Cervejaria Ambev troca nomes de marcas de cerveja para alertar sobre o consumo inteligente de bebidas alcoólicas

Brahma, Skol, Budweiser, Stella Artois e outras marcas se unem em ação inédita pela conscientização de consumidores sobre bebida e direção; Iniciativa acontece no mês internacional da segurança no trânsito 

Pela primeira vez na história, a Cervejaria Ambev (dona de marcas reconhecidas como Skol, Brahma, Antarctica, Budweiser, Stella Artois, Wäls, Colorado, Guaraná Antarctica, Fusion, do bem e AMA) une suas marcas em prol do consumo inteligente de bebidas alcoólicas. No mês dedicado à conscientização da segurança no trânsito, a campanha recém-lançada convida os consumidores a pensarem sobre os efeitos que o álcool tem no organismo e reforça a importância de se beber com responsabilidade, ou seja, nunca quando for dirigir e sempre com moderação.

De forma bem-humorada, as peças trazem os logos das marcas com suas letras trocadas, provocando a reflexão do público sobre como, às vezes, parece que está tudo em ordem, mas na realidade não está.

A campanha nacional estreou neste domingo, 28/04, com inserções antes e durante a transmissão da primeira rodada do campeonato brasileiro pela Globo. Sem explicar nada, os tradicionais inserts da marca Brahma foram trocados e divulgados com o logo “Bhamra”.

O objetivo era chamar a atenção de quem assistia ao jogo para os efeitos que bebidas alcoólicas podem ter quando não são consumidas com responsabilidade. Paralelamente, as marcas Skol, Budweiser, Stella Artois e Antarctica alteraram as fotos dos perfis de suas redes sociais para logos com letras trocadas, provocando dúvidas em seus seguidores.

“Queremos convidar quem bebe cerveja a fazer uma reflexão: da mesma maneira que a gente acha que as letras estão em ordem num primeiro momento, e depois percebe que não estão, tem vezes que as pessoas bebem e acham que está tudo em ordem para dirigir, quando na verdade não está. É natural com o passar dos anos que as campanhas de consumo inteligente, como todas as outras, precisem ser reinventadas. Por isso, vimos que era o momento de dar um passo além e estamos usando a força de nossas marcas por um objetivo único: alertar que  o consumo de bebidas alcoólicas não deve nunca ser associado à direção”, comenta Alexandre Costa, diretor de Marketing da Cervejaria Ambev.

A campanha fica no ar até o dia 13 de maio em mídias online e offline de todo o Brasil e é assinada pela agência Sunset DDB.

Sobre a plataforma de Consumo Inteligente da Cervejaria Ambev

Desde o seu lançamento, em 2003, a plataforma de Consumo Inteligente da Cervejaria Ambev já firmou parcerias com uma rede envolvendo diversos agentes, com o foco claro de reduzir o consumo nocivo de bebidas alcoólicas, ou seja, associado à direção, em excesso e por menores de idade.

“Nós não temos nenhum interesse no lucro proveniente do consumo nocivo dos nossos produtos. Somente uma atuação conjunta e permanente de todas as esferas da sociedade pode superar o desafio de criar no Brasil uma cultura de responsabilidade e respeito quando falamos sobre consumo de bebidas alcoólicas”, comenta Anna Paula Alves, responsável pela área de consumo inteligente da Cervejaria Ambev.

A Skol, por exemplo, foi a primeira marca do país a abordar o tema, em 2001, com uma vinheta na qual latinhas se transformavam em táxi. A marca lançou ainda o conceito do “Motorista da Rodada”, um “herói” da turma que deixa de beber para levar os amigos em segurança para a casa. Desde então, o tema já foi abordado de diferentes formas, institucionalmente e pelas marcas de maneira individual.

 

Grupo de danças urbanas Insight abordará migração do povo sertanejo no espetáculo “Às Vez Nenhé, Mas É” nos dias 3 e 4 de maio

Para celebrar o Dia Mundial da Dança, comemorado no próximo dia 29, o grupo de dança urbana Insigth fará duas apresentações, dias 3 e 4 de maio, no Teatro Sesc Pelourinho, às 20h.

 

Com uma forte ligação com movimento Hip Hop, o grupo Insight apresentará uma coreografia baseada no universo sertanejo nordestino, com muita irreverência e dentro de uma temática realista do êxodo rural.

 

 

Fotos: Matheus Leite

 

A direção do espetáculo é do dançarino e coreógrafo baiano Dave Barros, formado em Produção Cultural pela Ufba e fundador do grupo Insight, com especializações e cursos na Ucrânia e Alemanha, além da participação em importantes festivais de Hip Hip no Brasil como Rio H2K, Internacional de Curitiba, Congresso Brasil de DanceHall, SDC, dentre tantos outros.

 

O espetáculo também agrega a experiência e o talento dos intérpretes criadores: Bruno Vieira, Nahtyé Guimarães e Slick Anderson, com iluminação de Gérard Lafuste, Trilha Sonora de Dave Barros e Cenografia de Bruno Vieira.
Não só para os amantes da dança, será uma excelente programação para toda a família. Adquira já seu ingresso no Sympla.

 

 

SERVIÇO:

 

Grupo de Dança Urbana Insigth

O quê: Às Vez Nenhé, Mas É

Onde: Teatro Sesc Pelourinho

Quando: Dias 3 e 4 de maio, às 20h

Entrada: R$ 30 inteira e R$ 15 meia. Disponível no Sympla.

Faculdade Baiana de Direito lança a Baiana Business School com cursos pioneiros de MBAs durante evento na noite desta terça (23)

Referência nacional na área de gestão, o doutor e mestre em administração Armando Lourenzo falou sobre ‘Liderança na Era da Disrupção Digital’ para marcar o início das aulas 
A Baiana Business School, projeto da Faculdade Baiana de Direito, foi oficialmente lançado na noite de ontem (23), durante evento que lotou o auditório da instituição. O projeto oferece cursos de MBAs e de educação corporativa em gestão com curta duração, conciliando rigor acadêmico e nível técnico com o selo de qualidade da Baiana.

 

Maria Ângela Costa Lino, uma das diretoras do projeto, explica que a Baiana Business School chega para preencher uma lacuna até então aberta. “A Bahia tinha uma carência de escolas de negócios de alto nível que trabalhassem não só o presente, mas o futuro. E a Baiana Business School se insere nesse contexto, trazendo o que há de mais moderno, com o DNA da Baiana”.

 

Ainda segundo Maria Ângela, um dos exemplos é o curso MBA Premium em Engenharia de Negócios e Gestão de Empresas, que tem o objetivo de contribuir para a formação de profissionais e gestores para atuar nas diversas áreas das organizações privadas, públicas e não governamentais, capacitados para agregar valor ao negócio a partir do entendimento de que as organizações precisam se transformar permanentemente, sempre buscando excelência, competitividade e resultados dentro de um ambiente global cada vez mais exigente.

 

Há também o MBA em Inteligência de Mercado, Marketing Estratégico e Mídias Digitais, que visa ajudar os alunos e construir uma visão sobre os processos que compõem a inteligência de mercado, envolvendo ferramentas da tecnologia da informação de marketing. Outro caso é o MBA em Gestão de Escritórios de Advocacia e Departamentos Jurídicos.

 

Com o auditório lotado, Armando Lourenzo, doutor e mestre em administração pela FEA/USP, que também é diretor da Universidade Corporativa Ernest & Young para Brasil e LATAM Sul, iniciou a palestra “Liderança na Era da Disrupção Digital”. Ele falou, dentre outros temas, sobre as décadas passadas, para comparar com a velocidade dos acontecimentos nos dias atuais.

 

“Cerca de 70% das crianças que entraram na escola no ano passado (2018) vão trabalhar em profissões que não existem hoje. Atualmente, 71% das horas trabalhadas são feitas por pessoas e 29% por máquinas. O cenário esperado até 2025 é de mais da metade das horas trabalhadas feitas por máquinas. Isso é uma disruptura total”, disse Lourenzo.

 

Ao final, Armando agradeceu pelo convite para participar da aula inaugural do Baiana Business School. “Receber o convite para participar de um projeto pioneiro, que tem a qualidade e tradição da Faculdade Baiana de Direito, foi muito bem vindo. Fiquei muito contente e me senti muito honrado. ”, finalizou.

 

O sucesso da Baiana School Business se reflete no número de alunos inscritos nos seis cursos oferecidos. Porém, ainda há vagas. Para mais informações, acesso o site http://baianabusiness.com.br/

Cervejaria Ambev abre as portas para cervejeiros ciganos e oferece expertise para quem quer produzir a bebida

Conhecimento cervejeiro, criatividade e qualidade na produção. A partir de agora os cervejeiros ciganos, aqueles que não possuem estrutura própria, passam a ter uma nova oportunidade de criar, produzir e levar seus rótulos a mais consumidores. A Cervejaria Ambev, que possui mais de 700 rótulos em todo o mundo, vai abrir as portas para novos produtores, com o objetivo de fomentar a cultura cervejeira no país e fortalecer o mercado cervejeiro. Esta é a primeira vez que uma cervejaria de grande porte oferece esse tipo de parceria. A iniciativa vai acontecer na primeira cervejaria do Brasil, a Bohemia, localizada em Petrópolis, que também abriga o 1º Museu de cerveja da América Latina. Além do simbolismo, a cervejaria possui equipamentos de ponta e toda estrutura necessária para produzir os mais variados tipos de receitas e rótulos.

“Queremos compartilhar nossa expertise e fortalecer ainda mais o mercado cervejeiro, oferecendo os mais de 800 anos que temos acumulado de conhecimento e fazendo com que mais cervejarias possam produzir mais e com mais qualidade. Não vamos ter qualquer tipo de lucro com o projeto. Nosso foco é o consumidor, que terá à disposição cada vez mais rótulos, estilos, aromas e sabores diferentes”, reforça Marcelo Tucci, diretor de cervejarias artesanais da Cervejaria Ambev.

A primeira cervejaria a fazer parte da iniciativa é a Motim, do Rio de Janeiro. A cerveja criada será produzida com a utilização de toda a estrutura da Cervejaria Bohemia, como maquinários e controles de qualidade, além dos insumos e acompanhamento de mestres-cervejeiros da Cervejaria Ambev, que também prestarão consultoria durante todas as etapas do processo produtivo.

Além da produção, a Cervejaria Ambev também pode oferecer suporte para embalagens, distribuição e, até mesmo, direcionar a participação em eventos relevantes do mercado cervejeiro. “Queremos criar um ecossistema ao lado de nossos parceiros compartilhando conhecimento cervejeiro da forma mais ampla possível”, complementa Tucci.

Ainda, a partir desta parceria, as cervejarias ciganas podem ganhar mais escala de produção, tendo oportunidades melhores de visibilidade e acessibilidade, inclusive, em termos de distribuição para PDVs de todo o país. Os cervejeiros também contarão com a Nano Cervejaria da Bohemia, uma estrutura completa para a produção de 250 litros de cerveja, para testar e desenvolver receitas experimentais em chopp.

“Acreditamos que a criatividade e a diversidade são necessárias para o crescimento do movimento cervejeiro. Como nós, a Cervejaria Ambev compartilha deste pensamento e por isso estamos felizes em fazer parte de um projeto que promete ser muito importante para o futuro da cerveja no Brasil. Acredito que marcará uma nova fase do mercado cervejeiro no país”, comenta Salo Maldonado, fundador da MOTIM.

A expectativa é que, no caso da Motim, sejam produzidos até 6mil litros do primeiro rótulo, a Hoppy Lager Hell de Janeiro.

Reina Reggae Clássico, Edson Gomes, Pedro Pondé, Flerte Flamingo e Batekoo vão sacudir as estruturas do Trapiche neste sábado (27)

O verão pode ter chegado ao fim, mas temperatura vai subir no Trapiche Barnabé, próximo sábado (27), a partir das 16h. É que a última edição do Flow Festival, nesta temporada, trará uma line up de responsa, no estilo descolado do Flow.

 

O rei do reggae nacional, Edson Gomes, irá fazer sua estreia no Flow a convite do cantor e compositor Ricardo Reina, ex vocalista da banda Folha de Chá e que atualmente comanda o projeto pessoal Reina Reggae Clássico.

 

Veterano no Flow, Pedro Pondé também está confirmado no evento. A banda Flerte Flamingo e o movimento de dança Batekoo, que se apresenta nos intervalos das atrações, completam a line up. Acompanhe tudo no @flow.salvador que você não perde nada.

 

Os ingressos estão sendo vendidos no site Sympla e o primeiro lote já esgotou. O Flow Festival é uma realização do Feed Experience Hub, que assina eventos consagrados em Salvador como Biergarten e Pura Vida Festival, em parceria com a Aldente Produções.

 

SERVIÇO:

 

Evento: Flow Festival

Data: Sábado (27/04)

Horário: a partir das 16h

Local: Trapiche Barnabé (Comércio)

Atrações: Edson Gomes, Reina Reggae Clássico, Pedro Pondé, Flerte Flamingo e Batekoo.

