Bahia deve receber três novos centros olímpicos, diz Governo

Fonte: Da redação

O Governo da Bahia, através da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), negocia com o Ministério do Esporte a implantação de três novos centros olímpicos no estado. São eles: o Centro de Canoagem, o Centro de Luta Olímpica e o Centro de Boxe.

O pleito está em discussão e, nesta quinta-feira (20), foi pauta de agenda entre o secretário estadual Álvaro Gomes, o secretário de Alto Rendimento do ministério, Carlos Geraldo, os presidentes da Confederação de Luta Olímpica e Confederação de Boxe, Pedro Gama e Mauro Silva, respectivamente, o presidente da Federação de Boxe da Bahia, Joilson Santana, e ainda o vice-presidente da Federação de Canoagem da Bahia, José Carlos.

Conforme o secretário Álvaro, a sinalização dada pelo ministério é positiva e o governo baiano está empenhado para que os três projetos sejam concretizados. A ideia é que o Centro de Canoagem seja implantado na foz do Rio de Contas, podendo ser em Ubaitaba, Itacaré, ou em outro município. Já há definição de local para os centros luta; o secretário informou que a cidade de Salvador é quem deve receber os empreendimentos. Novas conversas serão feitas. E a tomada de decisão pode sair nas próximas semanas.

O presidente da Confederação de Boxe, Mauro Silva, comemorou a iniciativa. “O nosso pensamento é criar um centro regional na Bahia, estado com forte potencial para o esporte”. Ele assinalou que o esporte faz parte da área social e é responsável por grandes transformações.

A reunião também permitiu que o governo baiano apresentasse outros pleitos, a exemplo da realização de eventos internacionais na Bahia. “Estamos reivindicando a Copa do Mundo de Seleções de Judô, que ocorrerá no início de 2016, e ainda a realização de um desafio entre a Seleção Brasileira de Box contra uma seleção internacional”, adiantou Gomes. A Bahia oferece como palco da disputa entre judocas o Centro Panamericano de Judô e o ginásio de Cajazeiras para o boxe.