Categoria: Sem categoria

DIVERSIDADE: Ativistas se reúnem para discutir direitos da população LGBT+

“Da invisibilidade ao reconhecimento: direitos da população LGBT e combate à violência”, este é o tema da palestra que acontece nesta sexta-feira (17), às 9h, na sede da Faculdade Baiana de Direito. O evento marca o Dia Internacional de Combate à LGBTfobia.

Dados da ONG Trangender Europe, apontam o Brasil como o país com maior índice de pessoas travestis e transexuais assassinadas no mundo. Segundo a Associação Nacional de Travestis e Transexuais, a expectativa de vida desta população no Brasil é de 35 anos. A mesma organização estima que 90% das travestis e transexuais brasileiras estão relegadas à prostituição para conseguir sobreviver.

Outro dado alarmante foi apontado no final de 2018 no relatório da Diretoria de Promoção dos Direitos LGBT do Ministério dos Direitos Humanos, entregue no final de 2018 à Advocacia Geral da União (AGU). Conforme informações do documento, o Brasil registra uma morte por homofobia a cada 16 horas.

A proposta é reunir especialistas dos direitos humanos para discutir as conquistas de direitos relacionados às populações LGBT do Brasil nos últimos anos. Durante o evento será apontado o panorama de politicas publicas e direitos garantidos pelo Judiciario, a partir de uma perspectiva interseccional. Serão discutidos os avanços e retrocessos da luta dos direitos das pessoas lésbicas, gays, bissexuais, transexuais, travestis e intersexos no país, além das propostas para vencer os desafios impostos pela conjuntura atual.

Entre os convidados estão as pedagogas Érica Capinan, especialista em Gestão Pública Gênero/Raça (UFBA), e Thiffany Odara, Educadora Social e Redutora de Danos do Centro de Promoção e Defesa dos Direitos LGBT, além dos advogados Gustavo Coutinho, representante do Centro de Promoção e Defesa dos Direitos LGBT da Bahia e membro da Comissão de Diversidade Sexual e Enfrentamento à Homofobia da OAB/BA, e Roberto Ney Araújo, vicepresidente da Comissão de Diversidade Sexual da OAB/BA. Todos os palestrantes são engajados na luta pela emancipação das pessoas que vivem gêneros e sexualidades fora dos padrões determinados socialmente.

O evento é uma parceria com a Comissão de Diversidade Sexual e Enfrentamento à Homofobia da Ordem dos Advogados do Brasil, sessão Bahia. Os interessados devem se inscrever através do email atendimento@faculdadebaianadedireito.com.br. O evento é aberto ao público. As inscrições são gratuitas e as vagas são limitadas.

Salões de beleza trazem técnicas inovadoras para o cotidiano acelerado da mulher moderna

Mulheres precisam cuidar da manutenção de sua beleza, porém com a vida corrida que levam, como conciliar trabalho, família e ao mesmo tempo não ficar com uma aparência descuidada em virtude da falta de tempo?

Pensando nisso e acompanhando a evolução da estética feminina, a proprietária do Salão Concept, Lilian Lopes, se especializou em maquiagem definitiva. O salão fica localizado em um flat da capital baiana,

“A técnica de maquiagem definitiva surgiu a partir dos princípios tradicionais da tatuagem. A maquiagem age para uma melhor definição dos traços”, explica a especialista.

A micropigmentação consiste na aplicação de pigmentos inorgânicos e hipoalérgicos, tendo em vista realçar os traços e contornos do rosto feminino. Apesar de ser aplicada com uma microagulha não causa hematoma e é praticamente indolor. Pode ser aplicada nas sobrancelhas (fio a fio), contorno dos olhos e boca.

A novidade é permitir à mulher maior praticidade e economia do tempo, atualmente tão escasso diante de uma vida corrida no mercado de trabalho. A mulher já acorda linda e maquiada, para desenvolver suas atividades laborais, em casa e até mesmo na prática de esportes.

Joga Miga: Futebol feminino contará com ajuda do Guaraná Antarctica

Marca de refrigerante faz mea-culpa e cria iniciativa para dar mais visibilidade para a modalidade. Três atletas da Seleção entram em campo nessa ação, que ainda conta com doação ao movimento Joga Miga.

