Cinco pessoas da mesma família têm suspeita de contaminação por Chikungunya na Praia Grande

Fonte: Da redação

Cinco pessoas de uma mesma família estão com suspeita de terem contraído a Febre Chikungunya no bairro de Praia Grande, no Subúrbio ferroviário de Salvador. A Secretaria Municipal de Saúde informou que uma equipe esteve na rua em que a família mora na última sexta-feira (23) pela manhã fazendo o chamado bloqueio do local, quando possíveis focos do mosquito transmissor da doença são eliminados.

Segundo a Secretaria, além das suspeitas da febre, um vizinho da família pode ter sido contaminado com Dengue. A Vigilância Sanitária também enviará uma equipe ao local para colher materiais que serão enviados para análise. O material coletado será enviado para um laboratório do Pará e o resultado que pode confirmar a suspeita da Chikungunya  tem um prazo de até três semanas para ser divulgado.

Em contato com a produção, uma das pessoas que têm a suspeita da contaminação na Praia Grande informou acreditar que mais vizinhos estejam infectados. Ele chegou a mencionar um número de 20 pessoas que estariam apresentando os sintomas, mas a informação não foi confirmada pela secretaria.

Em 2015, a Secretaria já contabilizou dois casos suspeitos de Febre Chikungunya  e três de Dengue, sendo que em nenhuma das hipóteses  ficou confirmada a presença da doença. Em 2014, o município de Salvador registrou 7.224 casos suspeitos de dengue, com 631 confirmações. Enquanto isso, das 80 notificações suspeitas de chikungunya, apenas três obtiveram resposta positiva aos testes.