Carreira, depressão e bissexualidade marcam estreia da série de Anitta; veja trailer

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: André Nicolau/Netflix/divulgação

Uma semana depois de lançar, em um dia, três clipes, em três línguas diferentes, Anitta comemora, nesta sexta-feira (16/11), a estreia de “Vai, Anitta”, série documental sobre sua vida e carreira, na plataforma de streaming Netflix.

Em seis episódios, a produção mostra a elaboração do projeto Check Mate, lançado no ano passado, com quatro clipes. Porém, o que chama mais a atenção dos fãs é quando a “intimidade” da carioca é documentada, incluindo cenas com seu ex-marido, o empresário Thiago Magalhães, de quem está separada desde setembro.

Segundo Anitta, não houve nenhum tipo de restrição às gravações, nem pedido de edição especial após a separação. Inclusive, ela até aparece chorando em alguns momentos.

Nos comentários nas redes sociais, o que também “chocou” diversos seguidores foi a revelação da sua bissexualidade. A cantora disse que usou a música “I Kissed a Girl” (eu beijei uma garota), de Katy Perry, para contar à mãe que também se relacionava com meninas.

LEIA MAIS: Noiva descobre traição um dia antes do casamento e se vinga no altar; confira

Outra questão que vem à tona, em relação à vida pessoal da artista brasileira, é uma crise depressiva pela qual passou. Nesse período, inclusive, não foram permitidas gravações.

“Tive uma crise de depressão e vai ter um vácuo nesse período. Fiquei uns três, quatro meses sem conseguir assimilar. Todo mundo parou e ficou me esperando voltar ao normal para que desse continuidade. A gente aborda de uma forma um pouco superficial, porque, na época, não conseguia filmar. Não é tão aprofundado, mas dou um depoimento explicando um pouquinho do motivo, desde a primeira vez até essa recaída”, revelou Anitta ao site Gaúcha ZH, do jornal Zero Hora.

A “docussérie” lembra, ainda, da infância de Larissa (nome real da cantora), no bairro Honório Gurgel, zona norte do Rio de Janeiro, até a projeção como funkeira nos bailes da Furacão 2000, quando o hit “Show das Poderosas” estourou, em 2013, e a posterior “virada” ao mundo pop.

Assista ao trailer:

LEIA MAIS: Noiva deixa o próprio casamento para assistir a show de Sandy

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuonline.com.br/aovivo e no www.aratuonline.com.br/lives. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.