Classificação: 18 anos

Vendas: Sympla

Kal Firmino é uma das atrações da última etapa do Festival Conexão Musical em Gandu

O projeto musical itinerante chega a última etapa e terá show de Kal Firmino, Braa Roots, Flor Serena, Di Souza e DJ Conexão, na Praça do Povo, neste final de semana

O Festival Conexão Musical desembarca na cidade de Gandu, território do Baixo Sul baiano, finalizando a turnê pelo estado da Bahia. O roteiro feito pela caravana da SKOL passou pelas cidades de Madre de Deus, São Sebastião do Passé, Cachoeira, Santo Amaro da Purificação, Itaparica, Ipirá, Ruy Barbosa, Jaguaquara, Ipiaú e chega a Gandu neste final de semana. Foram mais de 1.000 quilômetros rodados nos últimos 2 meses e meio, aproximadamente 100 horas de música e um público estimado de 5 mil pessoas, por etapa, que curtiu os shows em praça pública.

 

A expectativa para a etapa de Gandu é grande por parte da produção organizadora. “Vamos fechar com chave de ouro em Gandu! A programação artística é diversificada e atende ao gosto popular da cidade e região. Com certeza, o Festival Conexão Musical Bahia já deixa saudades, mas em breve teremos novidades”, complementa Fernanda.

No sábado (20), a trilha sonora fica por conta de Di Souza, Flor Serena e DJ Conexão. Já no domingo (21), DJ Conexão, Kal Firmino e Braa Roots fazem a festa no último dia.

“Esse tipo de programação reforça nossa essência de promoção da alegria e união de forma inclusiva, sem preconceitos, a cara da Skol, uma cerveja democrática, inovadora e inquieta.”, afirma Pedro Beltrão, gerente regional de eventos da Skol – principal patrocinadora do Festival.

O festival conta com estrutura de bares que vendem produtos da família Skol, principal patrocinadora do evento. Entre as bebidas que estarão disponíveis ao público, a Skol Pilsen, os três tipos de Skol Beats: Senses, Spirit e Secret, água, refrigerante e energético e a nova integrante da família que é a sensação no verão da Bahia: a Skol Puro Malte. A entrada é gratuita e o evento se encerra pontualmente à meia noite.

O Festival Conexão Musical Bahia é uma realização da Alquimia Comunicação, com produção da Maré Produções Culturais, e conta com patrocínio da Skol, via Ambev, e do Governo do Estado, por meio do programa Fazcultura, e das Secretarias da Fazenda e Cultura.

Unindo propósitos pela sustentabilidade

Existem rios voadores na troposfera terrestre, a 450m de altitude, e é possível captar água e gerar energia elétrica a partir deles. Parece complexo e quase não dá para acreditar. Eu mesmo levei tempo para entender como isso poderia acontecer. E também não sabia disso até conhecer o projeto de uma das startups que fazem parte da nossa aceleradora, que busca soluções socioambientais desenvolvidas por empreendedores para a construção de um mundo melhor.

 

Sabendo que não conseguimos resolver as questões ambientais sozinhos, criamos esse projeto para juntarmos nossos esforços com os de pequenos e médios empreendedores com o mesmo objetivo. O que fizemos foi ajudar no desenvolvimento das soluções das startups inscritas, que trouxeram novas ideias em gestão de água, agricultura inteligente, ações climáticas e empreendedorismo. Ao longo de 8 semanas oferecemos treinamentos e mentorias para que elas pudessem potencializar seu trabalho.

 

Entendemos que nosso maior papel seria compartilhar conhecimentos baseadas em nosso modelo de gestão, além de nossa expertise em sustentabilidade. Por outro lado, as startups nos mostraram uma percepção e know-how próprios, além de tecnologias e ideias que, se implementadas, podem não só contribuir com avanços para a solução dos problemas ambientais, mas também com as metas socioambientais que queremos atingir até 2025.

 

Esse período de trocas e treinamentos foi concluído para dar início a uma nova etapa do projeto: das 21 startups, 11 puderam apresentar projetos para uma banca avaliadora composta por mim, profissionais de sustentabilidade socioambiental e representantes de fundos de investimento. A melhor foi escolhida para se apresentar no evento “SDGs in Brazil”, do Pacto Global da ONU, em NY.