Todo grande evento esportivo merece uma convocação. Afinal, é nas grandes competições que encontramos as melhores atletas de todo o mundo. E no ano do principal torneio de futebol feminino do planeta, Guaraná Antarctica veste a camisa da Seleção Brasileira e convoca outras marcas para um movimento de apoio ao futebol feminino no país. Se a modalidade é a mais amada pelo brasileiro, não existe momento melhor para mostrar que a equipe feminina também é um orgulho da nação, ou melhor, “É Coisa Nossa”. Ou você ainda acha que as mulheres não sabem jogar ou até mesmo participar de uma propaganda?

Quando o assunto é futebol, ainda é comum ver uma valorização maior dos homens em relação às mulheres. A maior competição da modalidade está perto de começar e quantas propagandas com a participação das atletas você já assistiu? Se o assunto fosse o time masculino, a resposta seria: “Várias”. Mas como estamos falando da equipe feminina…

E para mudar esse panorama, Guaraná Antarctica, patrocinador das seleções brasileiras masculina e feminina de futebol há 18 anos, assume o papel de um bom treinador e inicia a busca por um time ideal para apoiar o futebol feminino. Ao admitir que usou pouco as esportistas mulheres em suas próprias propagandas, a marca quer incentivar outras empresas a abrir as portas para as jogadoras em suas campanhas. Talentosas dentro de campo, elas também podem representar qualquer marca longe das quatro linhas. E para ajudar nessa convocação, nada melhor do que chamar algumas especialistas no assunto. Por isso, a marca de refrigerante conta com a atacante Cristiane, a meia Andressinha e a lateral-direita Fabi Simões nessa campanha.

“Neste ano, Guaraná Antarctica tem a proposta de valorizar tudo o que o Brasil tem de bom, tudo o que É Coisa Nossa. E uma das coisas boas do país é o futebol feminino. Queremos mostrar para as pessoas todo o potencial dessas meninas, todo o sucesso que elas já alcançaram e tudo o que ainda podem alcançar”, afirmou Daniel Silber, gerente de marketing de Guaraná Antarctica.

Convidadas por Guaraná Antarctica, as três atletas estiveram em um ensaio fotográfico simulando a participação em propagandas de diversos segmentos, como beleza, produtos esportivos, cartão de crédito, entre outros. A ideia é que essas imagens sejam negociadas com as marcas interessadas e que o valor arrecadado com a venda seja dividido entre as jogadoras e o Joga Miga, um projeto sem fins lucrativos, que conecta mulheres que querem jogar futebol.

“É sempre muito importante quando uma marca abre espaço para o futebol feminino no Brasil. Mesmo com todo o sucesso nos últimos anos, ainda não existe muito espaço para as jogadoras. Com essa iniciativa, esperamos que essa situação mude”, declarou a atacante Cristiane.

Para a lateral-direita Fabi Simões, o futebol feminino no Brasil é muito maior do que apenas uma só atleta ou a Seleção. “Temos diversas jogadoras que lutam por um espaço, e ter o apoio das marcas ajuda muito a abrir caminho para as mais jovens, que buscam mais visibilidade”, destacou a atleta.

“Precisamos cada vez mais de iniciativas e oportunidades como essa. O Brasil está cheio de talentos e atletas que buscam uma oportunidade. Mas, muitas vezes, por falta de apoio, elas precisam desistir. Agora, esperamos que essa situação mude”, completou a meia Andressinha.

“Uma das principais preocupações do futebol feminino no Brasil sempre foi com a falta de apoio. O Joga Miga surgiu para dar mais visibilidade para a modalidade em diversas frentes, seja na prática esportiva, seja com análises, tornando os times e atletas profissionais mais visíveis, ou com ações digitais colaborativas. Contar com essa iniciativa, ajuda não somente o nosso projeto, mas toda a modalidade”, disse Nayara Perone, responsável pelo projeto.

E nessa seleção de marcas, não existe limite de convocados. A ideia é juntar o maior número de parceiros para apoiar essa causa. Para participar, as empresas podem escolher as imagens no Instagram de Guaraná Antarctica e entrar em contato com a marca também pelas redes sociais.

Assista o filme criado pela AlmapBBDO:  Seleção Feminina “É Coisa Nossa”:

Sobre o Joga Miga

O #JogaMiga é uma iniciativa multiáreas que aborda o Futebol Feminino em diversas frentes. Através da prática do futebol com aulas para mulheres que desejam aprender, dando oportunidade a todas e trazendo o lado mais divertido do futebol. Com festivais e copas, para fomentar o futebol feminino. Com conteúdo, com os quais acompanhamos os times profissionais, com dicas, curiosidades, matérias que dêem visibilidade para jogadoras ou por meio de ferramentas digitais colaborativas, como o Mapa do Futebol Feminino que hoje possui mais de 100 times cadastrados no país inteiro.

