A LEI QUE PODE ESTIMULAR UMA “GUERRA SANTA”

O deputado federal mais votado na Bahia, Pastor Sargento Isidório (Avante-BA), representava a bancada conservadora da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), apesar de autodeclarado “ex-gay”. Isidório afirmou que a criminalização da homofobia traria uma “guerra santa” ao país. O assunto está em discussão no Supremo Tribunal Federal (STF).

“Eu sou ex-homossexual, então tenho convicção de que é possível viver respeitando uns aos outros. E por que que a gente vai aceitar que haja uma lei que vai estimular uma guerra? O que vai acontecer é uma guerra santa, tá entendendo?”, disse o deputado durante entrevista ao Uol.

Com a mudança de opção sexual, há 24 anos, um dos primeiros projetos de lei protocolados pelo pastor foi a criação do “Dia do Orgulho Hétero”. Na quarta-feira (20/2), durante discurso na tribuna, reforçou que é “ex-gay” e falou sobre o projeto.

Siga-nos no Twitter: @linhadefrenteba