A BELA TAMBÉM É FERA. SÉRGIO MORO JÁ TEM SUBSTITUTA NA LAVA JATO

O futuro Ministro da Justiça, Sérgio Moro, aceitou agora há pouco o convite do presidente eleito Jair Bolsonaro para assumir a pasta e vai ser substituído na 13ª Vara Federal no Paraná pela juíza Gabriela Hardt. Ela vai assumir todos os processos da Operação Lava Jato na primeira instância.

Formada em Direito pela Universidade Federal do Paraná, Gabriela Hardt já ocupava o posto sempre que Moro saía de férias vou fazia alguma viagem. Foi ela quem determinou a prisão de José Dirceu, que já havia encontrado a magistrada em 2015, quando Gabriela Hardt determinou a quebra dos sigilos fiscal e bancário do ex-ministro. Em dezembro de 2016,  ela negou um recurso de Paulo Ferreira, ex-tesoureiro do PT. Em 2017, decidiu reduzir o valor da fiança do ex-tesoureiro e determinou que a Caixa Econômica Federal mantivesse recursos que ele tinha retido no banco como parte do pagamento.

A juíza também é atleta. Aos 44 anos, é nadadora de maratonas aquáticas e disputa competições, vencendo com frequência adversárias até vinte anos mais novas do que ela. Na maior operação de combate à corrupção do país enfrentará águas turbulentas, correntes contrárias e adversários poderosos.

De preto, Gabriela Hardt exibe com orgulho os músculos e o troféu de vencedora da prova do circuito de maratona aquática, realizada no Rio Capivari.