TABELINHA IMPROVÁVEL

Os eleitores do interior da Bahia estão fechados com o governador Rui Costa, preferem Wagner no senado, mas também querem ver Jair Bolsonaro na presidência. A estranha “chapa” é uma tendência nas cidades visitadas pela coligação liderada pelo PT. Essa, pelo menos, é a impressão relatada por pessoas que fazem parte da equipe do governador.

“Nas viagens e no papo com o povo, percebemos que a maioria dos eleitores de Rui vota em Bolsonaro pra presidente. Esquisito, né?”, contou um dos integrantes da comitiva petista que vem rodando o estado durante a campanha.

O Ibope não divulgou os números da mais recente pesquisa presidencial em cada estado brasileiro. Na pesquisa anterior, divulgada no dia 22 de agosto, Fernando Haddad ainda não era o candidato oficial do PT, mas um cenário com o nome dele foi apresentado aos eleitores baianos. Nesse levantamento, Marina Silva (Rede) liderava na Bahia com 16 pontos, empatada tecnicamente com Bolsonaro (PSL), que tinha 13 pontos. Haddad era o quinto, com apenas 5.

Quase um mês depois, já se sabe que Haddad lidera as intenções de voto na região Nordeste, com 31% da preferência. Quase o dobro de Bolsonaro, que aparece com 16%, segundo o Ibope.

QUEM SE IMPORTA COM O C DE ALCKMIN?

fhc e alckmin

O ex-presidente do Brasil e recém chegado ao Twitter, Fernando Henrique Cardoso, não esconde seu apoio ao presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB). Ou melhor, “Alkmin”, como tem escrito na rede social o nome do ex-governador de São Paulo. E os internautas não perdoaram.

FCH, que também é professor universitário, então, rebateu as críticas com uma postagem nesta quarta-feira (19/9).

Siga-nos no twitter: @linhadefrenteba

Candidata do PT desafia Ciro pra roda de capoeira contra Haddad

Candidata estreante em eleições, a artista plástica e professora de filosofia Marcia Tiburi, que defende o nome para governadora do Rio de Janeiro pelo PT, se envolveu numa polêmica que extrapolou a política. Inconformada com o fato de Ciro Gomes ter insinuado em sabatina que Haddad seria um candidato fraco, Tiburi saiu com uma resposta: “Experimenta entrar em uma roda de capoeira com o Fernando Haddad para ver quem é fraco”.

O desafio foi publicado em postagem do twitter pessoal da feminista, na tarde desta quarta. Ciro Gomes fez uma afirmação dura na sabatina do site G1 com a rádio CBN: “O Brasil não suporta mais um presidente fraco que tenha de consultar o seu mentor. Foi assim com a Dilma, uma pessoa honrada, mas sem experiência e maturidade política, eleita na popularidade do Lula e que, na hora da crise, nomeou Lula ministro. Se apertar, o Haddad vai fazer o quê? Ir para Curitiba?” Clique aqui e leia a reportagem do UOL

Na pesquisa Ibope mais recente para o governo do Rio, divulgada no dia 10, Tiburi está empatada na oitava colocação, com 1% dos votos. Na frente dela, estão Eduardo Paes (DEM), com 23%, Romário (Podemos), com 20%, Garotinho (PRP), com 12%, Tarcísio Motta (PSOL), com 5%, Índio da Costa (PSD), com 4%, Pedro Fernandes (PDT) e Marcelo Trindade (Novo) , com 2%, além de André Monteiro (PRTB), Dayse Oliveira (PSTU), Wilson Witzel (PSC), todos com 1%.

Márcia Tiburi tem 54 mil seguidores no twitter, enquanto o presidenciável Ciro Gomes tem 294 mil seguidores na mesma rede social.

Siga-nos no twitter: @linhadefrenteba

ÁUDIO DE BOLSONARO É FAKE, DIZ ASSESSORIA

Em um áudio que tem circulado nas redes sociais, uma voz, que seria do candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL), aparece reclamando do tempo que está internado, após levar uma facada durante caminhada em Juiz de Fora (MG), no dia 6 de setembro. Nele, Bolsonaro estaria alterado e conversando com seu filho, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL).

