Cabaceiras do Paraguaçu sedia 14º Festival de Declamação de Poemas de Castro Alves

Fonte: Da redação

Nos próximos dias 13 e 14 de março (Dia Nacional da Poesia, dia de nascimento de Castro Alves), o município de Cabaceiras do Paraguaçu, no Recôncavo baiano, recebe a 14ª edição do Festival de Declamação de Poemas de Antônio de Castro Alves, uma iniciativa da Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (DIMUS/IPAC). O evento, que já é tradição na cidade, marca as comemorações dos 168 anos de nascimento do poeta Castro Alves e reúne pessoas de diversas regiões do estado e de todas as idades que prestam homenagem ao grande trovador baiano, autor de Espumas Flutuantes, Vozes D’África e O Navio Negreiro. O evento será realizado no Parque Histórico Castro Alves (PHCA), localizado na Fazenda Cabaceiras, local onde nasceu o poeta.

A novidade desde ano é que o festival será dividido nas categorias Infantil e Adulto. As declamações infantis começam no período da manhã, do dia 13/03, e as adultas acontecem no período da tarde. Na ocasião, os jurados analisam: originalidade (criatividade utilizada para a apresentação do poema), dicção (clareza das palavras pronunciadas na declamação), fluência verbal (correção e a pronúncia das palavras) e fidelidade ao texto (exatidão e o respeito a todos os versos e palavras do poema). A premiação acontece em 14 de março, quando os cinco primeiros colocados se apresentam no final da manhã. No período da tarde, acontecem outras homenagens ao poeta.

A diretora da DIMUS, Ana Liberato, explicou que o festival foi criado para homenagear o poeta Castro Alves e incentivar a juventude a usar a poesia para manifestar seus sentimentos. “Os poemas do grande poeta expressam o seu romantismo, o seu amor à pátria, além do intenso sentimento libertário”, acrescenta.

Mostra Hansen Bahia
Outra novidade deste ano é a abertura, em 13/03, também no Parque Histórico Castro Alves, da exposição “Navio Negreiro de Castro Alves – Grama em Gravuras, por Hansen Bahia”. A abertura da mostra terá início às 18h, após o Festival de Declamação de Poemas de Antônio de Castro Alves, e contará com apresentação da Filarmônica Lira Ceciliana de Cachoeira.

A mostra é composta de 20 xilogravuras de Hansen Bahia que retratam a dramaticidade social sentida na pele dos escravos: toda a aspereza, animalização e violência do tráfego negreiro. A técnica da xilogravura foi a escolhida por Hansen para representar a força de seus temas. Em uma entrevista, em 1971, afirmou: “a madeira tem sua própria linguagem”. Fica no museu até maio.

Serviço:

O que: 14º Festival de Declamação de Poemas de Antônio de Castro Alves
Quando: 13 e 14 de março                                                                       Onde: Parque Histórico Castro Alves (PHCA)
Endereço: Praça Castro Alves, nº 106, Centro, Cabaceiras do Paraguaçu/ BA
Tel.: (75) 3681-1102                                                                                     Realização: PHCA/DIMUS/IPAC/ SECULT-BA
Gratuito