. O anúncio deste recorde histórico vem para comemorar o Dia Mundial da Água, celebrado em 22 de março. Os dados são de 2018 e mostram que a companhia terminou o ano usando 2,86 litros de água para fazer um litro de cerveja – uma diminuição de 2,7%, comparado com 2017, quando a média mensal foi de 2,94 litros.

 

“Nunca estamos satisfeitos quando o assunto é economia de água. Cuidamos dela como nosso bem mais precioso”, afirma Filipe Barolo, gerente de sustentabilidade da Cervejaria Ambev. Foi com essa atitude que a companhia, ao longo de duas décadas, poupou cerca de 18 trilhões de litros de água – o suficiente para abastecer a cidade de Florianópolis por mais de seis meses, ou o equivalente a mais de sete mil piscinas olímpicas.

Isso só foi possível graças à dedicação do time de cervejeiros da Cervejaria Ambev em todo o Brasil – a conscientização e a mobilização de cada um foram fundamentais. Uma equipe de especialistas da companhia criou uma série de procedimentos que deram origem ao Sistema de Gestão Ambiental da Cervejaria Ambev – utilizado em todas as unidades ao redor do País e atualizado constantemente. São diversas iniciativas, entre o uso de equipamentos de alta tecnologia, a criação de um sistema de reuso de água e exportação de efluentes tratados para empresas vizinhas. Uma das mais simples e eficientes é, por exemplo, o reuso da água de limpeza que, depois de ser usada para lavar garrafas, é reutilizada para higienizar caixas – sem qualquer contato com o processo produtivo da cerveja.
“Sabemos que esse resultado só foi possível graças ao engajamento de todas as pessoas dentro e fora da cervejaria. Preservar a água é uma tarefa maior, é um trabalho que deve ser construído em conjunto e, por isso mesmo, cada vitória deve também ser celebrada como uma conquista de todos”, continua Barolo. “A preservação da água faz parte do nosso sonho e queremos sonhar cada vez mais longe.”

 

A Cervejaria Ambev e a água

A Cervejaria Ambev possui uma ampla plataforma de sustentabilidade, cujo principal pilar é a água. A companhia conta com iniciativas variadas, que contemplam a preservação, reutilização e distribuição da água e têm como objetivo impactar diferentes públicos – interno, setor público, outras empresas e parceiros comerciais. Como parte dos esforços para reduzir o consumo de água nas cervejarias, a companhia conta com ações para reutilização de seus efluentes industriais – construindo, inclusive, parcerias com empresas e produtores que trabalham no entorno de suas unidades fabris.

 

Para ser bom para o meio ambiente, é necessário agir para fora dos muros da companhia. Por isso, a Cervejaria Ambev compartilha sua experiência e conhecimentos em eficiência hídrica por meio da plataforma online e gratuita SAVEh. Qualquer empresa pode acessar o site e realizar um diagnóstico, com plano de ação e acompanhamento de seus processos. Desde a criação do SAVEh, cerca de 160 empresas procuraram conhecer e adotar as estratégias da Cervejaria Ambev. O resultado foi um ganho médio de 18% em eficiência hídrica, entre 2017 e 2018, para quem participou do programa.

 

Outras iniciativas da companhia incluem projetos para preservação de bacias hidrográficas em regiões nas quais a escassez hídrica é crítica. O Projeto Bacias foi desenvolvido em parceria com as ONGs The Nature Conservancy (TNC) e WWF e já conta com áreas preservadas em Jaguariúna e Jundiaí (SP), Sete Lagoas (MG) e na Bacia do Rio Guandú (RJ). Todos são esforços conjuntos, com diversos atores do poder público, privado e da sociedade – uma vez que, sozinhos, seria impossível transformar o atual cenário da água no Brasil. A Cervejaria Ambev também faz parte da Coalizão Cidades pela Água, da ONG The Nature Conservancy (TNC), ampliar a segurança hídrica com soluções baseadas na natureza.

