“LULA TÁ PRESO, BABACA”: assista vídeo

Senador eleito pelo PDT do Ceará com mais de 41% dos votos, recorde no Brasil, Cid Gomes enfrentou a hostilidade da militância do PT, ao cobrar mea culpa da sigla. “Tem q pedir desculpas, tem q ter humildade pra reconhecer q fez muita besteira”.

Em evento do PT, Cid Gomes (PDT) diz q o partido vai “perder feio” a eleição pq “aparelhou repartições públicas” e achou q era “dono do Brasil”. Hostilizado, ele reage: “Lula tá preso, babaca”. Durante toda a fala, ele era assistido pelo governador petista reeleito no estado, Camilo Santana.

Assista vídeo:

O evento, na noite desta segunda (15), era uma tentativa de Camilo Santana para impulsionar campanha de Fernando Haddad. O PT quer obter os votos que Ciro Gomes levou no Estado.

“Tem que ter humildade e reconhecer que fizeram muita besteira. Isso é pra perder a eleição e é bem feito”, continuou o irmão de Ciro Gomes, diante de uma plateia cada vez mais revoltada. “Quem criou Bolsonaro foram essas figuras, que acham que não é pra ter humildade, e que os fins justificam os meios”.

A coordenação de campanha de Fernando Haddad cobra de Ciro Gomes empenho no segundo turno, mas o pedetista preferiu viajar para o exterior.

Siga-nos no twitter: @linhadefrenteba

Candidata do PT desafia Ciro pra roda de capoeira contra Haddad

Candidata estreante em eleições, a artista plástica e professora de filosofia Marcia Tiburi, que defende o nome para governadora do Rio de Janeiro pelo PT, se envolveu numa polêmica que extrapolou a política. Inconformada com o fato de Ciro Gomes ter insinuado em sabatina que Haddad seria um candidato fraco, Tiburi saiu com uma resposta: “Experimenta entrar em uma roda de capoeira com o Fernando Haddad para ver quem é fraco”.

O desafio foi publicado em postagem do twitter pessoal da feminista, na tarde desta quarta. Ciro Gomes fez uma afirmação dura na sabatina do site G1 com a rádio CBN: “O Brasil não suporta mais um presidente fraco que tenha de consultar o seu mentor. Foi assim com a Dilma, uma pessoa honrada, mas sem experiência e maturidade política, eleita na popularidade do Lula e que, na hora da crise, nomeou Lula ministro. Se apertar, o Haddad vai fazer o quê? Ir para Curitiba?” Clique aqui e leia a reportagem do UOL

Na pesquisa Ibope mais recente para o governo do Rio, divulgada no dia 10, Tiburi está empatada na oitava colocação, com 1% dos votos. Na frente dela, estão Eduardo Paes (DEM), com 23%, Romário (Podemos), com 20%, Garotinho (PRP), com 12%, Tarcísio Motta (PSOL), com 5%, Índio da Costa (PSD), com 4%, Pedro Fernandes (PDT) e Marcelo Trindade (Novo) , com 2%, além de André Monteiro (PRTB), Dayse Oliveira (PSTU), Wilson Witzel (PSC), todos com 1%.

Márcia Tiburi tem 54 mil seguidores no twitter, enquanto o presidenciável Ciro Gomes tem 294 mil seguidores na mesma rede social.

Siga-nos no twitter: @linhadefrenteba

CIRO CHAMA REPÓRTER DE FDP; veja vídeo

O presidenciável Ciro Gomes (PDT) foi filmado xingando e tentando atacar fisicamente um repórter em Boa Vista-RR, neste sábado (15). Durante ato de campanha, questionado se confirmava as declarações sobre os manifestantes contra venezuelanos serem “canalhas, desumanos e grosseiros”, o político teve uma reação intempestiva: “Vá pra casa do Romero Jucá, seu FDP”.

