TEMPO RUIM E TURBULÊNCIA: Após protesto contra políticos, baianas são retiradas de voo por agentes da PF; Veja vídeo

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: reprodução/WhatsApp

Cerca de 70 mulheres baianas foram retiradas de um voo que partiu de Salvador por agentes da Polícia Federal no aeroporto de Brasília. Todas são participantes da 4ª Conferência Nacional de Políticas para Mulheres e embarcaram, coincidentemente, junto com três deputados federais que votaram a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff.

A assessoria da PF disse ao Aratu Online que as mulheres gritaram palavras de ordem contra Antônio Imbassahy, Tia Eron e Jutahy Magalhães. Assim, o comandante do voo solicitou a presença dos agentes para que todos os passageiros fossem retirados da aeronave.

A Polícia Federal relatou ainda que o grupo não foi revistado e ninguém foi preso. Na Bahia, militantes e políticos ligados às 73 mulheres já se manifestaram. O presidente da Comissão de Direitos Humanos e Segurança Pública da Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Marcelino Galo (PT), chegou a afirmar que as manifestantes são “presas políticas”.

Já a vereadora Aladilce Souza classificou a ação da PF como “absurda”. A edil disse ainda que o desembarque condicionado – como a PF o classifica – “fere o direito de livre expressão e é uma medida desproporcional e abusiva, sobretudo porque a manifestação foi pacífica e não pôs em risco o vôo, nem seus passageiros”.

A gritaria foi registrada em vídeo; Confira: