A Magia de Miró, desenhos e gravuras

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: reprodução

A CAIXA Cultural Salvador apresenta A Magia de Miró, desenhos e gravuras que abordam o universo onírico do pintor surrealista Joan Miró (1893-1983). A mostra ficará em cartaz na capital baiana de 17 de dezembro a 8 de fevereiro, encerrando o ciclo da mostra itinerante no Brasil.

Miró é um dos mais renomados artistas da história da arte moderna. O espanhol elegeu a liberdade como modo de viver e de pintar, transpondo as fronteiras entre a pintura e a poesia. Na carreira, experimentou inúmeras possibilidades de formas e de cores, compondo um mundo próprio, de sonhos e de fantasia. A possibilidade de conhecer de perto esse universo é a proposta da exposição, que tem abertura no dia 16 de dezembro, às 19h. No dia seguinte começa a visitação, das 9h às 18h, de terça a domingo, sempre com entrada gratuita.

Sob curadoria de Alfredo Melgar, conde de Villamonte e fotógrafo galerista em Paris, a exposição possui 69 obras do pintor espanhol e 23 fotografias cujo personagem é Miró, em preto e branco, tiradas por Melgar em visitas ao ateliê do artista. Nas imagens, Miró aparece em diversos momentos de criação e de descontração, revelando um plano mais íntimo e pessoal do catalão.

Alguns dos desenhos em exposição são esboços ou notas, que refletem o universo onírico levado à perfeição em suas obras consagradas. São peças únicas, muitas delas realizadas em papel, com desenhos em várias superfícies, como lixa e papelão, feitos por Miró com lápis e giz de cera ao longo dos últimos cinco anos de sua vida.

As ilustrações da mostra correspondem a diferentes épocas, entre 1962 e 1983, e remetem ao processo criativo de Miró, que pintou e desenhou sobre qualquer superfície que permitisse exibir sua enorme criatividade e conhecimento. O resultado é o traço colorido e inconfundível do gênio e ícone do surrealismo, que buscava a máxima intensidade com o mínimo de esforço e, assim, explicava a presença relevante dos espaços vazios em suas telas. A mostra já passou pelas CAIXA Cultural São Paulo, Curitiba, Rio de Janeiro e Recife, com patrocínio da Caixa Econômica Federal e da Petrobrás.

Joan Miró:

Nascido em Barcelona, em abril de 1893, é um dos mais renomados artistas da história da arte moderna. Miró estudou com Francisco Galí, que o apresentou às escolas de arte moderna de Paris, transmitiu-lhe sua paixão pelos afrescos de influência bizantina das igrejas da Catalunha e o introduziu à fantástica arquitetura de Antonio Gaudí.

Em suas pinturas e desenhos, tentou descobrir signos que representassem conceitos da natureza num sentido poético e transcendental. Nesse aspecto, tinha muito em comum com dadaístas e surrealistas, sendo influenciado principalmente por Paul Klee. Miró também trazia intuitivamente a visão despojada de preconceitos que os artistas das escolas fauvista e cubista buscavam, mediante a destruição dos valores tradicionais.

A partir de 1948, entre Espanha e Paris, realizou uma série de trabalhos de conteúdo poético com variações temáticas sobre mulheres, pássaros e estrelas. Em 1954, ganhou o prêmio de gravura da Bienal de Veneza e, quatro anos mais tarde, ganhou o Prêmio Internacional da Fundação Guggenheim pelo mural que realizou para o edifício da Unesco, em Paris. Miró morreu em Palma de Maiorca, na Espanha, em 25 de dezembro de 1983.

Alfredo Melgar:

Alfredo Melgar Alexandre nasceu em Madri, em 1944. Foi médico e professor da Cruz Vermelha, atuou como voluntário dos campos de refugiados do Oriente Médio e viajou pela América, África, Ásia e Europa trabalhando, alternadamente, como médico e fotógrafo. De volta à Espanha, em 1980, fundou a editora e galeria de arte Alfredo Melgar, produzindo portfólios de pintura, música e poesia. De 2003 a 2008 foi presidente da Associação Espanhola de Gestores do Patrimônio Cultural (AEGPC). Hoje, Melgar vive em Madrid, realizando trabalhos de edição, produção e direção de exposições e eventos culturais.

Serviço:

Exposição: “A Magia de Miró” – Joan Miró

Período: de 17 de dezembro a 8 de fevereiro (terça-feira a domingo)

Horário: das 9h às 18h

Local: CAIXA Cultural Salvador – Rua Carlos Gomes, 57, Centro – Salvador (BA)

Cerimônia de abertura: 16 de dezembro, às 19h

Entrada Gratuita

Classificação indicativa: Livre

Conveniência: Estacionamento gratuito na noite de abertura