ARRASTANDO A SANDÁLIA: Multidão lota Centro Histórico e Paripe na abertura de festejos juninos em Salvador

Fonte: Da Redação

Crédito da Foto: Paula Froes / GOVBA

A sanfona é quem dá o tom dos festejos até o próximo sábado (24/6), durante o São João da Bahia, que anima baianos e turistas em 300 municípios do interior e em três palcos montados no Centro Histórico e um em Paripe. Nesta quinta-feira (22/6), o governador Rui Costa e a primeira dama Aline Peixoto prestigiaram o show de Carlos Pitta no Terreiro de Jesus, onde está montado o maior palco.

Os outros dois são nos largos do Pelourinho e do Cruzeiro de São Francisco.  Antes de curtir o forró no Pelourinho, o governador prestigiou a festa na Praça João Martins em Paripe. Para o governador Rui Costa, o apoio do Estado é fundamental para que os municípios aproveitem o período junino para movimentar a economia em meio a um contexto de crise no país.

LEIA MAIS: CINCO PRA LÁ, CINCO PRA CÁ: Opções para quem neste São João não vai fazer a festa no interior

“Além de uma tradição cultural que precisa ser mantida e potencializada, o São João da Bahia também é uma atividade econômica para as cidades baianas. Acredito que o São João é para o interior, proporcionalmente, o que o Carnaval é para Salvador. Gera renda, atrai visitantes. As pessoas alugam suas casas, pousadas e hotéis ficam lotados e o comércio local é movimentado. Por isso é importante a participação do Estado para que as festas aconteçam”, afirmou Rui Costa.

Segundo o secretário do Turismo, José Alves, o clima junino já tomou conta da Bahia. “Quem não puder viajar para o interior é só comparecer ao Pelourinho que está muito legal, com shows gratuitos de altíssima qualidade e segurança total”. Ele destacou que, dos 417 município baianos, 300 oferecem festas.

“Só de Salvador estão saindo cerca de dois milhões de pessoas para o interior. Cada pessoa deve gastar cerca de R$ 42, isso dá mais de R$ 800 milhões circulando na economia do interior baiano neste São João. São 140 mil empregos diretos vinculados à festa, com investimentos das prefeituras, do Estado, isso é muito bom para todo mundo”, afirmou o secretário.

Baianos e turistas se divertiram com o legítimo forró pé de serra no Terreiro de Jesus no primeiro dia do São João da Bahia no Pelourinho. O baiano Adelmário Coelho foi o primeiro a se apresentar no palco principal, seguido pelo forrozeiro Virgílio, Dorgival Dantas, Carlos Pitta e Nonô Curvêllo.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuonline.com.br/aovivo e no facebook.com/aratuonline.