 

Todas essas startups já vêm contribuindo para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU. Acredito que a nossa aceleradora é mais um estímulo para as empresas começarem a inserir ainda mais a sustentabilidade dentro dos seus negócios.

 

Os desafios que temos são grandes para “não deixar ninguém para trás”, como diz meu amigo Carlo Pereira, do Pacto Global da ONU. É preciso pensar na união de esforços entre empresas, governos e sociedade para mudar o mundo. Acredito que iniciativas como a nossa têm potencial de engajar outros setores a repensarem a sustentabilidade em seus negócios.

 

A reflexão que quero promover aqui é: estamos em um momento crucial para unir propósitos e esforços pela sustentabilidade e nada mais apropriado do que fazer isso conectando gente com espírito empreendedor a organizações inovadoras para juntos construirmos um legado positivo para os próximos 100 anos.

 

Rodrigo Figueiredo, vice-presidente de Sustentabilidade e Suprimentos da Cervejaria Ambev na América do Sul

Muito além do chocolate: aprenda a harmonizar cerveja com pratos regionais brasileiros para a Páscoa

Beer Sommelière dá dicas de como apreciar a bebida ao lado de receitas tradicionais em diversos locais do país

 

Quando se pensa em pratos especiais para a páscoa é fácil lembrar da infinidade de ovos de chocolate, colombas e peixes. Porém, em um país como o Brasil, onde as culturas regionais se fazem tão presentes na culinária e as opções de gastronomia são diversas, o período é uma ótima oportunidade para conhecer novos sabores. Além disso, a data também pode ser ideal para reunir a família e os amigos e harmonizar os pratos típicos com cervejas dos mais variados estilos e aromas.

Para ajudar nessa união de sabores, a beer sommelière da Cervejaria Ambev Carolina Loureiro dá dicas de como apreciar uma boa cerveja junto com seu almoço de páscoa, independente da preferência pela culinária do Sul do país, das receitas de Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais ou dos pratos nordestinos.

“Uma das coisas interessante nestas épocas é poder experimentar harmonizações com pratos tradicionais e marcantes, que nos trazem memórias familiares ou características dos locais onde vivemos”, explica Carolina. “E é nesse momento que a cerveja e sua diversidade de ingredientes e sabores pode nos levar a uma experiência ainda mais especial”, complementa.

Conheça mais sobre a Páscoa em diversas regiões do país e opções de cervejas para harmonizar:

 

Bahia – O almoço de Páscoa na Bahia tem entre os seus pratos mais característicos as Moquecas, preparadas com azeite de dendê e leite de coco. “As moquecas harmonizam bem com IPAs ou Imperial IPAs, que são mais amargas e alcoólicas. Elas ajudam a limpar o paladar e suavizar a gordura do azeite de dendê e do leite de coco. Além de trazer um aroma mais cítrico, que combina muito bem com frutos do mar”.

 

Pernambuco – Em Pernambuco é tradicional o preparo do Feijão de Coco nesta época, mais especificamente na sexta-feira. “Feito à base de leite de coco, coentro e cominho, o Feijão de Coco pode harmonizar muito bem com cervejas Blond Ale, pois as notas condimentadas desse estilo acabam por complementar os sabores do prato”.

 

Rio de Janeiro e São Paulo – Nas duas capitais mais populosas do país, o almoço de Páscoa ainda tem o Bacalhau como grande estrela, sendo servido de diversas formas, seja em meio a uma salada, ao forno com batatas e pimentão e até como risoto. “O bacalhau é um peixe mais salgado, portanto o ideal neste caso são cervejas com notas mais cítricas e condimentadas, que vão atenuar o sal do peixe. Estilos belgas como Saison ou Witbier são os mais recomendados”.

 

Minas Gerais – Um prato que permanece popular entre os mineiros nesta época é a tradicional Galinha ao Molho Pardo, normalmente acompanhada de arroz, angu e couve. “Este prato, especialmente pela presença do molho pardo, possui um sabor bem forte e marcante. Para trazer equilíbrio ao paladar, uma sugestão é harmonizá-lo com uma cerveja igualmente marcante, como uma Dubbel”.

 

Santa Catarina – Em Santa Catarina, mais especificamente na capita Florianópolis, é comum o preparo da Tainha frita na banha de porco também durante o feriado de Páscoa. “Assim como peixe frito de uma forma geral, a tainha vai bem com cervejas leves e bem carbonatadas, pois essa característica é que vai ajudar a limpar o paladar, criando uma nova sensação para quem aprecia. American Lagers e até mesmo Weizenbier, que são as cervejas de trigo, são ideais”.