Não aguento mais isso aqui. Tô uma semana nessa merda. Calma? O filho da puta do Mourão querendo me foder. Como é que eu vou ganhar essa eleição se eu tô aqui dentro? Me diz. Diz pra mim, Eduardo, como é que eu vou ganhar a eleição? Fala baixo é o caralho. O teatrinho acabou. Chega. Chega dessa merda. Tá com medo do que, da enfermeira me ouvir, aquela puta, vagabunda? Não aguento mais isso. Nem para tirar a injeção aquela puta sabe. A gente tem uma eleição para ganhar, e você me mantendo aqui nessa merda de teatro. Chega, preciso ir pra rua, pô. Não aguento mais essa merda, chega desse teatro. Eu quero sair daqui, vou pra cima daquele porra. Um filho da puta subindo pra caralho, e eu aqui preso? Eu vou pra cima daquele veado”.

A oposição tem reverberado o áudio no WhatsApp seguido da legenda “bateu o desespero”. Ao Linha de Frente, porém, a assessoria do presidenciável negou a informação de que se trata de Bolsonaro no áudio.

Siga-nos no twitter: @linhadefrenteba

AMOÊDO X FAKE NEWS

O candidato à Presidência da República pelo Partido NOVO, João Amoêdo, gravou um vídeo no Twitter desmentindo as informações de que apoiaria Jair Bolsonaro no segundo turno e assumiria um ministério no eventual governo do candidato do PSL.

A informação divulgada pelo jornal Correio Brasiliense foi classificada como fake news pelo presidenciável, que gravou um vídeo pra esclarecer a situação. Veja:

João Amoêdo participará de uma entrevista exclusiva no Linha de Frente amanhã, às 17h. O programa apresentado pelo jornalista Pablo Reis será transmitido ao vivo pelo facebook.com/aratuonline.

 

ALCKMIN ENTRE “VERMELHO” E “PRECONCEITO”: veja vídeo

Para tentar sair do incômodo quarto lugar (com um dígito apenas de preferência do eleitorado), a campanha de Geraldo Alckmin decidiu adotar tom agressivo nas três últimas semanas antes do primeiro turno. É tudo ou nada.  A estratégia é colocar os principais adversários (Haddad e Bolsonaro) em situações extremistas. A propaganda política desta terça (18) citou a “turma do Vermelho” e a “turma do preconceito e da intolerância” para colocar o tucano como alternativa.

“De um lado, nós temos a turma de vermelho, que quer o fim da Operação Lava Jato para encobrir o maior escândalo de corrupção do mundo. A turma que colocou o Brasil na sua maior crise”, declara a apresentadora.

Ela continua a ler o texto, embalada por uma trilha sonora de fundo que parece de filme de suspense – ou policial. “De outro lado, temos a turma do preconceito, que persegue mulheres até nas redes sociais. A turma da revolta, da ignorância, do ódio a tudo e a todos. Que quer um deputado despreparado, sem propostas, que acha que vai resolver tudo na bala”.

“Essas duas turmas não vão levar o Brasil para lugar nenhum, a não ser o fundo do poço. Eles não tem proposta, seriedade, e muito menos experiência.”

Cada vez mais distanciado do 2o turno, Alckmin recusava colocar no horário eleitoral um tom alarmista. Parece ter sido convencido do contrário, sob única chance de ainda tentar chegar ao segundo turno, cada dia mais polarizado entre petistas e bolsonarianos.

Veja o vídeo:

 

Siga-nos no twitter: @linhadefrenteba

HADDAD IMITA LULA: MILITANTES APLAUDEM; veja vídeo

Um improviso de Fernando Haddad durante ato de campanha no início da noite desta terça, em Florianópolis, vai ser fartamente usado pela campanha petista.

Enquanto relatava um suposto diálogo com o ex-presidente, o ex-ministro resolveu imitar a voz rouca de Lula: “Companheiro Haddad…” A dublagem motivou gritos e aplausos da militância. O candidato continuou: “vai lá, e ganha essa eleição pra mim”.