Feira Mega Gestante volta à Salvador com 60 lojistas na Arena Fonte Nova

Evento é considerado o maior da América Latina e oferece variedade, preço baixo e chance de comprar logo tudo de uma vez

O dia das mães em Salvador terá uma programação especial para quem está montando enxoval de bebê. Pela segunda vez neste ano, a Feira Mega Gestante vai brotar na Arena Fonte Nova entre os dias 11 e 19 de maio. Com entrada gratuita, o evento reúne cerca de 60 lojistas com produtos a partir de R$ 3 para recém-nascidos e crianças. A última edição, em janeiro, foi um sucesso de público nos estandes durante cinco dias de feira.

Na Feira Mega Gestante e Bebê, as mamães poderão encontrar enxovais exclusivos, carrinhos, cadeirinhas, acessórios, brinquedos, roupas, calçados, móveis, decoração, produtos de higiene, mamadeiras e muito mais. Confira algumas das ofertas: pacote com cinco fraldas de pano por R$ 6, trio de babadores impermeáveis por R$ 6, toalha de boca por R$ 6, pacote com três cueiros por R$ 12, cobertor de algodão por R$ 15, tolha de banho forrada por R$ 20, toalha com capuz por R$30, manta de microfibra por R$30, entre outras.

De acordo com Monaliza Martins, gerente de mídia do evento, há vários motivos para recorrer à Feira Mega Gestante e Bebê. “Além de encontrar muitas ofertas, a vantagem de poder comprar tudo em só lugar conta muito. Para quem está gestante, é muito vantajoso não precisar sair vários dias, várias vezes em vários lugares diferentes para encontrar o que precisa”, explica.

O feirão acontecerá no Lounge Premium do estádio das 14h às 22h de segunda a sexta, sábado das 10h às 22h e domingo, das 10h às 20h. As mamães poderão acessar o espaço através de um elevador privativo por dois endereços: Avenida Vasco da Gama ou Ladeira da Fonte das Pedras, em Nazaré. O local dispõe de estacionamento coberto que custa R$15 durante todo o período de uso.

Na edição de 2018 em Salvador, o público foi de 20 mil pessoas. O evento teve início no Rio de Janeiro há mais de 26 anos e já passou por São Paulo, Campinas, Brasília, Goiânia, entre outras cidades.

MÊS DAS NOIVAS: Nanö Beach Club dá 5 dicas para fazer um casamento na praia

Realizar a cerimônia à beira-mar tem se tornado uma tendência cada vez maior entre casais

Celebrar a união num ambiente idílico à beira-mar é um desejo de muita gente que pensa em fugir das cerimônias tradicionais e incluir mais charme e personalidade às suas festas. O Nanö Beach Club, espaço de veraneio localizado em Subaúma, no Litoral Norte, oferece um espaço amplo para realizar este sonho e dá 5 dicas para realizar uma bela festa de casamento na praia.

1. Planeje-se com antecedência

As datas mais fortuitas para celebrar este tipo de cerimônia é entre o meses de outubro e março, cobrindo totalmente a época de poucas chuvas no estado. Por conta do clima, é bom se antecipar. O ideal é que o casal entre em contato com os locais em que planejam fazer a cerimônia com de oito a doze meses de antecedência. Em locais como o Nanö Beach Club, as demandas para este serviço têm aumentado significativamente, o que intensifica a necessidade do planejamento cuidadoso.

2. Contrate uma assessoria personalizada

Entrar em contato com uma assessoria habituada à produção de casamentos, em especial casamentos realizados no litoral, é essencial para evitar dores de cabeça neste processo. Na maioria dos casos, os noivos não têm experiência com a produção destes eventos e uma assessoria especializada ajuda a evitar vários problemas à vista.

“A assessoria vai ajudar no contato dos casais com os melhores fornecedores da região, por exemplo”, explica o consultor de empresas no segmento de casamentos Jorge Grumete, que trabalha na intermediação dos noivos com os locais que realizam os casamentos à beira-mar no Litoral Norte. Parceiro do Nanö, Jorge garante que um bom serviço de assessoria pode garantir redução de até 10% no investimento final.

