Vice de Ciro, Kátia Abreu entra na onda dos memes… contra si mesma

A senadora Kátia Abreu, candidata a vice de Ciro Gomes (PDT), adotou, nesta segunda (13), uma estratégia simpática e muito pouco usual entre políticos brasileiros: participar da chamada zuêra da internet… tendo ela mesma como alvo.

Após sofrer ataques pelo suposto uso excessivo de edição de imagens na foto de campanha dela e do presidenciável, a pecuarista goiana, senadora por Tocantins, e ex-ministra da Agricultura, usou as redes sociais para divulgar as montagens mais engraçadas que os internautas fizeram com ela.

Em uma das publicações, a candidata ainda deu um puxão de orelha na assessoria: “Amei as reações sobre minha foto. Concordo total com vcs mas pessoal de comunicação , sabem como é? Acham ou tem certeza que sabe tudo. Valeu pela ajuda”

Kátia Abreu tem 56 anos de idade e conta com 120 mil seguidores no twitter.

A política do jeito que você entende também pelo www.twitter.com/linhadefrenteba

Aratu e Folha unem forças numa inédita cobertura de eleições na Bahia

Uma parceria inédita, que une a relevância do principal jornal impresso do Brasil, com a inovação e o jeito baiano de passar informação com credibilidade. Aratu e Folha de São Paulo estão juntos na cobertura das eleições 2018.

A emissora, que pretende somar mais de 70 horas dedicadas a entrevistas, debates e sabatinas com os candidatos, transmitidas pela TV e pelas redes sociais, vai ter o reforço da equipe da Folha durante o debate com os candidatos ao governo e nas rodadas de entrevista.

A parceria seria anunciada oficialmente nesta terça (14), pela diretora da Aratu, Ana Coelho. O site Alô Alô Bahia, entretanto, publicou a informação, com exclusividade, no início da noite de segunda (13). Clique aqui para ler a nota “TV Aratu fecha parceria com a Folha de São Paulo. Aos detalhes, vem!” 

A união entre os dois veículos é um prolongamento da relação já estabelecida entre SBT, Folha e UOL, na cobertura nacional.

Jornalistas da Folha estarão nos estúdios da Aratu, em Salvador, acompanhando o debate com os candidatos ao Governo do Estado, que deve ser o último antes das eleições marcadas para 7 de outubro.

O repórter João Pedro Pitombo, correspondente da Folha, será convidado como um dos entrevistadores, junto com a equipe do Linha de Frente.

 Participe do debate sobre política pelo www.twitter.com/linhadefrenteba

SHOW DO MILHÃO

Em São Paulo, a disputa ao governo está bem acirrada, com um empate entre Paulo Skaf (MDB) e João Dória (PSDB) na primeira colocação, de acordo com os dados da pesquisa CNT/MDA, divulgados na semana passada. Difícil saber quem vencerá a eleição, mas é quase certo que o próximo governador do estado mais rico do Brasil será um homem milionário.

A declaração de bens enviada pelo candidato do MDB ao TSE mostra que Skaf tem um patrimônio de R$ 27 milhões. Outro milionário entre os concorrentes é Rogério Chequer, do Partido Novo. O líder do Movimento Vem pra Rua tem mais de R$ 9 milhões em bens, incluindo uma aeronave de mais de 1,7 milhão. Em matéria de grana nenhum dos dois chega perto do atual prefeito de São Paulo, João Dória, que ainda não registrou a candidatura, mas declarou uma fortuna de R$ 179,7 milhões em 2016.

CIRO REGISTRADO

Ciro Gomes (PDT) é o quinto candidato a oficializar  o registro da candidatura à Presidência da República no TSE. Antes dele, Guilherme Boulos (PSOL), Cabo Daciolo (Patriota), Geraldo Alckmim (PSDB) e Vera Lúcia (PSTU) já constavam no sistema do Tribunal Superior Eleitoral.  No detalhamento do patrimônio, obrigatório para realização do registro, Ciro Gomes declarou R$ 1,695 milhão, que inclui uma casa e dois apartamentos, além de automóveis e investimentos. A candidata a vice, a Senadora e ex-Ministra da Agricultura, Kátia Abreu, é mais rica que Ciro, com R$ 2,690 milhões em bens.

Confiança em políticos? Brasil é o último do mundo, afirma Fórum Econômico Mundial

Os candidatos nas Eleições 2018 têm contra si o descrédito recorde dos brasileiros com a política. Relatório emitido na última edição mostra que o Brasil tem os piores políticos do mundo, na opinião dos cidadãos.

O país fica em 137º, o último entre os pesquisados, sobre a confiança da população nos seus governantes.

