VIRA VOTO…MAS NEM TANTO

Alguns dias antes do domingo que definiu Jair Bolsonaro (PSL) como o próximo presidente da República do Brasil, o petista Fernando Haddad (PT), sob um clima de “vira voto”, cumpriu agenda em Salvador. Dentre a programação do ex-ministro na capital baiana estava uma entrevista em uma emissora de televisão. Nos bastidores, um repórter revelou ao presidenciável que havia arriscado vitória de Haddad com 54% em um bolão. Mas não contava com a resposta do ex-ministro.

Eu estava apostando na vitória com 52%, você está mais otimista que eu“.

Siga-nos no Twitter: @linhadefrenteba

MARINA SILVA COMEÇA A SEMANA NO LINHA DE FRENTE

A candidata à Presidência da República pela Rede Sustentabilidade, Marina Silva, esteve no Linha de Frente, na manhã desta segunda-feira (10/9). A postulante foi entrevistada pelos jornalistas da TV Aratu, Pablo Reis e Matheus Carvalho, e pelo jornalista do jornal Folha de S. Paulo, João Pedro Pitombo.

Marina começou a entrevista classificando a Bahia como importante para a corrida presidencial, já que em 2014 ela teve a segunda maior votação no estado. “Foi aqui que tudo começou, talvez aqui a gente consiga mandar a mensagem que queremos, de que o Brasil precisa se unir nesse momento tão difícil no país, queremos voltar a crescer e gerar emprego”. Sobre a questão do desemprego, Marina disse ainda que, caso seja eleita, vai estimular o crédito para que se torne mais acessível e “aqueça a economia, para gerar emprego”.

“Nós vamos fazer o Brasil recuperar a credibilidade para fazer investimento, então vamos começar por onde é mais fácil, ou seja, a construção civil, o saneamento básico, a construção de casas populares e, no estado da Bahia, vamos também estimular o turismo, vamos fazer o comércio funcionar”, garantiu.

Marina negou o título de esquerdista e afirmou ser “sustentabilista progressista”. “Nunca me perdi nessa polarização cega esquerda, direita, em cima, em baixo, eu estou a frente. Vou governar com as pessoas que não entraram na corrupção dos partidos. Sofro preconceito porque sou de origem humilde, mulher e negra e isso faz com que, o tempo todo, as pessoas fiquem desqualificando. O problema está na generalização, porque quando era católica e contra o aborto, ninguém ficava me questionando sobre certas coisas. Hoje ainda vejo me questionarem sobre temas que não questionam os outros candidatos”.

A candidata afirmou que não há necessidade de “tripudiar” do ex-presidente Lula, que já está preso desde abril deste ano, acusado de praticar corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso tríplex. A ex-ministra contou ainda como deve conciliar sua vocação para a sustentabilidade com a produção do agro negócio brasileiro. “Cada vez mais teremos que juntar economia com ecologia. Vamos ampliar o acesso às tecnologias, o plantio direto os sistemas que dobram a produção sem precisar desmatar mais, para que o agricultor médio e grande possa gerar emprego no país”.

Confira na íntegra:

Linha de Frente: Marina Silva (Rede)

Linha de Frente: Marina Silva (Rede), candidata a presidente da República

Gepostet von Aratu Online am Montag, 10. September 2018

 

Siga-nos no twitter: @linhadefrenteba

© 2018 - TV Aratu - Todos Direitos Reservados
Rua Pedro Gama, 31, Federação. Tel: 71 3339-8088 - Salvador - BA