CAÇADA CONTRA O CRIME: Polícia inicia investigação para prender assassinos de Nego Pom no Subúrbio

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: reprodução/WhatsApp

A morte do músico Marcos Vinícius Santos de Jesus, conhecido como ‘Nego Pom’, está sendo investigada pela 5ª Delegacia Territorial (DT/Periperi) em conjunto com o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Segundo o titular da unidade, Nilton Borba, algumas suspeitas já foram levantadas.

Em contato com o Aratu Online na tarde desta quarta-feira (22/6), Borba disse que pessoas próximas ao backing vocal da banda de pagode ‘Guettho é Guettho’ já conversaram com as autoridades. “Conversamos informalmente com a esposa dele, que está em estado de choque. Ela será ouvida posteriormente”, informou.

O delegado relatou ainda que a Polícia Civil trabalha com a hipótese de latrocínio, roubo seguido de morte. “Colocamos isso já que a moto dele foi levada. Agentes do DHPP e 5ª delegacia estão trabalhando”, finaliza.

A morte de ‘Nego Pom’ foi confirmada por volta das 15h30 desta quarta, um dia depois do atentado, que aconteceu no bairro de Periperi. A vítima foi atingida por pedradas e tiros na cabeça.

Segundo alguns amigos, ‘Nego Pom’ teria ido ao bairro fechar um contato de show para a banda Hit House, da qual é produtor. Um segundo relato fala de uma cobrança feita pelo dançarino em relação ao cachê de um show realizado pela banda que ele produz. Os negociadores não teriam gostado e reagido com violência.