30 Anos de Axé: Saulo Fernandes e o melhor da nova geração da música baiana

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: divulgação

No ano em que se comemora os 30 anos do Axé Music, o Aratu Online homenageia os grandes nomes que marcaram a história do ritmo na Bahia e no Brasil. Faltando apenas um dia para o Carnaval, o portal realiza uma contagem regressiva, onde a cada dia um artista será o protagonista desta história de muito sucesso.

Falar do Axé Music nos tempos atuais é reverenciar o nome de Saulo Fernandes. Com uma proposta musical que envolve experimentalismo, o artista é considerado um dos grandes expoentes da nova geração do ritmo.

Quarto filho de Dona Estela e Seu Jorge, Saulo Jorge Fernandes Navarro de Oliveira nasceu na cidade de Barreiras, no Oeste do Estado, após uma sequência de três irmãs. O envolvimento com a música começou desde a infância, consequência da influência do tio materno, Bosco Fernandes, que era cantor. Foi também através dele que Saulo fez sua primeira apresentação em público, aos dez anos de idade, em cima de um trio elétrico, na sua cidade natal.

Quatros anos depois, Bosco continuou a inspirar o sobrinho, desta vez em um desafio ainda maior. Aos 14 anos, Saulo lançaria seu primeiro disco em formato LP, intitulado “Falando de Esperança”, com duas composições próprias.

A grande virada aconteceria aos 18 anos, com a mudança para capital do Espírito Santo. A música torna-se uma questão profissional com a criação da Banda Mukeka, responsável por trazer sua primeira experiência como puxador de trio elétrico.

É quando retorna para a Bahia, em 1996, que Saulo monta a Chica Fé, uma parceria com os músicos Jefrey Athaíde , Zé Eduardo e seu irmão Serginho Fernandes. Durante os cinco anos que ficou à frente da banda, que fazia parte da Eva Produções, ele ganharia destaque nacional, sobretudo, com o álbum “Querer”, lançado em 2001. O sucesso renderia o prêmio de cantor revelação no carnaval do mesmo ano.

Período na Banda Eva
Em março do ano seguinte, com a saída de Emanuelle Araújo para carreira solo, Saulo recebe o convite para comandar a Banda Eva, o divisor de águas da sua trajetória. De cara, ele teve como desafio a responsabilidade de quebrar uma hegemonia de 10 anos de vocais femininos.

O começo da trajetória na banda foi marcado pelo lançamento do álbum “Pra Valer”. Em 2004, foi a vez do “É do Eva”, primeiro trabalho ao vivo, que estourou com os sucessos “É do Eva” e “Coisa Linda”.

No ano em que a Banda Eva comemorava 25 anos de história, Saulo cantou ao lado de  Ivete Sangalo, Durval Lelys, Marcionílio e Emanuelle Araújo no show que resultou no CD e DVD EVA 25 Anos,  lançado em 2005. Além dos antigos hits, as faixas “Não Precisa Mudar” e “Refrão” foram os destaques da produção.

Em 2007, com “Veja Alto, Ouça Colorido” Saulo consegue emplacar diversos sucessos.“Carnaval de Salvador”, “Toda Linda”, “ Só Por Ti”e “Anjo”.

A sequência de hits continuaria dois anos depois com o álbum “Lugar da Alegria”, que trouxe a faixa que dá nome à produção, além  de “Rua do Sossego”, “ Tudo Certo na Bahia” e “Tão Sonhada”.

Após um hiato de três anos, foi a vez de Saulo explorar sua faceta mais autoral e experimental com o lançamento de “Conexão Nagô Rede Tambor”. O sucesso “Circulou”, uma das faixas do CD, foi escolhida a melhor música do Carnaval de 2012.

Um dos momentos mais marcantes da carreira de Saulo aconteceu no último dia do Carnaval de 2013, durante sua despedida dos vocais da Banda Eva para seguir em carreira solo. Os fãs prestaram uma homenagem com camisas e cartazes com o nome do cantor e os dizeres: “Seguindo seus passos onde quer que vá”, o que levou Saulo às lágrimas.

A gravação do primeiro DVD “Saulo ao Vivo” aconteceu dois meses depois, na Concha Acústica do Teatro Castro Alves. Com lotação máxima nos dois dias de gravação, Saulo contou com as participações de Ivete Sangalo, Alexandre Carlo (Natiruts) e Davi Moraes. O lançamento do álbum aconteceu em novembro pela gravadora Universal Music.

A consolidação da carreira solo veio com a música “Raiz de Todo Bem, hit que concorreu a melhor música do Carnaval de 2014 e esse ano é tema do clipe em homenagem aos 30 anos do Axé Music divulgado pela Prefeitura de Salvador.

Revolução no Carnaval
No último ano em que puxou o trio da Banda Eva, em 2013, Saulo deu início a um movimento que começou a tomar o Carnaval de Salvador, e que neste ano de 2014 já se perpetua como nova tendência da folia. Ele abriu as cordas do Bloco Eva para o folião pipoca, assim como fez em seu primeiro carnaval na carreira solo.

Confira uma galeria de fotos com momentos marcantes da carreira do artista: