AÇÃO RÁPIDA: Suspeitos que balearam policial civil durante assalto são presos em Alagoinhas

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: Divulgação/Polícia Civil

Jonathas Luiz da Silva Cerqueira, 20, e Marcelo Santana de Souza, 24, foram presos a noite da última quinta-feira (7/7), poucas horas depois de assaltarem uma barbearia, no Jardim Petrolar, em Alagoinhas, e balearem o policial civil Joseval da Silva Moitinho, de 47 anos.

Os suspeitos entraram no estabelecimento e anunciaram o assalto portando um revólver de calibre 38. Em seguida, fugiram levando celulares, um tablet, relógios e dinheiro subtraído do caixa e dos clientes.

Na tentativa de impedir a a fuga dos assaltantes, o policial, que é lotado na Delegacia Territoral de Catu, e estava na barbearia, saiu em perseguição aos ladrões até o terreno de uma casa abandonada, onde houve troca de tiros. No confronto, o investigador foi atingido e baleou Jonathas.

LEIA MAIS: CORPORAÇÃO SOB ATAQUE: Policial é atingido nas costas ao tentar evitar assalto em Alagoinhas

Em seguida, policiais do 4º Batalhão da Polícia Militar (BPM) acionaram uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência para socorrer os dois feridos para o Hospital Regional Dantas Bião, em Alagoinhas.

O outro suspeito, Marcelo, foi localizado e preso poucas horas depois do crime no bairro Lagoa da Feiticeira. Com ele foi apreendida uma metralhadora 9 mm e um Fiat Uno, roubado no dia anterior, segundo a polícia.

Autuados em flagrante por roubo e porte ilegal de arma, Marcelo já está na carceragem da Delegacia Terrotorial (DT/Alagoinhas), enquanto Jonathas encontra-se custodiado no Hospital Dantas Bião, aguardando alta médica. Os pertences recuperados já foram devolvidos às vítimas, inclusive o celular e a carteira do investigador.

Marcelo2

Marcelo Santana de Souza foi preso horas depois do assalto Foto:Divulgação/Polícia Civil