3. Prefira os horários em que há menos sol

Os horários preferíveis para realizar festas de casamento à beira-mar são as chamadas “horas douradas”, tradução para o termo golden hour, que indica os horários em que os raios do sol não estão tão intensos e gera um aspecto dourado no céu. Estes momentos acontecem logo ao amanhecer e ao final da tarde, próximo ao pôr-do-sol. Com raios solares menos intensos as fotografias ficarão melhores e a cerimônia, mais amena.

4. Fique atento(a) com a questão da hospedagem

Casamentos à beira-mar quase sempre significam um deslocamento incomum para a maioria dos convidados, afinal, os locais escolhidos para sediar a cerimônia costumam ficar um tanto distantes das cidades. Para isso, é indispensável ficar atento em relação à hospedagem das pessoas que vão participar da celebração e que não vão poder voltar para as suas casas no mesmo dia.

O Nanö Beach Club, que oferece seu espaço para receber festas de casamento, por exemplo, evita que os noivos precisem lidar com este problema. O clube localizado em Subaúma é parceiro de hotéis vizinhos que podem receber até mais de 200 hóspedes, dando comodidade aos convidados dos casais. Iniciativas do tipo ajudam os pombinhos a não terem dor de cabeça a respeito disso.

5. Prefira roupas leves e cores claras

Há poucas regras num tipo de cerimônia tão fora dos padrões quanto as celebradas à beira-mar, mas a única que deve ser veementemente respeitada é o uso de roupas leves e cores claras na hora do casório. Combinando com a paisagem natural, vestimentas de cores branca, bege, ocre, ou mesmo coral, azul marinho, tons amarronzados ajudam a compôr um cenário homogêneo e romântico.

Skol brinca com o que viraliza na internet para mostrar sua família de cervejas

Com linguagem ousada, Skol mostra que toda família tem suas diferenças transformando suas variantes em memes

Conectada ao que mais faz sucesso nas redes sociais, Skol rompeu a linguagem formal dos comerciais e vai promover, em todas as plataformas, a sua família de cervejas com o que mais dá o que falar entre os jovens na internet: memes.

Em campanha inovadora que vai ao ar em TV aberta e nas redes sociais da marca nesta semana, a família Skol será apresentada via memes em um grupo de Whatsapp com suas pequenas diferenças, conflitos, provocações, brincadeiras e atritos… enfim, tudo que é peculiar a uma família brasileira.

Com sacadas bem-humoradas, do jeito Skol de ser, a campanha valoriza a diversidade da sua linha de cervejas com cada um dos memes dando o tom da personalidade das três variantes de Skol: Pilsen, Hops e Puro Malte.

Com linguagem digital, a campanha continua a brincar com a ideia de que cada cerveja é como uma pessoa e tem seu estilo próprio, atraindo, portanto, admiradores de diferentes tipos. Com as hashtags #timepilsen, #timehops e #timepuromalte as produções destacam essas diferenças de forma inusitada e divertida, com memes de sucesso na internet.

As comunicações destacam a leveza e refrescância da cerveja Pilsen, a mais querida dos brasileiros há anos. Fala também dos ingredientes de Hops e seus lúpulos exclusivos, bem como da Puro Malte, que mal chegou e já está dando o que falar.

Com a assinatura “Família Skol. Que família não tem suas pequenas diferenças?” a campanha aproxima o dia a dia do consumidor com a comunicação de Skol que é sempre jovem e pioneira usando elementos que fazem parte da vida digital de todo brasileiro.

“Skol tem como princípio estar um passo à frente, ser pioneira. Deste modo, ir além de uma campanha convencional e chegar aos consumidores por meio de memes, é algo com a cara de Skol. Então aproveitamos nossa diversidade de cervejas para valorizar as pessoas e seus diferentes estilos”, afirma Maria Fernanda de Albuquerque, diretora de marketing de Skol.

“A família Skol não é nenhum pouco tradicional. A nossa campanha também não poderia ser” diz Toni Fernandes, diretor de criação da F/Nazca.

A campanha conta com três filmes de veiculação nacional, ativações em pontos de venda, ações com influenciadores e diversas interações especiais nas redes sociais. Confira aqui, aqui e aqui os filmes. A criação é da agência F/Nazca Saatchi & Saatchi.