 

Por fim, para construir um trabalho em rede que engajasse também os consumidores, a Cervejaria Ambev lançou a Água AMA no final de 2017. O produto tem 100% de seu lucro doado para iniciativas que levam água potável a quem não tem acesso, no semiárido brasileiro – são cerca de 35 milhões de brasileiros que enfrentam esta situação diariamente. Em parceria com a Fundação Avina e organizações locais, a marca identifica comunidades rurais para a escavação de poços profundos, construção de cisternas e sistema de reuso da água em escolas, entre outras ações. Todo o processo é auditado pela KPMG.

 

 

Unir as pessoas por um mundo melhor. Esse é o sonho da Ambev, empresa brasileira, com sede em São Paulo, e presente em 18 países. No Brasil, somos mais de 32 mil pessoas que dividem a mesma paixão por produzir cerveja e trabalhamos juntos para garantir momentos de celebração e diversão. A Ambev é uma cervejaria inovadora e temos o consumidor no centro de nossas decisões e iniciativas. Nosso portfólio conta com cervejas, refrigerantes, chás, isotônicos, energéticos e sucos, de marcas reconhecidas como Skol, Brahma, Antarctica, Budweiser, Stella Artois, Wäls, Colorado, Guaraná Antarctica, Fusion, do bem e AMA, a água mineral que destina 100% de seu lucro para projetos que levam acesso à água potável para famílias do semiárido brasileiro. Somente nos últimos cinco anos, investimos R$ 17,5 bilhões no país e deixamos um legado além dos investimentos com nossa ampla plataforma de sustentabilidade. Esse compromisso inclui metas claras, divulgadas publicamente, e se traduz em quatro pilares: consumo inteligente, água, resíduo zero e desenvolvimento. Esse trabalho é feito com uma rede de parceiros, pois acreditamos que a construção de um mundo melhor se torna mais rica quando feita em conjunto.

Projeto acústico em Stella Maris reunirá grandes atrações musicais no restaurante Aquarius

A praia de Stella Maris, considerada uma das mais bonita da capital baiana, receberá o projeto Som no Deck. Inspirado em Malibu (Califórnia – EUA), e no seu icônico píer – que junta todos os dias centenas de pessoas para curtir a vibe única de sua famosa praia -, o evento reunirá grandes nomes da cena musical local.

 

A primeira data já foi confirmada, será no próximo dia 23 (sábado), das 15h às 21h, no restaurante Aquarius: um espaço pé na areia, que oferece cardápio rico em petiscos, drinques e cerveja gelada, área ampla e uma excelente vista para o mar. As bandas Negra Cor e Os My Friends irão comandar o som que terão o mar e a lua cheia como protagonistas.

 

O Som no Deck é uma produção da Feed Experience Hub (que assina eventos consagrados em Salvador como o Flow Festival, Festival Pura Vida e Fogo Premium BBQ), em parceria com o Grupo Lôro.

 

SERVIÇO

Som no Deck

Restaurante Aquarius, Stella Maris

Sábado (23), das 15h às 21h

Negra Cor e Os My Friends

Seguindo tradição, Ressaca do Bier encerra o verão de Salvador

Festa acontece no Trapiche Barnabé, dia 17, e oferece mais de 20 opções de cerveja

 

Não é porque o Carnaval oficialmente acabou que não há mais espaço para folia na cidade. Em seu terceiro ano seguido, a Ressaca do Bier vai finalizar o verão já em clima de saudade da festa momesca, no Trapiche Barnabé, no bairro do Comércio, domingo (17), a partir das 15h.

 

Os parceiros tradicionais do Bailinho do Faustão, além de Magary, vão comandar a festa, inspirada no conceito alemão dos encontros entre amigos em espaços abertos, com bastante música e cerveja. A tradição nasceu na cidade germânica de Munique, no século 19, e ganhou popularidade ao redor do mundo.

 

Serão mais de 20 rótulos de cervejas premiadas como a Colorado Cauim, uma premium american lager que combina fermento alemão, lúpulo tcheco, cevada maltada alemã e a brasileiríssima mandioca. Quem preferir uma cerveja mais cítrica, poderá degustar a Wals Session Citra, que com a massiva quantidade de lúpulo americano Citra e base de malte fazem dessa Session IPA uma explosão de refrescância. A família Brahma Extra como a Red, Weiss e Lager, compõem o cardápio cervejeiro da festa.

