VIRA VOTO…MAS NEM TANTO

Alguns dias antes do domingo que definiu Jair Bolsonaro (PSL) como o próximo presidente da República do Brasil, o petista Fernando Haddad (PT), sob um clima de “vira voto”, cumpriu agenda em Salvador. Dentre a programação do ex-ministro na capital baiana estava uma entrevista em uma emissora de televisão. Nos bastidores, um repórter revelou ao presidenciável que havia arriscado vitória de Haddad com 54% em um bolão. Mas não contava com a resposta do ex-ministro.

Eu estava apostando na vitória com 52%, você está mais otimista que eu“.

Siga-nos no Twitter: @linhadefrenteba

JOAQUIM BARBOSA VAI DE HADDAD

No último dia antes da votação do 2º turno, o ex-presidente do STF, Joaquim Barbosa, declarou o apoio a Fernando Haddad como uma “escolha racional”. O magistrado aposentado em 2014 publicou o voto na manhã deste sábado, pela conta no twitter:

“Votar é fazer uma escolha racional. Eu, por exemplo, sopesei os aspectos positivos e os negativos dos dois candidatos que restam na disputa. Pela primeira vez em 32 anos de exercício do direito de voto, um candidato me inspira medo. Por isso, votarei em Fernando Haddad.”

Logo após o primeiro turno, Barbosa e o candidato do PT se encontraram em Brasília. Era mais um capítulo na tentativa de construir a chamada democrática.

Relator, a partir de 2006, da denúncia do mensalão, foi presidente presidente do STF entre 2012 e 2014, e já figurou na lista dos 100 mais influentes do mundo da revista Time, em 2013.

Siga-nos no twitter: @linhadefrenteba

BOLSONARO SOBRE HADDAD: “CANALHA, VAGABUNDO”; veja vídeo

O candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) chamou o adversário Fernando Haddad (PT) de “canalha” e vagabundo” em live transmitida no próprio canal do youtube. Reagindo a acusações de caixa 2 em lotes de mensagens por whatsapp, ele mostrou o livro “Em Defesa do Socialismo”, escrito por Haddad. “Eu fui obrigado a gastar um dinheirinho para comprar esse lixo aqui”.

Bolsonaro disse ser alvo de notícias falsas que seriam disseminadas pelo PT contra ele, como a informação de que ele quer acabar com o Ministério da Educação. “Isso é coisa de canalha, só um canalha, vagabundo para fazer uma coisa dessa”.

VEJA O TRECHO DO VIDEO:

Siga-nos no twitter: @linhadefrenteba

 

“LULA TÁ PRESO, BABACA”: assista vídeo

Senador eleito pelo PDT do Ceará com mais de 41% dos votos, recorde no Brasil, Cid Gomes enfrentou a hostilidade da militância do PT, ao cobrar mea culpa da sigla. “Tem q pedir desculpas, tem q ter humildade pra reconhecer q fez muita besteira”.

Em evento do PT, Cid Gomes (PDT) diz q o partido vai “perder feio” a eleição pq “aparelhou repartições públicas” e achou q era “dono do Brasil”. Hostilizado, ele reage: “Lula tá preso, babaca”. Durante toda a fala, ele era assistido pelo governador petista reeleito no estado, Camilo Santana.

Assista vídeo:

O evento, na noite desta segunda (15), era uma tentativa de Camilo Santana para impulsionar campanha de Fernando Haddad. O PT quer obter os votos que Ciro Gomes levou no Estado.

“Tem que ter humildade e reconhecer que fizeram muita besteira. Isso é pra perder a eleição e é bem feito”, continuou o irmão de Ciro Gomes, diante de uma plateia cada vez mais revoltada. “Quem criou Bolsonaro foram essas figuras, que acham que não é pra ter humildade, e que os fins justificam os meios”.

A coordenação de campanha de Fernando Haddad cobra de Ciro Gomes empenho no segundo turno, mas o pedetista preferiu viajar para o exterior.

Siga-nos no twitter: @linhadefrenteba

NEM CHAME O MEIRELLES

Após não alcançar o segundo turno das eleições 2018, o ex-ministro Henrique Meirelles (MDB) tirou o time de campo. E nem adianta #ChamarOMeirelles! O emedebista já avisou que não vai apoiar nenhum dos dois candidatos ao cargo de presidente da República, Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (PSL).

“Não apoio candidatos no segundo turno. Defendo e apoio uma agenda de trabalho com propostas de responsabilidade e competência. Quero que o Brasil tenha um governo que cuide dos recursos públicos como cada um cuida dos recursos de sua casa”, escreveu Meirelles em sua rede social nesta quarta-feira (10/10).