Clique e assista ao vídeo:

Siga-nos no twitter: @linhadefrenteba

UM LÁZARO QUE INCOMODA NO SENADO

As recentes peças da campanha da chapa Rui-Wagner-Coronel contra o candidato ao Irmão Lázaro (PSC) ficaram justificadas após a divulgação dos resultados da pesquisa Ibope para as duas vagas ao Senado pela Bahia.

Wagner lidera com 41%, seguido por Lázaro (22%), Coronel (15%), e Jutahy (11%). Intruso no que se prometia “cabelo e barba” pela chapa majoritária da situação, o Irmão Lázaro ainda deve enfrentar muito fogo cruzado até o dia 7 de outubro.

Como a margem de erro é de três pontos percentuais, Ângelo Coronel e Jutahy Magalhães Jr estão tecnicamente empatados.

Atrás dos quatro primeiros, aparecem Fábio Nogueira (PSOL), 5%, Jorge Viana (MDB), 4%, Marcos Maurício (DC) e Comandante Rangel (PSL), 3%. Francisco José, da Rede e Adroaldo dos Santos (PCO) ficam com 1%. Enquanto Celsinho Cotrim (PRTB) não pontuou.

De acordo com o Ibope, mais de 40% dos baianos ainda não decidiram em quem votarão para o Senado.

Siga-nos pelo twitter: @linhadefrenteba

RUI COSTA DISPARA, SEGUNDO IBOPE

A pesquisa Ibope divulgada nesta terça (18), pela TV Bahia, coloca Rui Costa (PT) com larga vantagem pela reeleição, somando 60% dos votos, contra 7% do candidato do DEM, José Ronaldo. O salto de dez pontos percentuais em relação a uma consulta em agosto animou os petistas nacionalmente. Por outro lado, levou ao prefeito de Salvador, ACM Neto, se preocupar com uma debandada ainda maior dos políticos aliados a ele.

João Henrique (PRTB) segue em terceiro, com 2%, um ponto percentual a menos do que na última consulta do instituto. Marcos Mendes (PSOL), Célia Sacramento (Rede), João Santana (MDB) e Orlando Andrade (PCO) têm 1% cada. Brancos e nulos somam 17%, enquanto os indecisos chegam a 10%.

A rigor, só Rui Costa cresceu na preferência popular. O temor na coligação de José Ronaldo é de que os candidatos a deputado passem a omitir e/ou boicotar o ex-prefeito de Feira.

Siga-nos no twitter: @linhadefrenteba

 

A PACIFICAÇÃO QUE O PT QUER

Quase como num passe de mágica, desde segunda-feira (17), os principais personagens do PT no Brasil começaram a adotar a expressão “pacto nacional”. O uso de um discurso unificado passou a mantra no partido logo que Fernando Haddad cresceu nas pesquisas, a ponto de ser nome certo no 2º turno.

No mesmo dia em que o professor paulista prestava sabatina a SBT, UOL e Folha, usando um tom amistoso aos principais adversários, o governador baiano foi entrevistando no Linha de Frente e acenou com a possibilidade real de somar aos adversários (até mesmo o PSDB) uma frente anti-bolsonarista.

A estratégia foi a forma encontrada para acalmar os ânimos do mercado, até o momento com grande inflexão pró-Bolsonaro. Foi decisiva a conversa do candidato ao Senado, Jaques Wagner, junto ao ex-presidente Lula no sentido de convencer que o enfrentamento, na situação atual, gera mais perdas do que ganhos ao PT. Depois da eleição, já é uma outra história…

Assista a entrevista de Rui Costa ao Linha de Frente:

Linha de Frente Eleições: Rui Costa (PT)

Linha de Frente Eleições: Entrevista com o Candidato ao Governo da Bahia, Rui Costa (PT)

Gepostet von Aratu Online am Montag, 17. September 2018

 Siga-nos no twitter: @linhadefrenteba

1 14 15 16 25
© 2019 - TV Aratu - Todos Direitos Reservados
Rua Pedro Gama, 31, Federação. Tel: 71 3339-8088 - Salvador - BA