Categoria: #ConversaDeAmiga

REPRESENTATIVIDADE E EMPODERAMENTO – Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha

Oi, gente linda! Tudo bem? Você sabia que no dia 25 de julho foi comemorado o Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha? No Brasil, a Lei nº 12.987 de 2014 foi sancionada pela presidenta Dilma Rousseff, como o Dia Nacional de Tereza de Benguela e da Mulher Negra.

Apesar de nós mulheres negras sermos a maioria entre a população de sexo feminino no Brasil, ainda sofremos muita exclusão e preconceito na sociedade. Temos pouca representatividade em grandes cargos, como na politica, mídia e em outras diversas esferas profissionais. Já parou para perceber quantas mulheres negras você vê nesses cargos? As oportunidades entre mulheres brancas e negras não são as mesmas. Um desses lugares que é a mídia deixa isso bem visível; São poucos lugares que abrem espaços para nós.

 

Imagem relacionada

 

A representatividade tem uma grande importância em nossas vidas. Termos voz, nos enxergarmos, nos vermos em grandes cargos e ocupando espaços é essencial. Grandes mulheres negras mudaram a história, e servem de inspiração até hoje, como Tereza de Benguela. Ela liderou o Quilombo de Quariterê após a morte de seu companheiro. Na mídia televisiva, o nome que está mais em evidência atualmente, e que nos representa socialmente falando, é a Maria Júlia Coutinho, mais conhecida como Maju, jornalista e apresentadora de TV, que é um dos destaques no jornalismo da TV Globo. Aqui em Salvador, Cynthia Paixão, que é empresária e idealizadora de vários concursos de beleza Plus Size, é um grande exemplo de mulher negra para nos inspirarmos. Já foi Rainha do Bloco Afro Malê Debalê e Deusa do Ébano do Ilê Aiyê, em 2014. Recentemente, se tornou Vice Coordenadora do PRB Mulher Municipal.

 

Tereza de Benguela

 

A luta continua e termos um dia de destaque para isso é maravilhoso. Me afirmo como mulher negra, e que nós ocupemos cada vez mais grandes espaços que merecemos e tenhamos voz para falar sobre temas importantes, como preconceito, empoderamento e representatividade!

 

Resultado de imagem para black women study

 

Me sigam lá no Instagram www.instagram.com/vivifvieira para não perder nenhuma novidade, se inscrevam no meu canal youtube.com/vivianvieira e curtam minha página no Facebook facebook.com/vivifvieira.

Fotos: Reprodução

Bjs,

Vivian Vieira

O AMOR QUE NOS LEVA LONGE – Já se amou nesse Dia dos Namorados?

Oi, gente linda! Tudo bem com vocês? Hoje é 12 de junho, o famoso Dia dos Namorados. Para muitos casais um dia maravilhoso, para algumas pessoas solteiras mais um dia normal, para outras um dia chato, ou até mesmo triste.

Já parou para pensar que quando estamos em um relacionamento cuidamos tanto daquela pessoa, amamos, damos o nosso melhor. Mas, quando estamos solteiras não nos cuidamos? Colocamos outras pessoas na frente de nós mesmas.

Que tal se amar nesse Dia dos Namorados? Comprar um presente pra você mesma, fazer a comida que você gosta, aproveitar um spa day ou simplesmente ver aquele filme na Netflix com brigadeiro de panela? Juro que não vai se arrepender!

Se não nos amarmos, como alguém irá poder nos amar? Nos valorizar? Quando começamos a cultivar nosso amor próprio, tudo ao nosso redor começa a mudar, e evitamos até prolongar um relacionamento com uma pessoa abusiva que nos coloca pra baixo, pois sabemos que merecemos ser amadas e tratadas com respeito. O amor próprio é o amor que nos leva mais longe! Não existe sensação melhor do que se olhar no espelho e ver que com aquela pessoa refletida somos capazes de enfrentar tudo. Podemos até mesmo estar em um relacionamento maravilhoso e amar aquela outra pessoa, mas não podemos nunca esquecer do amor mais importante: o próprio!

Me sigam lá no Instagram www.instagram.com/vivifvieira para não perder nenhuma novidade, se inscrevam no meu canal youtube.com/vivianvieira e curtam minha página no Facebook facebook.com/vivifvieira.