 

O Biergarten é uma produção da Feed Experience Hub -, que assina eventos consagrados em Salvador com o Flow Festival, Festival Pura Vida e Fogo Premium BBQ -, em parceria com Rhoncus Pub e Aldente Produções

 

SERVIÇO

 

O quê: Ressaca do Bier

 

Quando: Domingo (17), a partir das 15h

 

Atrações: Bailinho do Faustão e Magary & outros

 

Onde: Trapiche Barnabé

 

Ingressos: Eventbrite

Cerveja é coisa de mulher

Da descoberta até os dias de hoje, conheça mais sobre a relação entre a mulher e a bebida

 

É muito comum associar a cerveja ao universo masculino. Mas, como nem todo mundo sabe, esta bebida tão popular e presente no mundo inteiro foi descoberta por uma mulher. Para celebrar o Dia Internacional da Mulher, conheça mais sobre curiosidades, passado e presente da bebida nas vozes de mulheres especialistas no assunto e que quebraram estereótipos dentro do universo cervejeiro.

Há 11.000 anos, enquanto os homens saíam para caçar e levar a carne para casa, as mulheres ficavam responsáveis por cuidar dos grãos que eram mantidos dentro de jarros e que seriam usados para fazer pão. Foi dessa forma, meio por acaso, que a cerveja foi descoberta. “Os grãos muitas vezes não eram consumidos e acabavam mantidos dentro de jarros, tomando chuva e sol, sendo fermentados e formando o líquido que hoje chamamos de cerveja”, explica Carolina Loureiro, Beer Sommelière da Cervejaria Ambev.

Milhares de anos depois, por volta de 1.800 a.c., foi escrita a primeira receita de uma cerveja. Feita em homenagem a uma mulher, a deusa conhecida como Ninkasi pelos sumérios, a fórmula trazia tâmaras, grãos variados, ervas, mel e especiarias. O próprio lúpulo, um dos principais ingredientes na produção da cerveja, teve suas propriedades descritas pela primeira vez anos mais tarde, no século XII, por uma mulher, a monja e teóloga alemã Hildegard von Bingen, ou Santa Hildegarda.

Para Carolina, a mulher sempre esteve e agora está cada vez mais envolvida no universo cervejeiro, mostrando que a diversidade não deve ficar apenas nos rótulos. “A mulher está no passado, no presente e no futuro da cerveja. Cada vez mais vemos mulheres se aventurando nesse universo e criando cervejas incríveis de todos os estilos”, explica. Um exemplo é a Skol Hops, rótulo lançado em 2018 e que se tornou sinônimo de inovação no mercado cervejeiro, apresentando uma receita com destaque para o lúpulo, até então inédito para o consumidor brasileiro em uma marca de alcance nacional. Ela teve na sua elaboração grande participação da mestre-cervejeira Laura Aguiar, gerente corporativa da área sensorial e de ciência do consumidor da Cervejaria Ambev.

Hoje, apenas na Cervejaria Ambev, são mais de 58 mulheres cervejeiras, dentre elas mestre-cervejeiras e Beer sommelieres. Dentro do CIT, o maior Centro de Tecnologia e Inovação do mundo – que tem como missão desenvolver novas cervejas, receitas, embalagens e outras bebida – já são 32 mulheres, de um total de 88 pessoas.

Cicerone brasileira 

Se as mulheres já ocupam lugares de destaque na história e no atual mercado de produção de cervejas, quando o assunto é conhecimento e avaliação da bebida o Brasil tem mais exemplos de que a frase “cerveja é bebida de homem” não faz sentido algum.

Sommelière de cervejas há mais de seis anos, Beatriz Ruiz é hoje gerente de cultura e relacionamento da Cervejaria Ambev e a primeira pessoa no Brasil a possuir a mais importante certificação cervejeira do mundo. Criado em 2009 nos Estados Unidos, o Cicerone certifica Sommeliers em todo o planeta. Para isso, é necessária uma longa avaliação prática e teórica, dividida em três etapas.

“O público-alvo da cerveja ainda é majoritariamente masculino e, até em função disso, muitos homens não aceitam que entendem menos a respeito da bebida que uma mulher. Mas a cada dia que passa, mais e mais mulheres ocupam seu espaço no mundo cervejeiro, criando, produzindo, avaliando e bebendo cerveja. É um caminho sem volta”, afirma.

Beatriz também é fundadora da confraria Goose Island Sisterhood, projeto cujo objetivo é debater cerveja no universo feminino e que, inclusive, produz suas próprias cervejas. Atualmente, nove meninas estão na linha de frente, mas 900 mulheres fazem parte do grupo no Facebook. Todo o lucro da venda das cervejas da confraria é doada para instituições que lutam por causas feministas. “Nosso objetivo é informar e empoderar ainda mais as mulheres sobre o universo cervejeiro”, complementa.

Vendas de Skol com cartão de crédito e débito trazem praticidade ao folião na avenida

Preocupados com conforto e praticidade na festa, vendedores ambulantes licenciados têm cada vez mais aderido às maquininhas para cartão

Tem coisas que só se tem na Bahia. Por Salvador, a possibilidade de comprar latinhas de Skol nos circuitos do Carnaval já é uma realidade. Durante o percurso dos circuitos Dodô (Barra-Ondina) e Osmar (Campo Grande), já há vendedores ambulantes licenciados que carregam consigo maquininhas portáteis para realizar pagamentos de cartão de crédito e débito.

O ambulante licenciado Robson Leite, 32, por exemplo, já carrega sua maquininha há dois Carnavais e mostra orgulhoso um recibo informando que, por volta das 18h30 desta segunda-feira (4), já tinha faturado mais de 30 reais pelo cartão em poucos minutos de trabalho. Comprar pelo cartão, inclusive, não aumenta o preço da latinha. “É um jeito de dar mais formas do freguês poder comprar”, resume, confirmando o aspecto prático da forma de pagamento, que aos poucos vai ganhando espaço na avenida.

“A gente vai estar daqui a pouco aí”, anuncia Xanddy em frente ao Camarote Skol Puro Malte

Harmonia do Samba se apresenta no palco principal do espaço na noite desta segunda-feira (4)

O líder de uma das bandas de pagode mais amadas na Bahia, Xanddy, do Harmonia do Samba, passou em frente ao Camarote Skol Puro Malte, no Circuito Dodô (Barra-Ondina), nesta segunda-feira (4), e aproveitou para dar um recado para a galera. “A gente vai estar daqui a pouco aí”, disse, provocando gritos animados do pessoal. Em seguida, ele contou um dos últimos hits da banda, “Tic Nervoso”, famoso pela participação de Anitta.

A banda Harmonia do Samba vai se apresentar no palco principal do Camarote Skol Puro Malte na noite desta segunda-feira (4).

“Estou chegando aí”, afirma Bell na frente do Camarote Skol Puro Malte

 

Do trio do Camaleão, o cantor prometeu agitar foliões com show logo mais no camarote

O cantor Bell Marques se apresenta em dose dupla neste domingo (03) no circuito Barra/Ondina. Ele começou o dia no comando do bloco Camaleão e termina a noite com um show no Camarote Skol Puro Malte.

Na passagem do trio pelo camarote, ele prometeu um agitar os foliões logo mais. “Atenção, Camarote Skol Puro Malte! Daqui a pouco eu estou chegando aí e vamos mandar ver nesse show! Não se cansem muito!”, anunciou Bell de cima do trio.

Os filhos do cantor se juntaram a ele na passagem para cantar “Parado no Bailão”, sucesso do MC Gury. “Hoje eu trouxe reforço!”, brincou Bell.

Mulheres curtem a folia juntas para se protegerem de assédio na avenida

Em clima de união e sororidade, foliãs vão juntas ao Carnaval de Salvador para se defenderem de importunadores

Um Carnaval redondo só se faz com respeito e tolerância. Para se protegerem de assédio sexual em plena avenida, grupos de mulheres têm se unido, combinando vestimentas e até fazendo minibloquinhos unicamente femininos. Segundo elas, a união e solidariedade mútua são uma ferramenta na defesa de flertes violentos e até criminosos.

No fim da tarde deste sábado (2), era possível ver grupos assim, no Circuito Dodô (Barra-Ondina). Era o caso das amigas Karine Bonina, de 27 anos, Paloma Ferreira, 23, Taiana Cristia, 26, e Larissa Nascimento, 31, que costumam ir ao Carnaval sempre juntas, justamente para evitar o comportamento masculino inadequado. Na ocasião, elas resolveram usar fantasias circenses para facilitar a localização umas das outras.

