Casa do Rio Vermelho tem funcionamento normal no São João

Fonte: Da redação

Quem estiver em Salvador durante o São João pode aproveitar, além dos festejos em homenagem ao santo, para conhecer ou revisitar a Casa do Rio Vermelho. O memorial instalado na famosa residência dos escritores Jorge Amado e Zélia Gattai na Rua Alagoinhas, 33, no bairro boêmio da capital baiana, vai funcionar diariamente de terça a domingo, das 10h às 17h. Os ingressos custam R$20 (inteira) e R$10 a meia para estudantes e pessoas a partir de 60 anos.

De acordo com a coordenadora-geral do memorial, Juciara Melo, mais de seis mil pessoas já visitaram o espaço desde a inauguração, em novembro do ano passado. Os objetos e o clima da rotina do famoso casal de escritores têm atraído diversos soteropolitanos e turistas de diversas cidades e países, a exemplo da Alemanha, Espanha, Estados Unidos e os da América Latina.

As crianças, por exemplo, já elegeram a Lagoa dos Sapos como o ambiente preferido, onde ouvem a história O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá, uma das obras infantis de Jorge Amado. A Casa do Rio Vermelho também recebe grupos de visitantes às terças e quartas-feiras, e o agendamento pode ser feito através do telefone (71) 3333-1919.

Iniciativa – Depois de dez anos fechado, o imóvel onde abriga hoje a Casa do Rio Vermelho foi totalmente reformado pela Prefeitura de Salvador, com investimento de R$6 milhões. A intervenção contou com o apoio da Fundação Casa de Jorge Amado, localizada no Centro Histórico, e da família do casal que encarna e simboliza mundo afora a cultura baiana e o espírito libertário do povo da boa terra.

São mais de mil metros quadrados, incluindo o jardim onde as cinzas de Jorge e Zélia foram depositadas. A casa foi dividida em vários espaços, mantendo sempre as características originais, o rico acerto e documentos importantes, como cartas trocadas com personalidades nacionais e internacionais. No local, os visitantes podem conferir objetos pessoais e depoimentos em vídeo de personalidades, amigos e familiares do casal que frequentaram o imóvel.