Caso Geovane: Ministério Público denuncia 11 policiais envolvidos na morte do jovem

Fonte: da redação

Crédito da Foto: Reprodução

O Ministério Público da Bahia divulgou nesta sexta-feira (17), que onze policiais militares lotados nas Rondas Especiais (Rondesp) foram denunciados pelo assassinato de Geovane Mascarenhas de Santana, em 2 de agosto de 2014, em Salvador.

A denúncia, que teve por base o inquérito policial, foi encaminhada à Justiça nesta semana pela promotora de Justiça Isabel Adelaide Moura.

O órgão vai apresentar detalhes do caso em entrevista coletiva às 15h, na sala de sessões da sede do Ministério Público do Estado da Bahia com a participação de membros do Ministério Público, da Secretaria de Segurança Pública (SSP), da Polícia Civil e da Polícia Militar.

O caso
Geovane Mascarenhas de Santana, de 22 anos, desapareceu no dia 2 de agosto de 2014, após uma abordagem policial na Cidade Baixa, em Salvador. O corpo do jovem foi localizado decapitado, sem as mãos e parcialmente carbonizado, no Parque São Bartolomeu. Uma cabeça carbonizada e mãos foram localizadas nas proximidades do local onde o corpo havia sido deixado, no dia 4 de agosto, e a identificação foi feita por meio de impressões digitais.