“NÃO É UMA VITÓRIA PESSOAL, É PARTIDÁRIA”, DIZ ACM NETO SOBRE DEM NA CÂMARA E SENADO

O prefeito ACM Neto (DEM) negou que a vitória de Rodrigo Maia na presidência da Câmara e Davi Alcolumbre na presidência do Senado é uma vitória pessoal. Ambos são Democratas.

“É o melhor momento da história do partido, nós, no ano passado iniciamos um trabalho de refundação, quando eu assumi a presidência exatamente com foco em crescer. É claro que não imaginávamos conseguir atingir a presidência das duas casas da forma que chegamos, com dois quadros que são partidários, pessoas amigas nossas e, acima de tudo, homens públicos de bem que vão fazer um grande trabalho. Me ajuda muito o fato de ambos serem do Democratas e serem amigos pessoais e eu procurarei utilizar a relação que tenho com os dois em benefício da nossa cidade. Eu não tenho essa vaidade pra dizer que é uma vitória pessoal, é uma vitória partidária do Democratas. É óbvio que eu participei, desde novembro, intensamente das articulações, com cuidado nos bastidores, sem tirar vantagem do que quer que seja”, disse o prefeito de Salvador durante a abertura dos trabalhos na Câmara Municipal de Salvador (CMS), nesta segunda-feira (4/2).

Siga-nos no Twitter: @linhadefrenteba

O TUÍTE DE RENAN SOBRE DORA KRAMER

O senador Renan Calheiros (MDB) publicou um tweet às 22h do último domingo (3/2), onde acusou a jornalista Dora Kramer de praticar assédio. Na postagem, o emedebista contou também que a jornalista teve um relacionamento com o ex-senador Ramez Tebet. A expressão “membro mecânico”, usada por Renan, chegou a ficar entre os trends topics do Twitter. A publicação, no entanto, foi excluída momentos depois.

Dois analistas políticos consultados pelo Linha de Frente não consideram que a publicação tenha sido apenas um arroubo de quem esteja ressentido por ser “rifado” na eleição do Senado. Ele cita o pai falecido da senadora Simone Tebet (MDB-MS), que ousou desafiar o poder de Calheiros dentro do partido. Para os especialistas sobre os bastidores do Congresso, trata-se de um recado claro do que ele é capaz de fazer contra os atuais ocupantes do poder. Cuide-se, Flávio Bolsonaro…

Siga-nos no Twitter: @linhadefrenteba

CORONEL POSTA VÍDEO AO LADO DE COLLOR E É DURAMENTE CRITICADO

O ex-presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), Ângelo Coronel (PSD), publicou um vídeo na sua conta oficial na rede social Instagram, ao lado do ex-presidente da República e atual senador pelo estado de Alagoas, Fernando Collor de Melo (PTC), na noite da última quinta-feira (25/1), e foi duramente criticado. Ambos são candidatos à Presidência do Senado Federal.

No vídeo, Coronel fala sobre a vantagem de Collor sobre ele, por estar na Casa há mais tempo e ter “mais voto”. Collor, por sua vez, desejou boa sorte no novo mandato e pediu voto para o senador baiano. Já na postagem, o senador eleito pela Bahia escreveu: “Tive a oportunidade de conversar com outro colega que é candidato à presidência do Senado Federal, o senador @fernando_collor#SenadorDaUnião#VemComAGente“.

A publicação rendeu comentários contra o encontro dos dois e Coronel foi duramente criticado pelos seus eleitores e o encontro foi classificado como “reafirmar a velha politicagem”. “Começou mal”, disse um seguidor. “Não acredito que dei meu voto a vc. Que vergonhaaaaaaaa”, disse outro. Coronel, por sua vez, afirmou que era apenas um gesto de educação.

Ainda na Alba, Coronel conversou com o Linha de Frente e já se apresentou como o “novo presidente do Senado“.

Siga-nos no Twitter: @linhadefrenteba

NÃO QUERO MAS NEM TANTO

O senador eleito pelo estado de Alagoas, Renan Calheiros (MDB), publicou um comunicado na sua conta pessoal no Twitter. Na postagem, que é contrária ao que muitos esperavam, ele nega que queira ser o presidente do Senado Federal mais uma vez.

Siga-nos no Twitter: @linhadefrenteba

ANGELO CORONEL, PRESIDENTE DAS MULTIDÕES?

O expediente na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) ainda nem acabou e o atual presidente, deputado Angelo Coronel (PSD), já esta com vistas para o maior cargo do Senado, Casa que vai integrar no próximo ano como um dos senadores eleito pela Bahia.

Pré candidato à Presidência do Senado, Coronel garantiu que não há articulação conjunta com o também eleito, Jaques Wagner (PT). “Só conversei com ele para pedir voto, assim como com Otto Alencar, ambos se comprometeram a votar comigo. Vou ter uma reunião com a bancada do meu partido na próxima quarta feita, lá eu converso com 10 senadores para oficializar e estou viajando e conversando com colegas de outros estados do Brasil para que eu posso viabilizar meu nome”, contou ao Linha de Frente, nesta segunda feira (17/12).

Coronel pretende fazer mudanças no Senado, “principalmente no que diz respeito a condução da Casa”. “Pretendo implantar os ministérios paralelos, que servirão de contra ponto aos ministérios oficiais”.

O deputado, porém, garante que a criação dos “mini-ministérios” não é para fazer oposição ao presidente da República, mas para apontar criticas construtivas e opinar sobre as acoes dos ministros oficiais do governo.