Fotos: Reprodução | Pinterest

Bjs,

Vivian Vieira

 

 

GORDOFOBIA MATA – Ato acontecerá em Salvador

Oi, gente linda! Tudo bem com vocês? Milhares de jovens gordos morrem todos os anos por causa do bullying fora e dentro das escolas. A Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (PeNSE), de 2012, entrevistou 110 mil alunos e traçou o perfil dos estudantes a partir da percepção deles sobre o próprio corpo, numa escala de características como “muito magro”, “magro”, “normal”, “gordo” e “muito gordo”. Após comparar as respostas das entrevistas, a pesquisa chegou à conclusão que os estereótipos “muito magro”, “gordo” e “muito gordo” são os alvos preferidos de perseguições: 11,3%, 12,1% e 23,7% das crianças inseridas nestas categorias, respectivamente, responderam sofrer bullying com frequência.

 

Na quarta-feira, 16, Dielly Santos, uma jovem de 17 anos foi encontrada sem vida, na casa onde morava com a tia no distrito de Icoaraci, no estado do Pará. Amigos contam que a jovem era sorridente e carinhosa, uma prima da jovem chegou a comentar que Dielly sempre sofria bullying, principalmente na escola que estudava. Amigos pretendem realizar uma manifestação onde moram nos próximos dias contra o bullying e de conscientização da população sobre a depressão. Aqui em Salvador acontecerá um ato contra a gordofobia no dia 03 de junho às 16h, na praça das gordinhas, em Ondina, organizado pelo movimento “Vai Ter Gorda”.

 

 

 

Após a morte de Dielly a gordofobia que ela passava ficou ainda mais evidente através de comentários ofensivos nas redes sociais, as famosas “piadinhas”. Infelizmente a gordofobia está presente tanto em escolas, como no trabalho e em diversos aspectos da vida de uma pessoa gorda, principalmente de nós mulheres. Quantas “Diellys” precisarão morrer para isso acabar? É uma luta diária ser uma mulher gorda nessa sociedade que anda tão doente de preconceito, e que não tem empatia nem para uma jovem que faleceu de maneira tão triste, por não suportar mais sofrer com o bullying.

Se você está passando por alguma situação de gordofobia que esteja afetando o seu emocional procure ajuda profissional, se abra com pessoas próximas que possam entender e se precisar, vamos bater um papo nas minhas redes sociais sobre isso.  Não podemos nos calar, e nunca se esqueça que você não está sozinha.

Você pode ser ouvido: 
Basta ligar para o telefone 141 ou acessar o site cvv.org.br, onde o apoio emocional gratuito é oferecido 24 horas por dia, nos sete dias da semana, via chat, Skype o email.

Vamos ficar mais conectados? Me sigam lá no Instagram www.instagram.com/vivifvieira para não perder nenhuma novidade, se inscrevam no meu canal youtube.com/vivianvieira e curtam minha página no Facebook facebook.com/vivifvieira.

Bjs,

Vivian Vieira

Cartilha distribuida em escola deixa em evidência a gordofobia no ambiente escolar

Oi, gente linda! Tudo bem com vocês? O nosso #ConversaDeAmiga desta sexta-feira, 4, é sobre um acontecimento polêmico que ocorreu recentemente. A Prefeitura de São José dos Campos distribuiu em uma escola uma cartilha com conteúdo gordofobico intitulado de “A Fantástica Magia dos Alimentos”.

 

 

A cartilha tem quadrinhos em que uma criança gorda é comparada a uma botijão de gás, entre outras tirinhas com diálogos extremamente gordofóbicos. O material que tem o intuito de falar sobre alimentação saudável chamou atenção dos pais dos alunos e repercutiu na internet.

 

 

Em nota, a Secretaria de Educação e Cidadania esclareceu que a cartilha foi utilizada durante uma aula de educação física, para um projeto sobre alimentação saudável com a finalidade de dar tratamento lúdico ao projeto. A Secretaria de Educação e Cidadania informou também que recolheu o material.

