FAKE NEWS: VÍDEO DE HADDAD DIZENDO QUE LULA VAI SUBIR A RAMPA DO PALÁCIO EM JANEIRO NÃO É DE HOJE

Um vídeo que está circulando nas redes sociais mostra o candidato à Presidência, Fernando Haddad (PT), dizendo que Lula vai subir a rampa do Palácio do Planalto junto com ele em 1º de janeiro de 2019. O presidenciável esteve com o ex-presidente nesta segunda-feira (8/10), dia de visita na prisão em Curitiba, mas o vídeo não foi gravado nesta oportunidade.

Haddad fez o comentário em 6 de agosto, quando ainda não era candidato oficial pelo Partido dos Trabalhadores.

 Siga o Linha de Frente no Twitter: @linhadefrenteba

RELEVÂNCIA DOS PRESIDENCIÁVEIS NAS REDES SOCIAIS

O candidato Jair Bolsonaro (PSL) é quem lidera em número de seguidores nas três principais redes (Facebook, Twitter e Instagram). Somando todas, no total são 10,4 milhões de seguidores. Após o atentado que sofreu em Juiz de Fora (MG), no dia 06 de setembro, Bolsonaro conquistou 202.296 mil novos seguidores no Facebook, entre os dias 06 e 15 de setembro – essa, aliás, é a rede com maior expressão do candidato.

Nos últimos três meses ele registra 16% de aumento de base. Entre os dias 27 de agosto a 05 de setembro, ele conquistou 215.899 mil fãs, com um pico entre os dias 28 e 29 de agosto (111.358), após sua entrevista ao Jornal Nacional, da TV Globo.

No mesmo período de 06 a 15 de setembro, João Amoêdo (Novo) foi o segundo a crescer em número de seguidores, com 152.038 novos fãs nas redes em que se faz presente. Nos últimos 90 dias, Amoêdo aumentou em 124% sua base, que registra 2,5 milhões de seguidores e/ou fãs.

No quesito comentários, Jair Bolsonaro é o que mais gera comentários, média de 7 mil por post nos últimos 90 dias, seguido por Cabo Daciolo, candidato do Patriota, com 1.712 mil comentários.

O Twitter é uma das redes sociais que mais permite publicações de texto e que gera conversa. O campeão de publicação, nos últimos 90 dias, é Henrique Meirelles (MDB). Seu perfil registrou 2,5 mil tuítes nos últimos 90 dias. O segundo que mais produz conteúdo nesta rede é Álvaro Dias (Podemos), com 1,5 mil publicações. Entretanto, ambos são os que menos geram retuítes, um importante fator sobre exercer influência nos seguidores. A média é de apenas 20 retuítes para cada.

Quem mais gera retuítes é Jair Bolsonaro, com 2,5 mil compartilhamentos de suas publicações. No Instagram, plataforma focada em fotografias e hashtags, o que mais fez postagens nos últimos 90 dias foi Guilherme Boulos (PSOL), com 1 mil posts, seguido de Álvaro Dias, com 691.

No Instagram, após o atentado contra Jair Bolsonaro, que conquistou mais de 437 mil seguidores, o segundo que mais cresceu depois desse fato foi Ciro Gomes (PDT). No período de 06 a 15 de setembro, o candidato obteve 80.840 mil novos perfis. Hoje Gomes tem 340 mil seguidores.

Entre os dias 17 e 19 de setembro, a empresa Airfluencers analisou 500 mil posts no Twitter. Desses, citaram 181.563 mil vezes “Bolsonaro”, 106.999 mil mencionaram “Haddad” e 45.889 marcaram “Ciro”. Alckmin é mencionado 30.091 mil vezes. A hashtag #elenao foi citada 28.855 vezes.

Siga-nos no twitter: @linhadefrenteba

MARINA SILVA COMEÇA A SEMANA NO LINHA DE FRENTE

A candidata à Presidência da República pela Rede Sustentabilidade, Marina Silva, esteve no Linha de Frente, na manhã desta segunda-feira (10/9). A postulante foi entrevistada pelos jornalistas da TV Aratu, Pablo Reis e Matheus Carvalho, e pelo jornalista do jornal Folha de S. Paulo, João Pedro Pitombo.

Marina começou a entrevista classificando a Bahia como importante para a corrida presidencial, já que em 2014 ela teve a segunda maior votação no estado. “Foi aqui que tudo começou, talvez aqui a gente consiga mandar a mensagem que queremos, de que o Brasil precisa se unir nesse momento tão difícil no país, queremos voltar a crescer e gerar emprego”. Sobre a questão do desemprego, Marina disse ainda que, caso seja eleita, vai estimular o crédito para que se torne mais acessível e “aqueça a economia, para gerar emprego”.

“Nós vamos fazer o Brasil recuperar a credibilidade para fazer investimento, então vamos começar por onde é mais fácil, ou seja, a construção civil, o saneamento básico, a construção de casas populares e, no estado da Bahia, vamos também estimular o turismo, vamos fazer o comércio funcionar”, garantiu.

Marina negou o título de esquerdista e afirmou ser “sustentabilista progressista”. “Nunca me perdi nessa polarização cega esquerda, direita, em cima, em baixo, eu estou a frente. Vou governar com as pessoas que não entraram na corrupção dos partidos. Sofro preconceito porque sou de origem humilde, mulher e negra e isso faz com que, o tempo todo, as pessoas fiquem desqualificando. O problema está na generalização, porque quando era católica e contra o aborto, ninguém ficava me questionando sobre certas coisas. Hoje ainda vejo me questionarem sobre temas que não questionam os outros candidatos”.

A candidata afirmou que não há necessidade de “tripudiar” do ex-presidente Lula, que já está preso desde abril deste ano, acusado de praticar corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso tríplex. A ex-ministra contou ainda como deve conciliar sua vocação para a sustentabilidade com a produção do agro negócio brasileiro. “Cada vez mais teremos que juntar economia com ecologia. Vamos ampliar o acesso às tecnologias, o plantio direto os sistemas que dobram a produção sem precisar desmatar mais, para que o agricultor médio e grande possa gerar emprego no país”.

Confira na íntegra:

Linha de Frente: Marina Silva (Rede)

Linha de Frente: Marina Silva (Rede), candidata a presidente da República

Gepostet von Aratu Online am Montag, 10. September 2018

 

Siga-nos no twitter: @linhadefrenteba

CIRO GOMES, O “SUGAR DADDY” DOS INTERNAUTAS BRASILEIROS

Nas redes sociais, o candidato à Presidência, Ciro Gomes (PDT), foi apelidado de “Sugar Daddy”, que é uma expressão originada nos Estados Unidos e que significa um homem mais velho que financia mulheres mais jovens, as “sugar babies”. A empresa Universal Sugar apontou os tweets se referindo ao presidenciável dessa forma.

Tudo começou quando Ciro apresentou sua principal proposta de campanha, denominada como “Projeto Nome Limpo”, cujo objetivo é quitar os débitos dos brasileiros que estão com o nome do SPC e no Serasa. A proposta do pedetista foi apresentada logo na sua propaganda eleitoral, na última sexta-feira (31/8). No Twitter, internautas se referiram ao presidenciável como “sugar daddy do Brasil” e “pai dos endividados”.

  

Participe do nosso debate pelo www.twitter.com/linhadefrenteba

© 2018 - TV Aratu - Todos Direitos Reservados
Rua Pedro Gama, 31, Federação. Tel: 71 3339-8088 - Salvador - BA