Chacina e atentado marcam fim de semana que registrou 15 homicídios na Grande Salvador

Fonte: Da redação

Um atentado e uma chacina estão entre os crimes que aumentaram as estatísticas de violência na Grande Salvador neste fim de semana. De acordo com o boletim divulgado pela Secretaria de Segurança Pública, das 00h de sábado (25) até 23h59 de domingo (26), 15 homicídios e outras 12 tentativas de morte, foram registradas em Salvador e na Região Metropolitana.

Apesar dos dados alarmantes, nos últimos dois fins de semana de julho os números não foram diferentes. No sábado e domingo anterior, as ocorrências mostram um número a menos de mortes. Foram 14 registros, somados a três tentativas.Já nos dias 11 e 12 de julho, mais 11 homicídios e três atentados contra a vida.

Na noite de sábado (25), o sargento da Polícia Militar, Osvaldo Costa Filho, 49 anos, e outros três homens estavam em um bar na localidade conhecida como Lagoa da Paixão, no bairro de Valéria, quando quatro homens se aproximaram com a intenção de executar Railander da Silva Conceição, 24 anos, filho do PM. Ele e Robson Alves Santos, 21, morreram no local. Além do PM, atingido no pescoço, Murilo dos Santos Santana também foi baleado. Ambos foram encaminhados para o Hospital do Subúrbio, mas não resistiram aos ferimentos. Na situação, uma criança de seis anos, de iniciais S.J.P.P, foi ferida na perna por um dos disparos.

Menos de 24h após o crime, um novo homicídio aconteceu na região, por volta das 16h do domingo (26). um homem, identificado como Edgar Lima Filho, foi morto após dois homens invadirem um bar atrás de um posto de gasolina localizado às margens da BA-528. A mulher dele, Edleuza Santos da Silva, 34 anos, também foi baleada ao tentar defender o marido.

No mesmo dia, um atentato no bairro de Portão, em Lauro de Freitas, Região Metropolitana de Salvado, resultou na morte de Samuel Pinheiro da Silva Filho, 27 anos. Ele chegou a ser conduzido para o Hospital Menandro de Farias, mas não resistiu.

A Central de Polícias (Centel) informou que homens encapuzados chegaram em um Gol prata e efetuaram os disparos contra pessoas que estavam em um bar. Além de Samuel, outras quatro vítimas foram confirmadas. L.V dos S, 15 anos, foi atingido na perna direita e Nicácio Santos Ferreira, 21, no pé esquerdo e perna direita. Ambos estão internados no Hospital do Subúrbio. Já J.V. da S. S, 14, alvejado não mão esquerda e tórax, e Janderson de Jesus Ferreira, 20, baleado na mão, braço e perna, foram encaminhados para o Hospital Geral do Estado (HGE).