ALERTA: Rodoviários entram em estado de greve nesta quinta; Trabalhadores dizem que não há acordo com os empresários

Fonte: Heloísa Gomes

Crédito da Foto: Xico Lopes / TV Aratu

Os rodoviários realizaram duas assembleias nesta quinta-feira (12/5), uma às 9h e outra às 15h, na Quadra de Esportes dos Bancários. Em ambas as reuniões, os trabalhadores decidiram declarar estado de greve. Após o encontro desta tarde, eles realizaram uma passeata simbólica pela Avenida Sete de Setembro.

Segundo os rodoviários, apesar das seis rodadas de negociação, o sindicato patronal não apresentou nenhuma contraproposta à pauta de reivindicações. O estado de greve declarado nesta tarde serve como um alerta às autoridades sobre a falta de evolução no andamento das negociações.

De acordo com o sindicato da categoria, nova assembléia deve ser realizada na próxima quinta-feira (19/5). Na ocasião, será tomada uma decisão final sobre a paralisação. Antes disso, os ônibus devem circular normalmente pelas ruas da capital.

REIVINDICACÕES

Os rodoviários querem o reajuste salarial de 18%, fim da dupla jornada para motoristas, aumento do ticket, equiparação salarial na manutenção e aumento da gratificação de Carnaval. Estas são algumas das principais reivindicações. A pauta total da categoria é composta por 16 itens.

Os trabalhadores alegam que os empresários do setor só aceitam negociar a partir do mês de novembro. Os rodoviários, entretanto, não aceitam a situação e alegam que a data-base da categoria acontece é, historicamente, no mês de maio.

Em contato com a TV Aratu, o assessor de relações sindicais da Integra, Jorge Castro, disse esperar que os trabalhadores levem em conta o momento de crise econômica enfrentado pelo país e reconsiderem a possibilidade de retomar as negociações no mês de novembro, quando se espera que o cenário seja melhor do que o atual.

*Atualizada às 18h20