É uma questão muito importante, pois na maioria das vezes a gordofobia começa no ambiente escolar e traz traumas que ficam para a vida toda. Sou super a favor de uma alimentação mais saudável, porém os educadores devem ter mais atenção em relação aos materiais que levam para as salas de aulas para não causar constrangimentos e traumas para esses alunos. Saúde psicológica também é saúde e muitas vezes é muito mais difícil de resolver do que uma alimentação não saudável.

Vamos ficar mais conectados? Me sigam lá no Instagram www.instagram.com/vivifvieira para não perder nenhuma novidade, se inscrevam no meu canal youtube.com/vivianvieira e curtam minha página no Facebook facebook.com/vivifvieira.

Fotos: Reprodução

 

Bjs,

Vivian Vieira

Modelo Plus Size mais famosa do Brasil foi rejeitada por estilistas

Oi, gente linda! Tudo bem com vocês? Aconteceu neste último fim de semana na 8ª edição do baile da amfAR em São Paulo, uma festa onde o valor dos convites e dos itens leiloados beneficiam pesquisas e combate a AIDS.

O evento contou com a presença de famosos como Bruna Marquezine, Neymar, Sabrina Sato e a modelo Plus Size mais famosa do Brasil conhecida pela mídia como Gisele Bündchen Plus Size, Fluvia Lacerda. O mercado Plus Size vem crescendo cada vez mais, porém, algo que chamou atenção foi o fato da modelo ter produzido o próprio vestido.

A modelo depois de ser rejeitada por todos os estilistas de alta costura que costumam vestir diversas celebridades, desenhou o seu próprio vestido e com a ajuda de Mario Catto e Malu Maya, executou segundo ela “esse sonho de vestido de forma tão impecável!”, mostrando aos estilistas gordofóbicos que nada é capaz de parar seu trabalho. “Esse vestido foi um sonho meu, imaginado depois de tantas portas fechadas na tentativa de ser vestida por uma marca ou designer nacional”, disse em publicação no seu perfil do Instagram.

Esse episódio absurdo serviu para deixar ainda mais em visibilidade a gordofobia que ainda existe principalmente no mundo da moda, e como ser gorda é difícil até mesmo para quem está na mídia. Nós como mulheres gordas não devemos aceitar o que tentam nos impor e mostrar que merecemos mais espaço sim! Fluvia é um exemplo de força e luta contra a gordofobia.

 

Vamos ficar mais conectados? Me sigam lá no Instagram www.instagram.com/vivifvieira para não perder nenhuma novidade, se inscrevam no meu canal youtube.com/vivianvieira e curtam minha página no Facebook facebook.com/vivifvieira.

Fotos: Reprodução

Bjs,

Vivian Vieira

A autoestima das redes sociais existe?

Oi, gente linda! Tudo bem com vocês? Nesta quarta-feira, 14, quero falar sobre um assunto que vivi recentemente: Será que essa autoestima 365 dias do ano que tanto vemos nas redes sociais existe?

Eu sou uma das pessoas que falam sobre autoestima e empoderamento. O maior motivo para criar o Etiqueta GG foi levantar cada vez mais a autoestima de mulheres trazendo representatividade e amor próprio, mas quero ficar bem longe dessa tal “perfeição” das redes sociais e por isso irei compartilhar esse meu momento com vocês que infelizmente não vemos muitas pessoas falando sobre na internet.

Em um dia de baixa autoestima abrir as redes sociais e vi diversos textos de amor próprio, vídeos sobre empoderamento, fotos maravilhosas repletas de autoestima e me senti ainda pior. Foi quando decidi fechar tudo e simplesmente respeitar o meu momento. Agora você deve está ai se perguntando “Como assim respeitar um momento de baixa autoestima?” Não acho errado falar sobre autoestima e outros assuntos voltados para isso nas redes sociais. Abordá-los ajuda diversas mulheres e eu amo acompanhar pessoas que falam sobre esses nichos em um mundo que nós diz a todo momento que precisamos mudar para alcançar o “padrão”, mas às vezes nos forçamos tanto, exigimos de nós mesmas em estarmos sempre pra cima, nos amando e esquecemos que somos simples seres humanos. Até a mais empoderada das blogueiras plus size que vemos por aí tem um momento de tristeza e pouca autoestima. Quando não respeitamos esse nosso momento e forçamos uma falsa felicidade estamos enganando a nós mesmas.