O ex-ministro teve pouco mais de 1,2% dos votos válidos.

Siga o Linha de Frente no Twitter: @linhadefrenteba

DATAFOLHA DE QUINTA: BOLSONARO, 35%; HADDAD, 22%

A pesquisa Datafolha divulgada agora há pouco mostra mais uma subida de Jair Bolsonaro (PSL). Ele tem 35%, contra 22% do petista Fernando Haddad, Ciro Gomes (PDT) tem 11%, Geraldo Alckmin (PSDB) com 8%, e Marina Silva (Rede) 4%, tecnicamente empatada com João Amoedo (Novo), com 3%.

Bolsonaro subiu três pontos percentuais em relação ao levantamento anterior e Haddad subiu um ponto.

Os indecisos ficam em 5% e os brancos e nulos caíram de 8% para 6%.

Entre os votos válidos, Bolsonaro tem 39%, seguido por Haddad, com 25%. Ciro tem 13% e Alckmin soma 9%.

Na simulação de segundo turno, Bolsonaro aparece com 44% contra 43% de Haddad.

A rejeição ficou assim:

Bolsonaro: 45%

Haddad: 40%
Marina: 28%
Alckmin: 24%
Ciro: 21%
Meirelles: 15%
Boulos: 14%
Cabo Daciolo: 14%
Vera: 13%
Alvaro Dias: 13%
Eymael: 12%
Amoêdo: 11%
João Goulart Filho: 11%

As consultas foram realizadas na quarta (3) e na quinta (4)

Siga-nos no twitter: @linhadefrenteba

ALCKMIN ENTRE “VERMELHO” E “PRECONCEITO”: veja vídeo

Para tentar sair do incômodo quarto lugar (com um dígito apenas de preferência do eleitorado), a campanha de Geraldo Alckmin decidiu adotar tom agressivo nas três últimas semanas antes do primeiro turno. É tudo ou nada.  A estratégia é colocar os principais adversários (Haddad e Bolsonaro) em situações extremistas. A propaganda política desta terça (18) citou a “turma do Vermelho” e a “turma do preconceito e da intolerância” para colocar o tucano como alternativa.

“De um lado, nós temos a turma de vermelho, que quer o fim da Operação Lava Jato para encobrir o maior escândalo de corrupção do mundo. A turma que colocou o Brasil na sua maior crise”, declara a apresentadora.

Ela continua a ler o texto, embalada por uma trilha sonora de fundo que parece de filme de suspense – ou policial. “De outro lado, temos a turma do preconceito, que persegue mulheres até nas redes sociais. A turma da revolta, da ignorância, do ódio a tudo e a todos. Que quer um deputado despreparado, sem propostas, que acha que vai resolver tudo na bala”.

“Essas duas turmas não vão levar o Brasil para lugar nenhum, a não ser o fundo do poço. Eles não tem proposta, seriedade, e muito menos experiência.”

Cada vez mais distanciado do 2o turno, Alckmin recusava colocar no horário eleitoral um tom alarmista. Parece ter sido convencido do contrário, sob única chance de ainda tentar chegar ao segundo turno, cada dia mais polarizado entre petistas e bolsonarianos.

Veja o vídeo:

 

Siga-nos no twitter: @linhadefrenteba

HADDAD IMITA LULA: MILITANTES APLAUDEM; veja vídeo

Um improviso de Fernando Haddad durante ato de campanha no início da noite desta terça, em Florianópolis, vai ser fartamente usado pela campanha petista.

Enquanto relatava um suposto diálogo com o ex-presidente, o ex-ministro resolveu imitar a voz rouca de Lula: “Companheiro Haddad…” A dublagem motivou gritos e aplausos da militância. O candidato continuou: “vai lá, e ganha essa eleição pra mim”.

Clique e assista ao vídeo:

Siga-nos no twitter: @linhadefrenteba

OS MEMES DA MANU

Depois de percorrer grande parte do Brasil (e dar entrevista também ao Linha de Frente) como pré-candidata à presidência pelo PC do B, Manuela D´ávila aceitou acordo para fazer parte da chapa do PT: em caso de indeferimento da candidatura de Lula, ela seria a vice de Fernando Haddad.

Se os correligionários comunistas aceitaram, não é possível dizer o mesmo dos usuários da internet: eles não perdoaram. E justamente o empoderamento feminino propagado por Manu foi alvo das montagens.

 

Para assistir a entrevista exclusiva de Manuela D´ávila ao Linha de Frente, clique abaixo:

© 2018 - TV Aratu - Todos Direitos Reservados
Rua Pedro Gama, 31, Federação. Tel: 71 3339-8088 - Salvador - BA