Caixa Cultural Salvador recebe o espetáculo ” A Morte de Ivan Ilitch”

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: Divulgação

O espetáculo A Morte de Ivan Ilitch estréia na Caixa Cultural Salvador no próximo dia 16 de abril, com a aplaudida atriz paulistana Cácia Goulart. Ela traz para o palco uma adaptação dramatúrgica desta novela que é considerada a mais perfeita obra do gênero do século XX, publicada em 1866 pelo escritor russo Lev Tolstói, com tradução de Boris Schnaiderman. O monólogo, que fica em cartaz até o dia 19 de abril a preços populares, R$ 8 e R$ 4, traz uma delicada e contundente reflexão sobre vida e morte.

 Pela primeira vez em um trabalho solo, Cácia Goulart escolheu um clássico literário com tema e abordagem que tocam de perto o homem do nosso tempo. A obra aborda a pretensa autossuficiência do homem contemporâneo, que é relutante em admitir a própria finitude e põe a morte numa zona de silêncio. Disposta a tratar honestamente da questão, a atriz se desdobra na atuação, dramaturgia e direção desse espetáculo, que já recebeu duas indicações ao Prêmio Shell (2013/SP), nas categorias de Melhor atriz e Melhor Iluminação (Lúcia Chedieck).

 Nesta livre adaptação dramatúrgica assinada por Cácia em parceria com Edmilson Cordeiro, a atriz interpreta o respeitado juiz Ivan Ilitch, casado com uma bela mulher, cujo relacionamento foi construído devido ao interesse de Ivan na fortuna da moça. Ao decorar sua casa, um dos símbolos da riqueza que ostentava, Ivan se fere enquanto pendura as cortinas. O machucado gradativamente toma proporções maiores e, aos poucos, Ivan caminha para a morte.Durante o trajeto para o fim da sua vida, o personagem reflete sobre o sentido que teve os anos vividos. Aos poucos, perdendo a influência e o papel de controle até mesmo dentro da sua casa, ele repensa sobre quanto valia, afinal de contas, tudo o que tinha.

Para levar a obra aos palcos, Cácia Goulart optou em manter o tom reflexivo que o texto original apresenta. A falta de linearidade é um dos pontos primordiais que se mantém no espetáculo. Depois de ter perdido o medo da morte, de ter revisto sua própria trajetória e percebido seus erros, Ivan conta como costumava viver, priorizando o seu status social enquanto se afastava da própria família. A queda do personagem também marca o declínio de seu sucesso na carreira.

O que se vê no palco é uma atriz servindo de passagem para vozes e disponibilidades corpóreas que se modulam às exigências de cada movimento narrativo, em diferentes níveis do monólogo. O ponto de vista da personagem entra em diálogo com o ponto de vista da atriz, que também é sujeito e autora da trama. Obtém-se assim, numa oscilação entre o lírico, o épico e o dramático, um efeito de distanciamento crítico de significados múltiplos, em franco diálogo com o público, sem hermetismos.

O público é convidado a vivenciar a obra, como testemunha ou como quem toma partido no cortejo ora fúnebre ora sarcástico dos familiares, amigos e servos, ora por perspectivas solidárias, patéticas, irônicas ou poéticas. A música original composta por Marcelo Pellegrini sustenta e pontua a estrutura dramatúrgica, arrematando a ambiência do espetáculo.

Com cenário intimista de André Cortez, figurinos de Marina Reis e iluminação de Lúcia Chedieck, a plateia é convocada a participar das mais sutis pulsações do embate decisivo entre vida e morte na alma humana.

SERVIÇO:

Espetáculo: A Morte de Ivan Ilitch

Onde: Caixa Cultural Salvador – Rua Carlos Gomes, 57, Centro Salvador / BA

Informações: 71 3421-4200

Quando: De 16 a 19 de abril (de quinta-feira a domingo)

Horário: De quinta-feira a sábado, às 16h e às 20h. Domingo, às 16h e às 19h.

Ingressos a preços populares: R$ 8 e R$ 4

Estacionamento gratuito ao lado