Após ataque em SP, jogadores debatem relação entre games e violência no Twitter; veja

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: reprodução/Twitter

Nesta quarta-feira (14/3), dois criminosos invadiram a escola Raul Brasil, em Suzano, região metropolitana de São Paulo, mataram oito pessoas e, depois, tiraram as próprias vidas. No mesmo dia, o vice-presidente emitiu declarações que relacionaram os jogos ao massacre.

LEIA MAIS: “Um belo dia resolvi mudar”, diz Giovanna Lancellotti após mudar o visual; veja

Reportagens também apontaram o gosto dos responsáveis pelo ataque pelos games. Através da tag #SomosGamersNãoAssassinos, muitos adeptos dos jogos se pronunciaram contra as declarações, afirmando que não há relação entre a violência simulada em um ambiente virtual com a do mundo real.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuonline.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.