O TIRO NO PÉ DE REGINA DUARTE

A atriz Regina Duarte voltou a falar do seu apoio a Jair Bolsonaro em entrevista concedida ao jornal O Estado de São Paulo, divulgada na manhã desta sexta-feira (26/10). Nela, Regina classifica algumas declarações do deputado, considerados pela oposição como homofóbicas, como “da boca para fora”.

“Mas, quando conheci o Bolsonaro pessoalmente, encontrei um cara doce, um homem dos anos 1950, como meu pai, e que faz brincadeiras homofóbicas, mas é da boca pra fora, um jeito masculino que vem desde Monteiro Lobato, que chamava o brasileiro de preguiçoso e que dizia que lugar de negro é na cozinha”, disse a artista.

A lembrança da atriz é um tiro no pé. Monteiro Lobato é considerado um dos autores mais racistas da literatura brasileira, nascido em um Brasil de 1882, seis anos antes do fim do regime escravista no país. Regina Duarte quer justificar 2018 com o que aconteceu antes de 1888, quando a escravidão foi finalmente abolida.

Siga-nos no Twitter: @linhadefrenteba