‘Aratu Notícias’ flagra agressão de policiais a manifestantes durante protesto na Avenida ACM; Veja Vídeo

Fonte: André Uzêda

O protesto na Avenida ACM ocorrido na tarde desta terça-feira (12/1) causou enorme congestionamento em Salvador durante horário de pico.

Cerca de 50 pessoas fecharam uma das mais movimentadas avenidas da cidade. Segundo o major Raimundo Lopes, comandante da 1ª Companhia da Polícia Militar, “pessoas infiltradas” aproveitaram o protesto para assaltar motoristas presos no congestionamento.

Isso derivou saques, confusão e correria durante o protesto.

A equipe da TV Aratu, porém, flagrou cenas que extrapolam o que foi relatado pela autoridade policial. O repórter cinematográfico Carmelito Silva registrou imagens de policiais agredindo manifestantes como forma de dispersar o movimento.

Veja vídeo:

E, de fato, o movimento foi diminuído por volta das 14h30. Ainda assim, os reflexos da interrupção no trânsito foram sentidos em outras vias de acesso da cidade horas mais tarde — a exemplo das Avenidas Bonocô e Paralela.

MOTIVAÇÃO

O grupo informou que a motivação do protesto foi a morte de um jovem, identificado como Jean Santos, de 21 anos, após ação da Rondesp no bairro de Saramandaia. Na mesma operação, relatam os moradores, uma mulher grávida teria sido atingida na perna.

A polícia não se manifestou sobre as agressões flagradas por nossa equipe.

Entretanto, enviou uma nota sobre a operação da Rondesp. Segundo eles, Jean Santos foi “atingido durante tiroteio entre a PM e traficantes”. Ainda de acordo com o comunicado, com o jovem foram encontradas “drogas e armas”. Os moradores refutam esta versão.

Confira outras cenas de agressão policial na reportagem de Lícia Fontenele, que foi ao ar no Aratu Notícias: