NEM CHAME O MEIRELLES

Após não alcançar o segundo turno das eleições 2018, o ex-ministro Henrique Meirelles (MDB) tirou o time de campo. E nem adianta #ChamarOMeirelles! O emedebista já avisou que não vai apoiar nenhum dos dois candidatos ao cargo de presidente da República, Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (PSL).

“Não apoio candidatos no segundo turno. Defendo e apoio uma agenda de trabalho com propostas de responsabilidade e competência. Quero que o Brasil tenha um governo que cuide dos recursos públicos como cada um cuida dos recursos de sua casa”, escreveu Meirelles em sua rede social nesta quarta-feira (10/10).

O ex-ministro teve pouco mais de 1,2% dos votos válidos.

Siga o Linha de Frente no Twitter: @linhadefrenteba

Bolsonaro divulga mensagem após apoio “rebelde” de Zé Ronaldo: “torço por você”

O presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) manifestou, em vídeo divulgado nesta quinta-feira (4/10), apoio ao candidato a governador da Bahia Zé Ronaldo (DEM), após este também declarar – durante debate na TV Aratu – ser favorável à eleição do primeiro, mesmo sendo de partidos diferentes.

“A recíproca é verdadeira”, disse Bolsonaro após agradecer o “apoio, consideração e confiança” do político baiano. “Torço por você, na Bahia. Nós devemos, realmente, dar um ponto final nesses desgovernos do PT Brasil afora. Não é pela Bahia, não. É em todo o Brasil”, completou o candidato à presidência.

ASSISTA:

 

Entenda:

No último debate entre candidatos ao Governo da Bahia, realizado pela TV Aratu, em parceria com o Aratu Online e o jornal Folha de S. Paulo nesta quinta-feira (4/10), Zé Ronaldo declarou explícito apoio ao candidato do PSL, contrário ao cacique da legenda, ACM Neto, coordenador de campanha de Geraldo Alckmin (PSDB).

Marcos Mendes, do Psol, aproveitou a oportunidade para acusar o democrata de ter “virado a casaca”, ao que este se defendeu, afirmando que seus “amigos e a rua defendem a candidatura de Bolsonaro”, além de ter o desejo de tirar o Partido dos Trabalhadores do poder, referindo-se ao empate entre o militar e Fernando Haddad (PT). Por fim, Célia Sacramento disse estar “estarrecida” com as palavras de Zé Ronaldo.

Siga-nos no twitter: @linhadefrenteba

O LADO NÃO SOCIÁVEL DO PSOL E A PARCERIA ENTRE FÁBIO NOGUEIRA E JAQUES WAGNER

O Partido Socialismo e Liberdade (Psol), cuja eleição na Bahia tem indicações como Marcos Mendes para governador, Fábio Nogueira para senador e Hilton Coelho para deputado estadual não é exatamente tão sociável quanto parece. Segundo informações relatadas por fontes próximas à executiva do partido ao Linha de Frente, os coletivos que dividem a legenda em três – Insurgência, APS e Rosa Zumbi – vivem em clima de guerra pela direção estadual do partido.

Com direito a gritaria e discussão na sede do Psol, nesta terça-feira (2/10), o candidato Marcos Mendes, que faz parte da Insurgência, junto com sua vice, Dona Mira (APS), determinou que não queria a companhia de Fábio Nogueira, do Rosa Zumbi, no debate entre candidatos ao Governo realizado pela Rede Bahia.

Peças gráficas com a imagem de Fábio ao lado do ex-governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), e a distribuição de santinhos com políticos do Partido dos Trabalhadores em destaque tem sido atribuídos a Fábio Nogueira. No próximo dia 7, cada um dos coletivos que divide o partido deve acompanhar a apuração separados.

Siga-nos no twitter: @linhadefrenteba

NOVO E APRESSADO

A seis dias do fim do prazo, apenas oito pessoas na Bahia se registraram no TSE para concorrer a uma vaga no Congresso Nacional e todas são do partido NOVO, agremiação oficializada como partido político há menos de três anos. A turma defende o liberalismo econômico, o empreendedorismo e forte participação do cidadão na política. O NOVO tem um candidato à Presidência da República: o ex-banqueiro e administrador de empresas, João Amoêdo. Ao contrário dos correligionários baianos, ele ainda não registrou a candidatura, mas é nome certo na disputa. Amoedo luta para ser convidado a participar dos debates, já que, pela legislação eleitoral, somente partidos com, ao menos, cinco congressistas têm esse direito garantido (o NOVO não tem nenhum). O candidato vai ter somente 5 segundos de tempo de propaganda em TV e rádio. Vai precisar ser tão apressado na mensagem quanto os companheiros de partido aqui da Bahia foram no registro da candidatura.

© 2018 - TV Aratu - Todos Direitos Reservados
Rua Pedro Gama, 31, Federação. Tel: 71 3339-8088 - Salvador - BA