OPOSIÇÃO SEM HORA PARA ACABAR

Alegando falta de tempo para discutir a proposta que prevê a redução das gratificações dos professores da rede estadual, a bancada da oposição na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) decidiu fazer a discussão do projeto na sessão destinada à votação.

Enviado pelo Executivo em caráter de urgência, a matéria é polêmica dentro da Casa legislativa e faz parte de uma serie de medidas propostas pelo governador Rui Costa para conter o rombo nas contas do Estado. Durante o encontro, a oposição acusou Rui Costa de “tratorar” a votação e ver a Alba como uma extensão do seu governo.

A sessão, marcada para iniciar as 10h, não havia recebido um voto sequer as 13h, quando a oposição decidiu se reunir para acordar o encaminhamento do voto contrario de todos os deputados da oposição. Por causa da diplomação dos candidatos eleitos, a sessão foi declarada suspensa e voltara a discutir os projetos do Executivo na próxima terça-feira (17/12).

O único projeto aprovado, das três matérias de urgência, foi a que prevê a redução das gratificações. Os professores fazem, a tarde, uma manifestação contra o governador, em frente ao Teatro Castro Alves.

CARLOS MAGNO BOLSONARO DAS REDES SOCIAIS. E SÓ.

O filho mais velho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), Carlos Bolsonaro, decidiu poupar as palavras para serem usadas apenas na rede social Twitter. Abordado pela imprensa durante o evento de diplomação do pai, nesta segunda-feira (10/12), Carlos chegou na sede do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) avisando: “Não, não. Não vou falar com ninguém, não”. A informação é do site O Antagonista.

Carlos, assim como o presidente eleito, é muito ativo nas redes sociais e, durante o período eleitoral, foi uma das figuras que ficou marcada por responder, provocar e até mesmo discutir com a oposição do capitão no Twitter. Por causa disso, é conhecido como “o filho barulhento” de Bolsonaro.

Siga-nos no twitter: @linhadefrenteba 

CHEFE DO EXECUTIVO…E DO LEGISLATIVO?

Um político conversando com o Linha de Frente demonstrou indignação pelo fato do governador Rui Costa ter anunciado nas redes sociais que já tinha sacramentado o acordo para Nelson Leal (PP) e Alex Lima (PSB) serem os próximos presidente e vice da Assembleia Legislativa.

E Adolfo Menezes (PSD) já está escalado para assumir a cadeira, em 2021.

“É antirrepublicana a normalidade com que o governador anuncia a interferência direta sobre um poder. E ainda comemora que já loteou a casa do povo até o final de 2022”, bradou.

O jornalista deu a seguinte resposta: “Mas se nem os deputados estão reclamando, o que eu posso fazer? O povo é que decidiu não ter oposição.”

O interlocutor se calou.

Siga-nos no twitter: @linhadefrenteba

© 2019 - TV Aratu - Todos Direitos Reservados
Rua Pedro Gama, 31, Federação. Tel: 71 3339-8088 - Salvador - BA