A SANGUE FRIO: Suspeitos de assassinar cantor Felipe Yves em Cajazeiras confessam crime

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: divulgação/Polícia Civil

Andrei Jesus dos Santos, conhecido como Lacoste, 22, e um adolescente de 17 anos, assumiram a participação na morte do cantor e compositor Felipe Yves. A dupla foi ouvida no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) nesta quarta-feira (8/3) após ser encontrada no bairro de Cajazeiras, em Salvador.

Segundo a Polícia Civil, com o garoto foi apreendido um revólver calibre 38, que foi encaminhado ao Departamento de Polícia Técnica (DPT), para ser periciado e verificar se foi utilizada durante o crime.

Andrei ficará custodiado no Complexo Policial da Baixa do Fiscal, enquanto o jovem já foi levado para Delegacia do Adolescente Infrator (DAI). Equipes do DHPP continuam as buscas para tentar prender Ueslei Silva Sarinho, 22 anos, que já teve seu retrato divulgado. Os mandados de prisão preventiva para Ueslei e Andrei já foram solicitados.

O crime aconteceu na noite do último domingo (5/3). Felipe era autor de sucessos como “Depois de nós, é nós de novo” (gravado por Igor Kannário) e “Bumbum Paredão” (gravado por Léo Santana). Seu corpo foi encontrado decapitado e carbonizado no bairro da Boca da Mata na segunda-feira (6/3).

LEIA MAIS: EXCLUSIVO: Reportagem acompanha prisão de suspeito de matar cantor Felipe Yves; Veja vídeo

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos na página facebook.com/aratuonline e também pelo youtube.com/portalaratuonline.