Casa de Criadores: conheça o evento em que baianos brilharam

Fonte: Da Redação

Crédito da Foto: Divulgação

Reconhecida por revelar novos talentos da moda nacional, a Casa de Criadores é um evento que acontece semestralmente em São Paulo. Em sua última edição, realizada entre os dias 26 e 30 de novembro, a Casa apresentou vinte e cinco coleções em cinco dias de evento. A line-up (como se chama a lista de estilistas que irão desfilar) é sempre escolhida com cuidado, visando montar a experiência mais diversa possível.

Um destes estilistas, consagrado pela Casa de Criadores, é Isaac Silva. O baiano, que estudou em Salvador, iniciou sua carreira na moda na capital baiana e atualmente mora em São Paulo, onde mantém seu ateliê.

No evento, do qual participa há oito edições, Isaac não só desfila suas coleções, como faz questão de levar para a passarela sua baianidade. Nesta edição, o estilista apresentou um agradecimento às Yabás Orixás Femininas, convocando Nãnã Bukuru, Oyá-Yansã, Iemanká e Oxum para o desfile.

O estilista baiano faz questão de apresentar a moda afro brasileira em seus desfiles, o que, segundo ele, é uma maneira de contribuir para acabar com o preconceito racial no brasil. “Sempre levo a Bahia para as minhas coleções porque eu só falo de temas dos quais eu conheço. Procuro falar de raízes, de lugares onde eu vivi, onde eu comi, bebi, onde eu orei e onde fui feliz. E a Bahia é um lugar onde eu fui e sou muito feliz. Tenho orgulho de ter nascido baiano, de ter morado em Salvador. Orgulho das nossas crenças e da nossa ancestralidade, e tento mostrar tudo isso através da moda, que é a minha arte”, conta Isaac.

Um evento destas proporções necessita de uma grande estrutura para acontecer, e a Bahia também esteve muito bem representada nos bakstages. Uma universidade de Salvador selecionou três estudantes de design de moda e viabilizou um estágio dentro da Casa de Criadores para o trio, que pôde vivenciar toda a correria que acontece por trás de um desfile.

Alexandre Reis, Camila Barreto e Ricardo Andrade passaram pela experiência de auxiliar estilistas, stylists e modelos durante a arrumação para os desfiles. “Estar em contato com todas estas pessoas é completamente diferente de estar assistindo e deduzindo o que acontece por trás de um evento como a Casa. Saber quem criou, quem costurou, quem passou a roupa e os imprevistos que acontecem é muito importante para um estudante de moda”, conta Camila. Ricardo, inclusive, acredita que todos os alunos deveriam passar por esta experiência. “Aplicar toda a teoria é muito interessante, estar dentro do âmbito da moda em todas as suas vertentes, desde a produção até o relacionamento com os modelos realmente agrega bastante”, conta Alexandre.

Veja fotos do desfile:

          Foto: Zé Takahashi / Fotosite

            Foto: Zé Takahashi / Fotosite

              Foto: Zé Takahashi / Fotosite

            Foto: Zé Takahashi / Fotosite

            Foto: Zé Takahashi / Fotosite

           Foto: Zé Takahashi / Fotosite

Alunos de design de moda. Foto: Divulgação

LEIA MAIS: Bruna Marquezine nega reaproximação com Neymar: “Tudo mentira”

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuonline.com.br/aovivo e no www.aratuonline.com.br/lives. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.