“Quando um cara chega para falar com uma de nós, a gente espera ver a reação da amiga. Se ela demonstrar que não está gostando e ele insistir, a gente reage”, explica Paloma, espécie de líder do grupo. Elas relataram que naquele mesmo dia, uma delas tinha sido puxada para receber um beijo à força de um folião inconveniente. “Tivemos que empurrá-lo até que ele saísse”, conta.

Skol patrocina cerca de 370 atrações gratuitas no Carnaval 2019

A Skol Puro Malte é a grande novidade do lançamento da marca no Carnaval do verão da década

Cerveja oficial do Carnaval de Salvador, a Skol se consagra como a preferida do povo baiano. Nesta edição, a cerveja também comemora 15 anos do Camarote Skol, que este ano foi batizado de Camarote Skol Puro Malte, em referência à principal inovação da marca neste verão, o lançamento da Skol Puro Malte. Além disso, o patrocínio da marca na folia ajudou a ampliar o apoio a artistas e o investimento colocará cerca de 170 atrações em trios e mais de 200 atrações em nove palcos da folia oficial.

A Skol se orgulha de estar presente na capital baiana, a única cidade brasileira indicada pelo The New York Times, o maior jornal do mundo, como “um dos melhores lugares para se conhecer em 2019”. Esta notícia se espalhou redondamente e todos os olhares se voltaram para a primeira capital do Brasil, na qual são esperadas mais de 4 milhões de pessoas, o maior público dos últimos 10 anos, o que fez com que esta temporada ficasse conhecida como “o verão da década”.

Apoios

Além do camarote, localizado no Clube Espanhol, a marca está presente em outros dois espaços, o Camarote Nana e o Planeta Band. A Skol está à frente ainda no apoio a quatro blocos, o Camaleão, Banana Coral, Nana e Vumbora. Isso sem contar nas transmissões do Band Folia e SBT Folia, que também são patrocinadas pela cerveja.

Ao todo, serão mais de 1.000 horas de música e mais de 700 apresentações nos circuitos oficiais, entre desfiles de entidades, trios e blocos. Grandes estrelas como Saulo, Leo Santana, Daniela Mercury, Psirico, Harmonia do Samba, Claudia Leitte, Major Lazer, Margareth Menezes, Fitdance e muitos tantos artistas levam, direta ou indiretamente, o patrocínio da Skol.

A Skol é cerveja oficial dos carnavais de rua de sete capitais: São Paulo, Salvador, Recife, Belo Horizonte, Florianópolis, Olinda e Fortaleza.

Pré-carnaval

Antes de tudo isso, a Skol já vinha promovendo apoio a outras festas tradicionais da cidade como a Lavagem do Bonfim, Lavagem de Itapuã e Dia de Yemanjá, no Rio Vermelho, programações religiosas que abrem as portas do verão em Salvador. Em seguida, o pré-carnaval soteropolitano recebeu a presença da marca em mais de 40 festas, entre elas o Baile da Santinha, Bailinho de Quinta e Ensaios do Psirico e Timbalada.

“A atuação da marca vai além do mero patrocínio de festas e tem o objetivo de contribuir para elevar a imagem da cidade como uma das capitais culturais mais importantes do Brasil e do mundo, ajudando a erguer esta gigante folia popular, propagando o modo de viver soteropolitano, promovendo a geração de empregos e a circulação da economia”, afirma Harry Racz, gerente regional de marketing da Ambev.

Anitta causou no primeiro dia no Carnaval de Salvador

Foto: Netto Oliveira

O primeiro dia de Anitta no Carnaval de Salvador teve um gostinho de Bahia. A cantora resolveu  homenagear o grupo É O Tchan e se caracterizou de ‘Morena do Tchan’.  Em mais uma edição do Bloco das Poderosas, a carioca causou no circuito Barra-Ondina em cima do trio Skol.

 

1 2 4
© 2019 - TV Aratu - Todos Direitos Reservados
Rua Pedro Gama, 31, Federação. Tel: 71 3339-8088 - Salvador - BA