Após suspeita de irregularidades, Brasília pune faculdade baiana e proíbe Fies e Prouni

Fonte: Da redação

O Ministério da Educação (MEC) determinou uma série de penalidades à Faculdade Montenegro, localizada no município de Ibicaraí, a 470 quilômetros de Salvador, por suspeitas de irregularidades.

A decisão foi publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira (23/1).

Entre as sanções, estão a proibição de abertura de novos cursos, de realização de vestibular e outros processos seletivos. Também fica suspensa a realização de novos contratos de Financiamento Estudantil (FIES) e de participação em processo seletivo para oferta de bolsas do Programa Universidade para Todos (Prouni), bem como restrição de participação no Programa Nacional de acesso ao ensino técnico e emprego (Pronatec).

LEIA MAIS: ‘NA COCÓ’: Guardador de carro é morto a tiros em plena luz do dia no Cabula

No entanto, até o momento a faculdade parece ignorar a decisão e mantém em seu site a opção de ingressos de novos alunos através do vestibular 2017. Veja no print abaixo:

Print tirado do site da faculdade às 20h desta segunda-feira (23/1/2017)

Ainda de acordo com a publicação do MEC, a instituição de ensino tem até 15 dias a contar da data de hoje (23/1) para apresentar sua defesa e o prazo de 30 dias para, caso necessário, recorrer da decisão e apresentar recursos ao Conselho Nacional de Educação (CNE).

Veja no print abaixo algumas penalidades que constam do Diário Oficial desta segunda-feira (23/1):

A equipe de reportagem do Aratu Online tentou contato com a Faculdade Montenegro, mas não obteve sucesso.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos na página facebook.com/aratuonline e também pelo youtube.com/televisaoaratu.