VELHO OESTE: Presos matam interno e deixam recado escrito com sangue para juiz em Barreiras

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: Divulgação / Polícia Civil

Um detento foi encontrado morto na noite de domingo (20/11), no complexo policial de Barreiras, oeste da Bahia. De acordo com a polícia, os colegas de cela espancaram e decapitaram o homem, que respondia por cinco homicídios e pertencia a uma facção criminosa rival.

Segundo a 11ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), ao lado do corpo do detento, foram encontrados bilhetes, com pedidos para “que juízes da comarca local soltem presos” e, também, para que haja “visita para familiares”.

Os recados foram escritos com caneta e provavelmente, com o sangue do próprio detento, segundo a polícia. Um inquérito policial já foi instaurado para apurar a morte do detento que ocorreu no domingo (20/11). Os presos estão sendo ouvidos nesta segunda-feira (21/11) para apurar a autoria do crime.

Também nesta segunda, será realizada uma varredura no complexo, com auxílio da Polícia Militar, para apreender o material que foi usado na morte. O complexo policial tem capacidade para abrigar 30 detentos, mas atualmente cerca de 90. O corpo do detento foi levado para Instituto Médico Legal de Barreiras.