A Praça é Nossa completa 28 anos com união e muito divertimento

Fonte: Da Redação

Crédito da Foto: Divulgação

Um dos maiores humorísticos brasileiros de todos os tempos, A Praça é Nossa comemora, nesta quinta-feira, 28 anos no ar. Durante a gravação realizada nesta terça-feira (5) Carlos Alberto  foi surpreendido por todos os humoristas da atração no palco. O telespectador poderá conferir a emoção dele ao assistir um VT com os humoristas atuais falando bordões que marcaram os personagens do programa ao longo de todo esse tempo, indo de “Tô de olho no sinhô” e “Calma cocada”, até o atual “Nada a ver”.

“Hoje está mais fácil de trabalhar, por conta da tecnologia, e mais difícil fazer rir, pela concorrência da TV fechada. É muito mais fácil fazer rir falando de sacanagem, mas nós temos a nossa autocensura”, pondera Carlos Alberto sobre o que mudou em seu trabalho nesses 28 anos. Quando questionado sobre a fórmula de sucesso do programa, ele é direto: “É o arroz com feijão bem feito”.

Sob o comando de Carlos Alberto de Nóbrega e direção geral de Marcelo de Nóbrega o programa permanece um sucesso de audiência com o segundo lugar absoluto no Ibope, levando alegria para toda a família há quase três décadas. A estreia no SBT aconteceu no dia 7 de maio de 1987. Anteriormente, de 1957 a 1976, a atração, sob o comando de Manoel de Nóbrega, era chamada “A Praça da Alegria” e exibida na extinta TV Paulista. Ao conquistar todas as faixas etárias e classes sociais, A Praça É Nossa sempre se destacou pela diversificação em seu humor.

Marcelo começou a trabalhar com o pai em 1982, estando há mais de 30 anos ao lado dele. A oportunidade de dirigir a Praça veio 15 anos atrás, por iniciativa dele próprio. “Falei para o meu pai deixar eu dirigir porque ninguém melhor do que um filho para saber o que ele queria”, diz. “É uma emoção muito grande dirigir o programa que meu avô criou e que meu pai comanda. A Praça é como uma empresa que um dia vou comandar também, mas não tenho a menor pressa”. Marcelo completa dizendo sobre o que, segundo ele, está diferente no programa. “Hoje a Praça está totalmente renovada. Não temos mais os “monstros do humor” como Rony Rios, Golias e Vera Verão, mas mantivemos a audiência e o sucesso. Estamos em uma fase maravilhosa”, completou.

Nestes anos foram produzidos mais de mil programas inéditos. Sem contar que já desfilaram pelo banco da Praça mais de 120 artistas, entre humoristas e comediantes, que protagonizaram o respeitável número de 250 personagens. Hoje, A Praça É Nossa tem mais de 20 personagens. Entre eles estão o político João Plenário (Saulo Laranjeira), Paulinho Gogó (Maurício Manfrini), Cabrito Tevez (Alexandre Porpetone), Nina e Sangue (Marlei Cevada), Dapena (Zé Américo), Seo Memê (Otávio Mendes), Matheus Ceará, Saideira (Giovane Bráz), Tropa de Malukos, entre outros.

A Praça é Nossa vai ao ar todas as quintas-feiras, às 23h00, no SBT