A frase foi acompanhada de um gesto de braço que insinuou uma agressão física. Com a mobilização dos militantes e seguranças, ele prosseguiu: “Pode tirar esse daqui, esse daqui é do Romero Jucá… Romero Jucá… tira ele, prende ele aí”. A partir desse momento, o autor da pergunta não aparece mais na gravação.

O candidato continua respondendo outros jornalistas sobre a questão da crise dos refugiados na Região Norte do país. Em determinado momento, ele sustenta que “o Brasil é um país cristão (…) o Brasil não é o país do ódio, em nome dos brasileiros que estão sendo humilhados, nós vamos ajudar os venezuelanos”.

Assista ao vídeo:

Ciro diz que, caso seja eleito, vai ajudar ao estado a ter autonomia energética e, sem citar o nome, ataca mais uma vez o senador Romero Jucá, ex-ministro do MDB. “Venho para mediar esses conflitos e ver se ajudo a arrancar daqui uma das piores figuras da política brasileira, que é esse canalha que lidera todos os governos e que, agora, como bandido que é, fala mal de Michel Temer para aparecer enganando o povo de Roraima (dizendo) que é aquilo que não, senão um gangster.”

Siga-nos no twitter: @linhadefrenteba

CIRO GOMES, O “SUGAR DADDY” DOS INTERNAUTAS BRASILEIROS

Nas redes sociais, o candidato à Presidência, Ciro Gomes (PDT), foi apelidado de “Sugar Daddy”, que é uma expressão originada nos Estados Unidos e que significa um homem mais velho que financia mulheres mais jovens, as “sugar babies”. A empresa Universal Sugar apontou os tweets se referindo ao presidenciável dessa forma.

Tudo começou quando Ciro apresentou sua principal proposta de campanha, denominada como “Projeto Nome Limpo”, cujo objetivo é quitar os débitos dos brasileiros que estão com o nome do SPC e no Serasa. A proposta do pedetista foi apresentada logo na sua propaganda eleitoral, na última sexta-feira (31/8). No Twitter, internautas se referiram ao presidenciável como “sugar daddy do Brasil” e “pai dos endividados”.

  

Participe do nosso debate pelo www.twitter.com/linhadefrenteba

Vice de Ciro, Kátia Abreu entra na onda dos memes… contra si mesma

A senadora Kátia Abreu, candidata a vice de Ciro Gomes (PDT), adotou, nesta segunda (13), uma estratégia simpática e muito pouco usual entre políticos brasileiros: participar da chamada zuêra da internet… tendo ela mesma como alvo.

Após sofrer ataques pelo suposto uso excessivo de edição de imagens na foto de campanha dela e do presidenciável, a pecuarista goiana, senadora por Tocantins, e ex-ministra da Agricultura, usou as redes sociais para divulgar as montagens mais engraçadas que os internautas fizeram com ela.

Em uma das publicações, a candidata ainda deu um puxão de orelha na assessoria: “Amei as reações sobre minha foto. Concordo total com vcs mas pessoal de comunicação , sabem como é? Acham ou tem certeza que sabe tudo. Valeu pela ajuda”

Kátia Abreu tem 56 anos de idade e conta com 120 mil seguidores no twitter.

A política do jeito que você entende também pelo www.twitter.com/linhadefrenteba

1º ROUND NO TWITTER: QUEM LEVOU A MELHOR ENTRE PRESIDENCIÁVEIS?

Não é só a cadeira do Planalto que os candidatos à Presidência da República querem ocupar. Os Trends Topics do Twitter também são um indicativo importante nas eleições 2018. É a partir deles que as equipes de comunicação dos candidatos conseguem acompanhar o que os internautas estão achando da participação de cada um em debates como o da noite da última quinta-feira (9/8), na Bandeirantes.

Assim que começou o evento, os líderes do Twitter eram Bolsonaro (PSL) (#EstouComBolsonaro), Boulos (Psol) (#BoulosnaBand) e Lula (PT) (#DebatecomLula). O petista não participou do debate porque está preso em Curitiba desde 7 de abril deste ano, mas foi citado porque o PT realizou um debate paralelo ao da emissora, na internet.

Trends às 22h, no início do debate

Ao final do segundo bloco, apareceram Ciro Gomes (PDT) (#CiroNaBand), Alvaro (Podemos) (#Alvaro) e Cabo Daciolo (Patriota) (#CaboDaciolo).

Trends às 00h, no final do segundo bloco do debate

Na rede social, o ranking de mais citados ficou assim: Bolsonaro encabeçando entre os mais comentados na rede social, Cabo Daciolo em segundo lugar, Alvaro Dias em terceiro, Boulos em quarto, Marina Silva (Rede), que apareceu pela primeira vez no espaço apenas no final do debate, e Ciro Gomes.

Trends às 1h, no final do debate

Ficaram sem expressão na rede social o ex-ministro da Fazenda, Henrique Meirelles (MDB), e o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB).

Siga o @linhadefrenteba no Twitter.

CIRO, O INTEMPESTIVO, DISPARA CONTRA STF

Até o momento alternando entre terceiro e quarto lugar nas principais pesquisas de opinião para a presidência, Ciro Gomes (PDT) decidiu que não vai contemporizar com o Poder Judiciário. Na tarde desta quinta (9), o ex-governador do Ceará e ex-ministro da Fazenda usou a conta no twitter para atacar duramente os ministros do Supremo que aprovaram reajuste salarial:

“Numa hora dessas, o aumento de 16% nos salários dos Ministros do Supremo Tribunal Federal, aprovado por eles mesmos, em causa própria, é um desrespeito aos 13 milhões de desempregados do Brasil, aos 32 milhões de brasileiros que estão obrigados a viver de bico, sem salário certo, e aos 63 milhões de pessoas que estão com o nome sujo por causa da crise econômica. É por isso que o povo brasileiro, com muita razão, quer acabar com os privilégios dos poderosos”, publicou.

Ciro Gomes tem 189 mil seguidores no twitter.

Participe de nosso twitter: @linhadefrenteba

PAULISTAS DIVIDIDOS ENTRE BOLSONARO E ALCKMIN, APONTA PESQUISA

Boa notícia para os simpatizantes de Jair Bolsonaro (PSL): no maior colégio eleitoral do país, estado com predominância do PSDB, o deputado está na frente do ex-governador Geraldo Alckmin, em pesquisa encomendada pela Confederação Nacional do Transporte ao Instituto MDA. Ganha de 18,9% contra 15% do tucano, na simulação estimulada. O levantamento foi aplicado apenas com eleitores de São Paulo.

Péssima notícia para os simpatizantes de Jair Bolsonaro: a distância, que já foi  de quase o triplo, está reduzida a um empate técnico, já que a margem de erro é de 2,2 pontos percentuais. Na sequência, aparecem Marina Silva (REDE), com 8,4%, e Fernando Haddad, atualmente candidato a vice de Lula pelo PT, com 8,3%. Ciro Gomes (PDT) tem 6%, seguido por Álvaro Dias (1,8%), Manuela D´Ávila (PC do B, atualmente integrando a chapa do PT), com 1,7, Guilherme Boulos (PSOL) e Vera Lúcia (PSTU), com 1,1%, e Henrique Meirelles, com 1%. Os demais candidatos ficam com frações.

No cenário hipotético em que Lula tivesse a candidatura deferida pelo TSE, a pesquisa aponta o petista em primeiro lugar, com 21,8%, seguido por Bolsonaro e Alckmin, com 18,4% e 14%, respectivamente.

 

Siga o www.twitter.com/Linhadefrenteba

© 2018 - TV Aratu - Todos Direitos Reservados
Rua Pedro Gama, 31, Federação. Tel: 71 3339-8088 - Salvador - BA