A pergunta para os entrevistados foi simples: “no seu país, qual a nota que você dá aos padrões éticos dos políticos?” As respostas poderiam ser entre 1 (extremamente baixa) a 7 (extremamente alta).  A média do Brasil ficou em 1,3. O campeão foi Singapura, com 6,4, seguido de Emirados Árabes Unidos (6,3) e Nova Zelândia (6,1). Os Estados Unidos e o Reino Unido ficaram empatados com 4,8, na 16a colocação.

Tem um dado ainda pior do que esse: a pesquisa sugere curva de queda.

Acompanhe mais pelo www.twitter.com/linhadefrenteba

LULA LIDERA

A pesquisa também apresentou um cenário com Lula na lista de candidatos. O ex-presidente tem 31% das intenções de voto, o maior número desde o primeiro levantamento XP/Ipespe realizado em 15 de maio. Jair Bolsonaro aparece 12 pontos abaixo, com 19%, seguido de um empate técnico quádruplo entre Geraldo Alckmin (9%), Marina Silva (8%), Ciro Gomes (6%) e Álvaro Dias (5%).

BOLSONARO LIDERA 2

No mesmo levantamento encomendado pela XP Investimentos ao Ipespe, Bolsonaro também aparece em primeiro lugar na pesquisa espontânea, quando os nomes dos candidatos não são apresentados aos candidatos. Neste cenário, o parlamentar do PSL aparece com 17% contra 15% de Lula. Geraldo Alckmin e Ciro Gomes dividem a terceira colocação, empatados com 3%. é muito alto o número de brancos, nulos e indecisos, que somam 58%.

BOLSONARO LIDERA

A XP investimentos divulgou esta manhã o resultado da primeira pesquisa para a Presidência da República realizada após o fim das convenções dos partidos, ou seja, com todos os candidatos já conhecidos e oficializados. O levantamento foi feito pelo Ipespe e no cenário que não inclui o ex-presidente Lula – inelegível de acordo com a Lei da Ficha Limpa – Bolsonaro lidera com mais que a soma do segundo e terceiro colocados. Importante destacar que a pesquisa também não inclui o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, o candidato a vice escolhido por Lula e que, provavelmente, será o candidato do PT à presidência.

Confira o resultado da pesquisa feita entre os dias 6 e 8 de agosto:

Jair Bolsonaro – 23%
Marina Silva – 12%
Geraldo Alckmin – 10%
Ciro Gomes – 9%
Alvaro Dias – 5%
Manuela D’Ávila – 3%
Henrique Meirelles – 3%
Guilherme Boulos – 1%

A pesquisa está registrada no TSE com o código BR-08988/2018

1º ROUND NO TWITTER: QUEM LEVOU A MELHOR ENTRE PRESIDENCIÁVEIS?

Não é só a cadeira do Planalto que os candidatos à Presidência da República querem ocupar. Os Trends Topics do Twitter também são um indicativo importante nas eleições 2018. É a partir deles que as equipes de comunicação dos candidatos conseguem acompanhar o que os internautas estão achando da participação de cada um em debates como o da noite da última quinta-feira (9/8), na Bandeirantes.

Assim que começou o evento, os líderes do Twitter eram Bolsonaro (PSL) (#EstouComBolsonaro), Boulos (Psol) (#BoulosnaBand) e Lula (PT) (#DebatecomLula). O petista não participou do debate porque está preso em Curitiba desde 7 de abril deste ano, mas foi citado porque o PT realizou um debate paralelo ao da emissora, na internet.

Trends às 22h, no início do debate

Ao final do segundo bloco, apareceram Ciro Gomes (PDT) (#CiroNaBand), Alvaro (Podemos) (#Alvaro) e Cabo Daciolo (Patriota) (#CaboDaciolo).

Trends às 00h, no final do segundo bloco do debate

Na rede social, o ranking de mais citados ficou assim: Bolsonaro encabeçando entre os mais comentados na rede social, Cabo Daciolo em segundo lugar, Alvaro Dias em terceiro, Boulos em quarto, Marina Silva (Rede), que apareceu pela primeira vez no espaço apenas no final do debate, e Ciro Gomes.

Trends às 1h, no final do debate

Ficaram sem expressão na rede social o ex-ministro da Fazenda, Henrique Meirelles (MDB), e o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB).

Siga o @linhadefrenteba no Twitter.

ENQUANTO ISSO… NA INTERNET

Na Band, candidatos em liberdade e autorizados pela Justiça debatem. Enquanto isso, o PT realiza um “debate” paralelo ao vivo pelo YouTube. Gleisi Hoffman, Fernando Haddad, Manuela D’Ávila e José Sérgio Gabrielli conversam em um cenário que tem o nome de Lula ao fundo. O ex-presidente aparece em vídeos de depoimentos antigos. Internautas participam ativamente (e agressivamente) no espaço reservado aos comentários em tempo real.

© 2018 - TV Aratu - Todos Direitos Reservados
Rua Pedro Gama, 31, Federação. Tel: 71 3339-8088 - Salvador - BA