CHUVAS: Moradores sofrem com a falta de infraestrutura em Santo Antônio de Jesus

Fonte: Cristina Pita, BA Cidades

CHUVAS: Moradores sofrem com a falta de infraestrutura em Santo Antônio de Jesus

Crédito da Foto: Reprodução

Do Ba Cidades, parceiro do Aratu Online

O período chuvoso persiste no recôncavo baiano. Em Santo Antônio de Jesus as chuvas já mostraram que a cidade continua com os mesmos problemas de antes. Ruas sem pavimentação, quando chove é lama para todo lado. E esse problema ainda é um obstáculo que a prefeitura não conseguiu resolver em sete meses de gestão.

Nesta sexta-feira (21), por exemplo, a operação tapa-buraco realizada pela prefeitura virou piada nas redes sociais. Isso porque no bairro do Cajueiro, entre o Sesc e o campus da Universidade Federal do Recôncavo Baiano (Ufrb), o material usado nos serviços foi brita, areia e cimento, o que leva perigo a quem trafega pela via. “Com a chuva ficou tudo espalhado pela estrada fazendo os carros e as motos derraparem”, lamentou um morador num grupo de WhastApp.

Nas redes sociais, logo de manhã cedo, moradores compartilharam várias fotos de alerta para quem trafegar pela via, além de mensagens pedindo atenção redobrada aos motoristas que transitam pela via, como estudantes. “Quem for transitar pela Ufrb e Sesc, os cuidados devem ser redobrados, tem muita areia e brita espalhadas na pista devido o tapa-buraco que a prefeitura fez”.

CHUVAS: Moradores sofrem com a falta de infraestrutura em Santo Antônio de Jesus

Entrada da Cidade via BR-101

O bairro do Amparo e a entrada da cidade para quem chega pela BR-101,também não foram poupadas. “Na entrada da cidade, logo cedo, a gente vê uma favela. Buraco e lama. Isso é uma vergonha para Santo Antônio de Jesus. O cartão postal da cidade”, disse Lobo Quizumba.

No bairro Irmã Dulce, conhecido por Mutum, moradores da Rua de Cima cansaram de  esperar por melhorias. Com medo de desabamento, eles se uniram e improvisaram uma contenção. Mesmo calçada, a rua apresenta inúmeros buracos que, com a chuva, se transformam em poças de lama. No centro da cidade não é diferente. No bairro do Andaiá, um dos mais populosos do centro, os moradores reclamam de uma obra de pavimentação inacabada na rua principal, iniciada na gestão passada e que ainda persiste.

Os mesmos problemas e as mesmas reclamações dos moradores podem ser vistas no Loteamento Grande Vale e na Joeirana, entre outros, que pedem atenção do poder público municipal. Em dias ensolarados sofrem com a poeira e em dias chuvosos são tomados pela lama, dificultando o acesso e a mobilidade dos moradores.

O OUTRO LADO

A secretária de Infraestrutura, Sônia Fontes, durante entrevista a Rádio Recôncavo, informou que a secretaria está executando serviços de manutenção das estradas rurais e em alguns bairros, e que outras melhorias para a cidade estão em planejamento.

LEIA MAIS: DESLEAL: Preso pai de santo que contratou quatro homens para assassinar concorrente na Bahia

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuonline.com.br/aovivo, na página facebook.com/aratuonline.