Adolescente é morto no DF por frentista em protesto contra preço da gasolina

Fonte: Agência Brasil

Um adolescente foi morto por um frentista durante um protesto contra o preço dos combustíveis em um posto de gasolina em Planaltina, no Distrito Federal (DF), na noite de quarta-feira (11).

Lucas da Luz Alves tinha 15 anos e protestava com um grupo de pessoas contra o aumento do preço da gasolina e levou dois tiros, após uma discussão com Wemerson dos Santos Feitosa, de 26 anos, que era funcionário do local.

No protesto, os manifestantes abasteciam os veículos com R$ 0,50, pagavam com cédulas de valor alto ou cartão de crédito e exigiam nota fiscal. Segundo a Polícia Militar, testemunhas disseram que a discussão começou após o frentista abastecer com R$ 50 em vez de R$ 0,50 o carro em que a vítima estava. Depois de atirar no jovem, o frentista tentou fugir, mais foi preso por policiais militares.

De acordo com a Polícia Militar, Feitosa estava com o revólver calibre 38, que foi usado para fazer os disparos contra o adolescente. A arma estava com a numeração raspada. Feitosa está preso na 31ª Delegacia de Polícia em Planaltina e vai ser transferido para a Carceragem do Departamento de Polícia Especializada de Brasília.

Cerca de 40 manifestantes estavam no posto no momento do crime.