E para a quem não quer não fugir do chocolate nesta época? Carolina Loureiro também tem dicas para unir as duas paixões nacionais. “Com o chocolate podemos pensar em 3 divisões básicas: Para os mais amargos, o ideal são as cervejas mais escuras, com perfil de torrefação, como Imperial Stout e Schwarzbier. Chocolate ao leite pede cervejas mais encorpadas, como as Bock e as Porter. E o chocolate branco pode ser harmonizado com as Fruit Beer, especialmente as que contam com frutas vermelhas, como as Fruit Lambic e as Brown Ale”, finaliza.

Prefeituras baianas veem no Festival Conexão Musical uma oportunidade para aquecer a economia local

A Prefeita de Ipiaú, Maria das Graças Mendonça, diz que o festival é importante para a economia e cultura dos municípios por onde passa.

 

O Festival Conexão Musical tem sido uma boa oportunidade para aquecer a economia, além de promover cultura, nas cidades por onde o evento itinerante passa. No último final de semana, a caravana, que é um projeto da cerveja Skol,  passou pelo território do Médio Rio de Contas, na cidade de Ipiaú.

No dias que antecederam a passagem do festival pela cidade, a prefeitura de Ipiaú convocou um cadastramento de ambulantes para facilitar a organização e logística do perímetro, dando assim a oportunidade de pequenos comerciantes venderem seus produtos.


Foto: DIRCOM / Prefeitura

“Apoiamos esse evento com o intuito de trazer diversão para todos, bem como fomentar a economia do nosso município. O festival movimentou a cidade, grandes e pequenos comerciantes. Além de destacar os artistas da terra”, pontuou a prefeita de Ipiaú Maria das Graças.

É válido relembrar que esse fomento da economia aconteceu em outros municípios por onde o festival passou. O comerciante de Ruy Barbosa, Jailton Silva dos Santos, viu a receita da sua lanchonete ampliar significativamente durante os dias em que o Festival Conexão Musical esteve na cidade.

 

“Para você ter uma noção, acabou todo meu estoque de produtos, tanto de cerveja quanto de lanches. Eu tive um lucro de aproximadamente R$ 11 mil” destacou o comerciante. Ele ainda ressaltou a importância de eventos como esse para o fomento, não apenas da cultura, mas também para movimentar o comércio local. “Eventos desse tipo trazem movimento e ajudam a melhorar a autoestima do povo”, afirmou Jailton.

Para Pedro Beltrão, gerente regional de eventos da Skol – principal patrocinadora do Festival, essa ideia está na essência do evento e da marca. “Este tipo de programação reforça esta nossa essência de promoção da alegria e união, de forma democrática e sem preconceitos e ajudando a fomentar a economia local”, afirma.

 

Grupo de Dança Insight aborda migração do povo Sertanejo em espetáculo

O espetáculo de danças urbanas assinado pelo Grupo iNsight e intitulado “Às Vez Nenhé, Mas É” será apresentado nos dias 3 e 4 de maio, às 20h, no Teatro Sesc Pelourinho. Um mergulho no universo sertanejo nordestino, através das danças urbanas ligadas ao movimento Hip Hop e de danças populares brasileiras.

Peculiaridade e humor são características apresentadas, abordando um assunto tão sério e duro como o tradicional êxodo rural, sem perder o estado de espírito esperançoso e alegre. Para a toda família!

Sob direção e produção do dançarino e coreografo baiano, Dave Barros, formado em Produção Cultural pela UFBA e fundador do Grupo Insight, com especializações e cursos na Ucrânia e Alemanha, além da participação em importantes festivais de Hip Hip no Brasil, como Rio H2K, Internacional de Curitiba, Congresso Brasil de DanceHall, SDC, dentre outros.

O espetáculo ainda agrega a experiência e o talento dos interpretes criadores: Bruno Vieira, Nahtyé Guimarães e Slick Anderson, com iluminação de Gérard Lafuste, Trilha Sonora de Dave Barros e Cenografia de Bruno Vieira.

Os ingressos podem ser adquiridos, através do site www.sympla.com.br/asveznenhemase no valor de 15 reais meia e 30 reais inteira.

© 2019 - TV Aratu - Todos Direitos Reservados
Rua Pedro Gama, 31, Federação. Tel: 71 3339-8088 - Salvador - BA