RENAN CALHEIROS E A “LEI DE RESPONSABILIDADE DAS ESTATAIS” A SEU FAVOR

O senador Renan Calheiros (MDB), que já anunciou sua intenção de se candidatar ao cargo de presidente do Senado aproveitou a “onda” do Twitter para opinar sobre o andamento da Casa. Na última quinta-feira (14/12), a emenda que libera a indicação de políticos e seus parentes para estatais foi discutida durante reunião da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ). A recomendação do relator, Antonio Anastasia (PSDB), é de que a emenda seja reprovada.

5) …não concordo que a Casa apague os avanços que, com dificuldade e esforço pessoal, num momento dificílimo do país, colocamos na legislação. No meu entender, modestamente, o Senado não pode voltar atrás.

Critique, discuta, opine, passe adiante, diga o que você pensa.

Siga-nos no Twitter: @linhadefrenteba

CORONEL DA NOVA GUARDA QUER “SENTAR NA JANELA”

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), Ângelo Coronel (PSD), quer trocar a cadeira de chefia por outra em 2019. Recém eleito senador, Coronel tem se apresentado como pré candidato à Presidência da Casa federal, no lugar de Eunício Oliveira. As informações foram divulgadas pelo site O Antagonista.

De acordo com Coronel, o Senado precisa “dar uma guinada”. “Não é criticando a velha guarda, mas é preciso viver um novo tempo. Não pode ficar carimbado que para presidir o Senado tem que ser uma das figuras tradicionais da Casa”, disse Ângelo Coronel ao site.

Siga-nos no Twitter: @linhadefrenteba

FILHO DE BOLSONARO INSINUA PROBLEMA COM DROGAS DE LINDBERGH

A reta final da campanha apresenta troca de acusações, xingamentos e o prenúncio de baixaria. Na noite desta terça, uma discussão pública entre os candidatos ao Senado pelo Rio de Janeiro Lindbergh Farias (PT) e Flávio Bolsonaro (PSL) teve até ameaça judicial.

Após o resultado de uma pesquisa Ibope, o petista escreveu em sua conta no twitter: “Nossa campanha só cresce e estamos empatados tecnicamente com o filho de Bolsonaro. Machismo, racismo, homofobia, intolerância, mais perdas de direitos pelo povo trabalhador não podem chegar ao Senado. Vote com todas as suas forças! #OFilhoDeleTambémNão”.

A reação de Flávio Bolsonaro foi imediata: “Te desafio a fazer um exame toxicológico para ver quem está limpo para disputar uma vaga no Senado. Você terá que provar na justiça que sou racista, homofóbico, etc, não vou deixar passar mais esse seu crime ileso. Seu delírio é livre, Lula não!”

A mais recente pesquisa Ibope no estado aponta a liderança do demista César Maia (27%), seguido por Flávio Bolsonaro (22%), empatado tecnicamente com Lindbergh (19%).

Siga-nos no twitter: @linhadefrenteba

UM LÁZARO QUE INCOMODA NO SENADO

As recentes peças da campanha da chapa Rui-Wagner-Coronel contra o candidato ao Irmão Lázaro (PSC) ficaram justificadas após a divulgação dos resultados da pesquisa Ibope para as duas vagas ao Senado pela Bahia.

Wagner lidera com 41%, seguido por Lázaro (22%), Coronel (15%), e Jutahy (11%). Intruso no que se prometia “cabelo e barba” pela chapa majoritária da situação, o Irmão Lázaro ainda deve enfrentar muito fogo cruzado até o dia 7 de outubro.

Como a margem de erro é de três pontos percentuais, Ângelo Coronel e Jutahy Magalhães Jr estão tecnicamente empatados.

Atrás dos quatro primeiros, aparecem Fábio Nogueira (PSOL), 5%, Jorge Viana (MDB), 4%, Marcos Maurício (DC) e Comandante Rangel (PSL), 3%. Francisco José, da Rede e Adroaldo dos Santos (PCO) ficam com 1%. Enquanto Celsinho Cotrim (PRTB) não pontuou.

De acordo com o Ibope, mais de 40% dos baianos ainda não decidiram em quem votarão para o Senado.

Siga-nos pelo twitter: @linhadefrenteba

REDUÇÃO NA JORNADA DE TRABALHO E SALÁRIO DE R$ 4MIL, POR ADROALDO DOS SANTOS

O sabatinado da última quinta-feira (6/9), postulante ao cargo de senador, pela Bahia, foi o professor da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), Adroaldo dos Santos (PCO), quem fechou a primeira semana de sabatinas da Aratu. O postulante comentou as propostas do partido e explicou que nenhum plano de governo é visto como “personalista”, mas como algo discutido pela legenda.

Adroaldo comentou o atentado sofrido pelo deputado Jair Bolsonaro (PSL) classificando como uma “reação das pessoas” para alguém que faz apologia ao crime e ataca a população. O candidato falou ainda sobre manobra em algumas pesquisas eleitorais, por não apresentar o nome de Lula, sobre a “dissolução da Polícia Militar”, e a redução da jornada de trabalho. Adroaldo afirmou, ainda, que o valor do salário mínimo não poderia ser menor que R$ 4 mil.

Confira na íntegra: 

Siga-nos no twitter: @linhadefrenteba

© 2019 - TV Aratu - Todos Direitos Reservados
Rua Pedro Gama, 31, Federação. Tel: 71 3339-8088 - Salvador - BA