Após 12 morrerem, policiamento é reforçado na Região do Cabula

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: Ana Manuela/Tv Aratu

O policiamento está reforçado na Região da Estrada das Barreiras, em Salvador. Pelo menos foi o que disse o Comandante da Rondesp, Major Agnaldo Ceita, em entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira (06). Na ocasião, que também contou com a participação do diretor da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Jorge Figueiredo, a polícia contou detalhes da operação que acabou vitimando fatalmente 12 homens na madrugada de hoje.

O comandante destacou que o reforço no policiamento é um temor a represálias que podem surgir através dos bandidos ou até da população. A Central de Polícias (Centel) disse ao Aratu Online que o clima está tranquilo na localidade, mas algumas pessoas já denunciaram supostos toques de recolher e algumas ameaças de ataques a ônibus.

Na ação desta madrugada, segundo Ceita, os homens estavam se organizando para explodir um caixa eletrônico e já estavam sendo investigados pelo Serviço de Inteligência da Polícia Militar. Na troca de tiros com a polícia, os homens foram baleados e encaminhados ao Hospital Geral Roberto Santos. Na operação, foram apreendidos 6 kg de maconha, 1kg de cocaína e 500 gr de crack, além de armamento, bananas de dinamite e coletes camuflados.

Estado de saúde das vítimas
Foram levadas ao Hospital Geral Roberto Santos (HGRS) 15 pessoas do sexo masculino, dos quais dez chegaram mortas. Dos cinco que deram entrada ainda vivos, um morreu logo que deu entrada no Centro Cirúrgico, identificado como Vítor Amorim de Araújo, totalizando, no HGRS,  onze mortos. O único PM atingido na ação já teve alta do Hospital e passa bem. Um outro homem morreu no local, totalizando 12 mortos.

Arão de Paula Santos, de 23 anos, também já teve alta, após medicado (alvejado na perna direita e com ferimento leve na cabeça), e foi conduzido a uma unidade da Polícia Civil. Outro, Luan Lucas Ferreira de Oliveira, 20 anos, passou por cirurgia e já se encontra em uma Enfermaria. O terceiro, o menor LMB, 15 anos, também encontra-se em recuperação, estável, e também será encaminhado à Enfermaria. O quarto, Elenilson Santana da Conceição, 22 anos, tem estado considerado grave, passou por várias cirurgias e será encaminhado para um leito de UTI.