Bandidos trocam tiros com a polícia e 12 pessoas são mortas na Estrada das Barreiras

Fonte: Da Redação

Crédito da Foto: Divulgação / Polícia Militar

Doze pessoas morreram e quatro ficaram feridas na madrugada desta sexta-feira (06), por volta das 2h, durante uma troca de tiros entre bandidos e policiais militares, na Estrada das Barreiras, bairro do Cabula, em Salvador.

Segundo informações do Departamento de Comunicação Social da PM-BA, a ação aconteceu quando três guarnições da Rondesp Central e duas da 23ª CIPM (Tancredo Neves) estavam averiguando a situação de um veículo suspeito, próximo a uma agência bancária.

O tiroteio começou, após os policiais perceberem a presença de cerca de 30 homens armados, alguns com uniformes semelhantes ao do Exército e carregando mochilas, em uma baixada do entorno do local, conhecida como Vila Moisés.

Quando os militares abordaram o grupo, que pretendia arrombar o banco, foram recebidos a tiros. A polícia revidou a ação e 16 pessoas acabaram sendo baleadas, além de um sargento da PM atingido, de raspão na cabeça. Entre as vítimas fatais, dez corpos foram encontrados no local, logo após a ação, e outro somente na manhã de hoje. Os feridos foram levados para o Hospital Roberto Santos, onde mais um homem morreu .

aratuonline salvador estrada das barreiras doze mortos tiroteio2

Divulgação / Polícia Militar

Ainda de acordo com o DCS, o policial foi atendido na unidade, passa bem e já recebeu alta médica. Entre os bandidos feridos, três estão em estado grave. Durante a ação, foram apreendidas 16 armas, muitas de calibre restrito com carregadores alongados, e farta quantidade de droga. Toda a apreensão foi apresentada na 11ª Delegacia Territorial (Tancredo Neves).

Os internados no HRS foram identificados como: Luan Lucas Vieira de Oliveira, 20 anos, Elenílson Santana da Conceição, 22 anos, e o adolescente L. M. B., de 15 anos. Um quarto homem, Arão De Paula Santos, 23 anos, foi baleado na perna, já teve alta da unidade e será encaminhado ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), onde o caso está sendo investigado pelo delegado Alberto Schramm.

Em nota, o DCS-PM/BA informou que as ações da Polícia Militar estão intensificadas no local com o objetivo de garantir à população a tranquilidade e a manutenção da rotina no bairro. A assessoria disse, ainda, que ações no combate ao cometimento de crimes de arrombamentos de caixas eletrônicos continuarão a ser desencadeadas em todo o Estado com o apoio do serviço de inteligência e a necessária presença ostensiva.