Catador de recicláveis morto no Itaigara respondia a quatro processos criminais

Fonte: da Redação

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga a motivação do assassinato do reciclador Isaac de Jesus Santos, o “Malhado”, de 34 anos, que responde a quatro processos criminais e tem um mandado de prisão preventiva em aberto por furto qualificado, expedido pela comarca de Conceição do Jacuípe.

Isaac foi morto a tiros, na noite desta segunda-feira (23), na Rua Wanderley Pinho, na localidade da Polêmica, no Itaigara. O delegado Marcelo Sansão, da 1ª Delegacia de Homicídios (DH/Atlântico), disse que todas as medidas de polícia judiciária para identificar e localizar os autores do crime já foram adotadas.

De acordo com ele, Isaac responde a um processo, em Salvador, por roubo qualificado, com condenação de quatro anos e cinco meses. Em Conceição do Jacuípe, ele responde a dois processos por furto qualificado e um por furto simples.

A investigação do caso já apurou que no dia 17 de abril de 2013, Isaac teria assaltado uma mulher grávida, acompanhada de sua filha de cinco anos, no bairro da Pituba. A ação foi violenta, deixando a criança impossibilitada de andar por cinco dias, devido ao trauma sofrido na ação criminosa.