Tudo bem ter um dia que não estamos bem. Escute músicas, leia livros, veja filmes… Deixe de curtir fotos nas redes sociais por um momento e curta um tempo com você mesma! É incrível como podemos nos redescobrir e nos amar cada vez mais quando passamos por esses momentos. Baixa autoestima só se torna um problema quando sentimos todos os dias e nesse momento sim precisamos de ajuda, mas se esse não é o caso não se exija tanto. Em alguns momentos nossa própria companhia é a melhor que podemos ter. Nunca se esqueça que amor próprio também precisa de respeito para florescer!

 

 

Vamos ficar mais conectados? Me sigam lá no Instagram @vivifvieira para não perder nenhuma novidade, se inscrevam no meu canal youtube.com/vivianvieira e curtam minha página no Facebook facebook.com/vivifvieira.

Foto: Heather Hazzan and Lily Cummings

Imagem: Textos cruéis demais para serem lidos rapidamente

Bjs,

Vivian Vieira

Qual é o corpo perfeito para o verão?

Oi, gente linda! Tudo bem com vocês? O verão chegou e com ele o dilema de muitas meninas. Existe o famoso corpo perfeito de praia que tanto falam por ai?

Quando se pensa em verão, logo vem a mente praia, né? Muitas vezes as pessoas definem o verão como “corpos perfeitos”, ou seja, corpos magros na concepção da maioria. Assim, o momento de ir a praia para nós gordas se torna um desafio. Por causa do medo da gordofobia muitas meninas deixam até de aproveitar o verão. Eu por exemplo, perdi momentos especiais com minha família e amigos.

Por muito tempo quando eu colocava um biquíni ao ir para a praia, me sentia julgada e super desconfortável com a situação por ter vergonha do meu corpo. Colocam tanto na nossa cabeça dietas malucas para o verão, milhares de fotos de mulheres magras em anúncios de moda praia, fotos de corpos magros e cheios de Photoshop nas redes sociais que acabamos achando que esse padrão é o certo a se seguir.

 

Imagens achadas na internet após uma pesquisa sobre corpo perfeito para o verão.


Nunca deixe de fazer algo que você queira por causa de padrões completamente sem sentido. Você é linda e não tem nada para esconder! Quando deixei de me importar com o que as pessoas poderiam estar pensando, me senti muito mais feliz comigo mesma. Pegue o seu melhor biquíni e aproveite o verão. O corpo perfeito é o seu!

 

Vamos ficar mais conectados? Me sigam lá no Instagram @vivifvieira para não perder nenhuma novidade, se inscrevam no meu canal youtube.com/vivianvieira e curtam a página no Facebook facebook.com/vivifvieira.

Foto: Thiago Conceição

Bjs,

Vivian Vieira

Concurso Rainha Plus Size do Carnaval traz representatividade e beleza para a folia

Oi, gente linda! Tudo bem com vocês? O carnaval é uma das festas mais populares do Brasil e principalmente aqui da Bahia. Nesse domingo, 4, vai ocorrer a final do concurso Rainha Plus Size do Carnaval no Wish Hotel da Bahia para escolher a representante plus size desse carnaval.

A ideia de ter um concurso para levantar as principais bandeiras do movimento plus size como a valorização e resgaste da autoestima da mulher gorda surgiu da empresária Cynthia Paixão também Deusa do Ébano do Ilê Aiyê em 2014 e da Adriana Santos – Miss Plus Size Bahia 2013 e Coordenadora do Movimento Vai Ter Gorda.

O concurso que tem como padrinhos o cantor Daniel Vieira e a jornalista Maíra Azevedo, tem o objetivo de quebrar paradigmas e levar mais diversidade ao Carnaval de Salvador, além de trazer representatividade que é muito importante para nós mulheres gordas. Ao todo, 30 finalistas de diversos bairros de Salvador e cidades da Bahia irão unir carisma e desenvoltura, para encantar uma bancada de dez jurados onde irão coroar a Rainha Plus Size do Carnaval e duas princesas. É extremamente importante ter um concurso como esse para nós mulheres gordas mostrarmos que podemos participar da folia trazendo beleza, alegria e autoestima.

