Álvaro Dias chama Bolsonaro de “bandido”, “vagabundo” e diz que ele “está quase morto”; veja vídeo

Durante ato de campanha no interior do Paraná, o presidenciável Álvaro Dias (Podemos) não escondeu a irritação ao ouvir o nome de Jair Bolsonaro. Ele disse que o líder das pesquisas “está quase morto” e o chamou de “bandido” e “vagabundo”. Na pesquisa DataFolha divulgada na madrugada desta quinta (20), Bolsonaro aparece com 28% das intenções de voto, enquanto Álvaro Dias é o sétimo colocado, com 3%.

O desabafo foi registrado em um vídeo gravado em celular. Dias cumprimentava eleitores quando alguém falou: “Amigo, no final, colabora com o Bolsonaro.”

O ex-governador do Paraná reagiu:

“Deus me livre! Vocês querem destruir o Brasil? Isso [Bolsonaro] não sabe nada, isso é um bandido! Trinta anos [no Congresso], só fez pra ele e pra família. [Não fez] Nada! Isso é um vagabundo total! E ele tá quase morto. Tá quase morto. Não ganha [de] ninguém no segundo turno. Vocês estão enganados, vocês estão enganados. E eu tô bravo, eu tô bravo.”

Veja o vídeo:

Dias continuou posando para fotos, mas prosseguiu:

“Vocês querem honestidade, ou querem pilantragem? Malandro das praias cariocas não vai fazer nada pelo Paraná, não. Eu vou dizer: ele é vagabundo. Se não fosse a facada, eu estaria destruindo ele hoje. Ele é vagabundo.”

O eleitor ainda tentou contemporizar dizendo que há outros candidatos piores. Dias, com expressão menos nervosa do que no início, tentou consertar: “É, mas tem que votar no melhor, hein, não tem que votar no pior”.

Na continuação, o candidato revelou que se tratava de um desabafo e chegou a pedir “desculpa [por] alguma coisa”.

As últimas semanas de campanha no primeiro turno prenunciam guerra e baixaria.

Siga-nos no twitter: @linhadefrenteba

1º ROUND NO TWITTER: QUEM LEVOU A MELHOR ENTRE PRESIDENCIÁVEIS?

Não é só a cadeira do Planalto que os candidatos à Presidência da República querem ocupar. Os Trends Topics do Twitter também são um indicativo importante nas eleições 2018. É a partir deles que as equipes de comunicação dos candidatos conseguem acompanhar o que os internautas estão achando da participação de cada um em debates como o da noite da última quinta-feira (9/8), na Bandeirantes.

Assim que começou o evento, os líderes do Twitter eram Bolsonaro (PSL) (#EstouComBolsonaro), Boulos (Psol) (#BoulosnaBand) e Lula (PT) (#DebatecomLula). O petista não participou do debate porque está preso em Curitiba desde 7 de abril deste ano, mas foi citado porque o PT realizou um debate paralelo ao da emissora, na internet.

Trends às 22h, no início do debate

Ao final do segundo bloco, apareceram Ciro Gomes (PDT) (#CiroNaBand), Alvaro (Podemos) (#Alvaro) e Cabo Daciolo (Patriota) (#CaboDaciolo).

Trends às 00h, no final do segundo bloco do debate

Na rede social, o ranking de mais citados ficou assim: Bolsonaro encabeçando entre os mais comentados na rede social, Cabo Daciolo em segundo lugar, Alvaro Dias em terceiro, Boulos em quarto, Marina Silva (Rede), que apareceu pela primeira vez no espaço apenas no final do debate, e Ciro Gomes.

Trends às 1h, no final do debate

Ficaram sem expressão na rede social o ex-ministro da Fazenda, Henrique Meirelles (MDB), e o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB).

Siga o @linhadefrenteba no Twitter.

© 2018 - TV Aratu - Todos Direitos Reservados
Rua Pedro Gama, 31, Federação. Tel: 71 3339-8088 - Salvador - BA