NEW HIT: Justiça reduz pena de oito integrantes do grupo em caso de estupro coletivo

Fonte: Da redação

NEW HIT: Justiça mantém condenação de oito integrantes do grupo em caso de estupro coletivo

Crédito da Foto: Reprodução

Após julgamento que aconteceu no início da tarde desta terça-feira (29/8), no Tribunal de Justiça do Estado (TJ-BA), foi dada a sentença sobre o “caso New Hit”, integrantes da ex-banda de pagode acusados de estupro coletivo há quase cinco anos.

O TJ entendeu que oito dos dez acusados são culpados e devem responder ao crime durante 10 anos de prisão. No entanto, um ex-componente e o ex-segurança foram absolvidos, após os desembarcadores alegarem que houve contradição no depoimento das vítimas.

LEIA MAIS: MAIS UM CAPÍTULO: Novo julgamento do “Caso New Hit” é adiado a pedido de desembargadores

LEIA MAIS: CASO NEW HIT: Em dia de audiência, grupo de mulheres protesta em frente ao Tribunal de Justiça

RELEMBRE O CASO

Dez pessoas relacionadas à banda são acusadas pelo estupro coletivo de duas jovens depois de um show, no ano de 2012, na cidade de Ruy Barbosa, na Região da Chapada Diamantina. Em maio de 2015, todos os suspeitos foram condenados a 11 anos e oito meses de prisão. No entanto, os réus entraram com recursos e, desde então, aguardam o julgamento dos pedidos em liberdade.

LEIA MAIS: NEW HIT: Cinco anos após condenação por estupro, cantores continuam na ativa em bandas de pagode

CONFIRA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS DESTA TERÇA-FEIRA (29/8):

 

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos na página facebook.com/aratuonline e também pelo youtube.com/televisaoaratu.