Bahia leva virada do Santa Cruz em casa e deixa o G4

Fonte: Do Terra

Crédito da Foto: Reprodução

Fazendo uma campanha de recuperação no returno da Série B na tentativa de conseguir o acesso à elite, o Santa Cruz surpreendeu o Bahia, neste sábado, fora de casa. Em jogo disputado na Arena Fonte Nova, cujo primeiro tempo foi escasso em emoções, os donos da casa inauguraram o placar, mas amargaram a virada já na reta final e foram ultrapassados na tabela de classificação.

Os três pontos, assegurados graças ao gol de Bruno Moraes já na reta final do jogo, fizeram o Santa Cruz chegar aos 55 na competição, ultrapassando o Bahia, que ficou com 54. O provisório quarto lugar pode, inclusive, ser concretizado caso o Sampaio Correa tropece diante do Oeste. Com quatro jogos para o fim da competição, o time pernambucano recebe o Oeste na próxima semana, enquanto o Bahia segue em Salvador (BA) para enfrentar o ABC.

O jogo – O primeiro lance de perigo do jogo foi do Santa Cruz, apesar da pressão contrária que emanava das arquibancadas. Aos 12 minutos, após jogada de Grafite, que se deslocou para armar o contragolpe, João Paulo ficou livre, cara a cara com Douglas Pires, mas bateu fraco e perdeu grande chance.

Aos 18 minutos, Kieza até chegou a inaugurar o placar, mas a arbitragem invalidou o lance alegando posição de impedimento. O jogador estava à frente da linha da bola no momento do passe e, em decisão acertada, o auxiliar invalidou o gol dos donos da casa. Um minuto depois, os mandantes se assustaram ao verem Luisinho receber sozinho dentro da área, mas isolar sem critério para longe do gol.

A chance clara perdida pelo setor ofensivo abalou o Santa Cruz, que acuou demais no campo de defesa. Aos 28 minutos, o meia Souza quase inaugurou o marcador em cobrança de falta, obrigando o goleiro Tiago Cardoso a se esticar para fazer uma bela defesa. Foi inclusive Souza quem participou do lance do gol, na volta do intervalo, aos seis minutos do segundo tempo.

O jogador cobrou pênalti cometido por Vítor, mas chutou a bola na trave de Tiago Cardoso. Atento ao rebote, Kieza teve tempo de se antecipar à marcação coral e empurrar para as redes para colocar o Bahia em vantagem. Porém, a dianteira do placar só foi mantida por 15 minutos. Aos 20, após cobrança de escanteio de João Paulo, o zagueiro Danny Morais se redimiu da desatenção no lance do pênalti ao empatar com uma cabeçada certeira.

Desesperado com o passar do tempo e a manutenção da igualdade, o Bahia se lançou ao ataque e, aos 34, Kieza quase recolocou os donos da casa na frente. O atacante recebeu bom cruzamento, mas não conseguiu direcionar o cabeceio para balançar as redes. O lamento virou frustração dois minutos depois, quando o atacante viu Bruno Moraes receber livre na área para virar o jogo e decretar a vitória dos visitantes.

Bahia 1 x 2 Santa Cruz
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 07 de novembro de 2015, sábado
Hora: 17h30 (de Brasília)
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)
Assistentes: Cristhian Passos Sorence e Jesmar Benedito de Paula (ambos de GO)
Público: 29.965 pagantes
Renda: R$ 913.825,00
Cartões amarelos: Juninho e Rômulo (Bahia); Bileu, João Paulo e Lelê (Santa Cruz)
Gols: Kieza, aos 6 minutos do segundo tempo (Bahia); Danny Morais, aos 20, e Bruno Moraes, aos 37 do segundo tempo (Santa Cruz)

Bahia: Douglas Pires, Cicinho, Rafael Valongo, Gustavo e Juninho (Tchô); Paulinho Dias, Souza (Gustavo Blanco), Eduardo e Rômulo; Maxi Biancucchi (Zé Roberto) e Kieza. Técnico: Charles Fabian

Santa Cruz: Tiago Cardoso, Vitor (Neris), Alemão, Danny Morais e Allan; Wellington, Bileu, João Paulo, Lelê (Raniel) e Luisinho; Grafite (Bruno Moraes). Técnico: Marcelo Martelotte