Funceb convoca Grupos de Manifestação de Cultura Popular do interior do estado para desfilarem no Cortejo 2 de Julho

Está aberta Chamada Pública da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb) para selecionar Grupos de Manifestação de Cultura Popular, oriundos do interior do estado, para se apresentarem no desfile comemorativo da Independência do Brasil na Bahia – o 2 de Julho.

Os grupos precisam ser necessariamente de uma das cidades da rota histórica da Independência do Brasil na Bahia (Cidades do Recôncavo e da Região Metropolitana de Salvador, e Caetité). Os grupos também precisam ser atuantes e reconhecidos por sua trajetória, além de apresentarem aderência artística e cultural com o Cortejo 2 de Julho.

As inscrições são até 7 de maio, através de envio de formulário, documentação obrigatória e anexos preenchidos, encaminhados por correspondência registrada ou via Sedex, e com Aviso de Recebimento para a sede da Funceb. Confira o regulamento completo no site da Fundação Cultural.

Para o desfile serão selecionadas 3 Grupos de Manifestação de Cultura Popular, com aproximadamente 25 integrantes, e até 3 suplentes, para compor a grade de programação do desfile. Cada grupo receberá o cachê e R$ 6 mil.

A convocatória também selecionará 10 Bandas Filarmônicas, e mais 5 suplentes, que também devem apresentar relevância histórica, artística e cultural para o Cotejo 2 de Julho, tempo de atuação e comprovação de atividades recentes.

O resultado dos selecionados e suplentes será publicado no Diário Oficial do Estado e no site da Funceb até 17 de maio de 2019. Caberá recurso do resultado quanto a erros formais e de procedimento até cinco dias úteis a partir da publicação. A relação final dos selecionados e suplentes será publicada no site da Funceb até 31 de maio de 2019.

Superação e contracultura ditam comunicação da Budweiser para playoffs da NBA

A cerveja oficial da liga de basquete norte-americana estreia campanha em homenagem aos torcedores e atletas que se superam todos os dias por amor ao esporte

Ser fã de basquete no Brasil pode ser um desafio. Por não ser o esporte favorito no País, os adeptos da modalidade se destacam por um amor real que vai além do acontece normalmente em outros esportes. É por isso que a Budweiser, cerveja oficial por trás da NBA, estreia filme dedicado aos apaixonados por basquete que, todos os dias, valorizam o estilo único e original do basquete.

Com criação da agência Africa, o filme traz personagens que enfatizam a autenticidade e a força das pessoas que pertencem ao mundo do basquete, com diversas situações que servem para ilustrar isso: o fã brasileiro de basquete precisa ficar acordado sozinho durante a madrugada para assistir ao jogo, aguentar olhares estranhos quando se veste de acordo com o estilo e nunca desistir de fazer a cesta perfeita. A peça acontece ao som de “Born Free”, clássico eternizado por Matt Monro e que, assim como o basquete, se mantem vivo e resistente ao tempo.

Mesmo com o aumento de sua popularidade no país, principalmente nos playoffs, os fãs brasileiros do esporte ainda não são compreendidos. Neste cenário, Bud é uma das únicas marcas no Brasil a falar e comentar o torneio.

“Os fãs do basquete são verdadeiramente apaixonados pelo esporte! Tanto os jogadores, como o público, criam tendências com suas atitudes dentro e fora das quadras. A cultura do basquete é única e supera todo o óbvio. Queremos cada vez mais valorizar essas pessoas e tudo aquilo que elas acreditam e valorizam”, afirma Alice Alcantara, gerente de marketing de Budweiser.

A comunicação teve início na fase de Playoffs e irá se estender até junho, quando acontecem as finais. Além do filme, é possível acompanhar conteúdos sobre os jogos nas redes sociais da cerveja.

Veja o filme da campanha aqui

Grupo de danças urbanas Insight abordará migração do povo sertanejo no espetáculo “Às Vez Nenhé, Mas É” nos dias 3 e 4 de maio

Para celebrar o Dia Mundial da Dança, comemorado no próximo dia 29, o grupo de dança urbana Insigth fará duas apresentações, dias 3 e 4 de maio, no Teatro Sesc Pelourinho, às 20h.

 

Com uma forte ligação com movimento Hip Hop, o grupo Insight apresentará uma coreografia baseada no universo sertanejo nordestino, com muita irreverência e dentro de uma temática realista do êxodo rural.

 

 

Fotos: Matheus Leite

 

A direção do espetáculo é do dançarino e coreógrafo baiano Dave Barros, formado em Produção Cultural pela Ufba e fundador do grupo Insight, com especializações e cursos na Ucrânia e Alemanha, além da participação em importantes festivais de Hip Hip no Brasil como Rio H2K, Internacional de Curitiba, Congresso Brasil de DanceHall, SDC, dentre tantos outros.

 

O espetáculo também agrega a experiência e o talento dos intérpretes criadores: Bruno Vieira, Nahtyé Guimarães e Slick Anderson, com iluminação de Gérard Lafuste, Trilha Sonora de Dave Barros e Cenografia de Bruno Vieira.
Não só para os amantes da dança, será uma excelente programação para toda a família. Adquira já seu ingresso no Sympla.

 

 

SERVIÇO:

 

Grupo de Dança Urbana Insigth

O quê: Às Vez Nenhé, Mas É

Onde: Teatro Sesc Pelourinho

Quando: Dias 3 e 4 de maio, às 20h

Entrada: R$ 30 inteira e R$ 15 meia. Disponível no Sympla.

Faculdade Baiana de Direito lança a Baiana Business School com cursos pioneiros de MBAs durante evento na noite desta terça (23)

Referência nacional na área de gestão, o doutor e mestre em administração Armando Lourenzo falou sobre ‘Liderança na Era da Disrupção Digital’ para marcar o início das aulas 
A Baiana Business School, projeto da Faculdade Baiana de Direito, foi oficialmente lançado na noite de ontem (23), durante evento que lotou o auditório da instituição. O projeto oferece cursos de MBAs e de educação corporativa em gestão com curta duração, conciliando rigor acadêmico e nível técnico com o selo de qualidade da Baiana.

 

Maria Ângela Costa Lino, uma das diretoras do projeto, explica que a Baiana Business School chega para preencher uma lacuna até então aberta. “A Bahia tinha uma carência de escolas de negócios de alto nível que trabalhassem não só o presente, mas o futuro. E a Baiana Business School se insere nesse contexto, trazendo o que há de mais moderno, com o DNA da Baiana”.

 

Ainda segundo Maria Ângela, um dos exemplos é o curso MBA Premium em Engenharia de Negócios e Gestão de Empresas, que tem o objetivo de contribuir para a formação de profissionais e gestores para atuar nas diversas áreas das organizações privadas, públicas e não governamentais, capacitados para agregar valor ao negócio a partir do entendimento de que as organizações precisam se transformar permanentemente, sempre buscando excelência, competitividade e resultados dentro de um ambiente global cada vez mais exigente.

 

Há também o MBA em Inteligência de Mercado, Marketing Estratégico e Mídias Digitais, que visa ajudar os alunos e construir uma visão sobre os processos que compõem a inteligência de mercado, envolvendo ferramentas da tecnologia da informação de marketing. Outro caso é o MBA em Gestão de Escritórios de Advocacia e Departamentos Jurídicos.

 

Com o auditório lotado, Armando Lourenzo, doutor e mestre em administração pela FEA/USP, que também é diretor da Universidade Corporativa Ernest & Young para Brasil e LATAM Sul, iniciou a palestra “Liderança na Era da Disrupção Digital”. Ele falou, dentre outros temas, sobre as décadas passadas, para comparar com a velocidade dos acontecimentos nos dias atuais.

 

“Cerca de 70% das crianças que entraram na escola no ano passado (2018) vão trabalhar em profissões que não existem hoje. Atualmente, 71% das horas trabalhadas são feitas por pessoas e 29% por máquinas. O cenário esperado até 2025 é de mais da metade das horas trabalhadas feitas por máquinas. Isso é uma disruptura total”, disse Lourenzo.

 

Ao final, Armando agradeceu pelo convite para participar da aula inaugural do Baiana Business School. “Receber o convite para participar de um projeto pioneiro, que tem a qualidade e tradição da Faculdade Baiana de Direito, foi muito bem vindo. Fiquei muito contente e me senti muito honrado. ”, finalizou.

 

O sucesso da Baiana School Business se reflete no número de alunos inscritos nos seis cursos oferecidos. Porém, ainda há vagas. Para mais informações, acesso o site http://baianabusiness.com.br/

1 2 24
© 2019 - TV Aratu - Todos Direitos Reservados
Rua Pedro Gama, 31, Federação. Tel: 71 3339-8088 - Salvador - BA