Os ingressos estão a venda por R$ 40,00 a pista e R$ 70,00 o camarote. A final do concurso está marcada para às 17h. O evento terá como atração cultural a Banda Didá, a cantora Aila Menezes, entre outros artistas. Estarei lá assistindo tudo de pertinho e espero todos vocês!

 

 

Vamos ficar mais conectados? Me sigam lá no Instagram @vivifvieira para não perder nenhuma novidade, se inscrevam no meu canal youtube.com/vivianvieira e curtam a página no Facebook facebook.com/vivifvieira.

Bjs,

Vivian Vieira

Concurso Musa do Bavi Plus Size faz sucesso nas areias de Salvador

Oi, gente linda! Tudo bem com vocês? Quem não tem o seu time do coração? O Musa do Ba-Vi Plus Size chegou quebrando barreiras e trazendo ainda mais visibilidade para a causa plus size.

Nós do Etiqueta GG tivemos a oportunidade de ver de perto o ensaio fotográfico das candidatas no Farol da Barra e saber um pouco mais sobre o concurso. Segundo Priscila Batista, organizadora do concurso, a ideia é empoderar as mulheres gordas, através dos times do coração. “O objetivo é fazer elas se sentirem poderosas e ‘divas’ representando seus clubes”, afirmou.

 

 

A ideia do concurso surgiu de um momento que não passou despercebido por ela. “A ideia surgiu quando eu vi uma mulher gorda com a blusa do seu time. Queria fazer com os clubes da Bahia, mas a maior popularidade foi entre a dupla Ba-Vi”, disse.

Ela ainda nos contou um pouco sobre os problemas que enfrentam, como a falta de apoio “Nossa dificuldade é apoio de lojas e dos próprios times. É onde queremos ter conhecimento!”, afirmou.

 

 

Apesar de todas as dificuldades, Priscila e as meninas que participam do concurso não perdem a esperança e garra para ter a devida visibilidade que o projeto merece. E a organizadora nos revelou o seu maior objetivo. “Poder ir ao Campeonato Baiano e poder fazer fotos nos campos de futebol”, revelou.

Com certeza um concurso tão legal como esse merece cada vez mais visibilidade e apoio! Nós do Etiqueta GG também fazemos parte dessa história e esperamos que esse projeto cresça cada vez mais.

Vamos ficar mais conectados? Me sigam lá no Instagram @vivifvieira para não perder nenhuma novidade, se inscrevam no meu canal youtube.com/vivianvieira e curtam a página no Facebook facebook.com/vivifvieira.

Fotos: Thiago Conceição

Bjs,

Vivian Vieira

Gorda é ofensa?

Oi, gente linda! No #ConversaDeAmiga desta quarta, 6, irei falar sobre um assunto que venho pensando há algum tempo: Será que gorda é uma ofensa?

As pessoas usam a palavra gorda de uma forma tão pejorativa diariamente, que até começamos a temer essa palavra e usar outras palavras como: “gordinha”e “fofinha”. É como se a palavra gorda fosse proibida. Acho engraçado quando alguém fala “gorda” de uma maneira ofensiva, e “magra” como um elogio. Não é nem uma ofensa e nem um elogio. Apenas uma característica, gente!

Sempre tem aquela pessoa que reforça todo esse preconceito falando que estão preocupadas com a saúde das gordas. Existem gordas doentes e gordas saudáveis, da mesma maneira que existem magras saudáveis e magras doentes. Cada um sabe o que é melhor para si. Se em algum momento sentir que o peso está excessivo e prejudicando a saúde, serei a primeira a me preocupar com certeza.

Espero que nós gordas tenhamos cada vez mais representatividade para quebrar tabus como esse. Gorda sim, e jamais será uma ofensa para mim!

Vamos ficar mais conectados? Me sigam lá no Instagram @vivifvieira para não perder nenhuma novidade, se inscrevam no meu canal youtube.com/vivianvieira e curtam minha página no Facebook facebook.com/vivifvieira.

Ilustração: Antonio Paramo / Acta Mundi / Reprodução

Bjs,

Vivian Vieira

© 2018 - TV Aratu - Todos Direitos Reservados
Rua Pedro Gama, 31, Federação. Tel: 71 3339-8088 - Salvador - BA