CONFESSOU O CRIME: PM investigado por assalto se apresenta e diz que estava sob efeito de drogas

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: Sul Bahia News

O cabo da Polícia Militar suspeito de ter praticado roubo em uma fazenda no último sábado (28/1) em Teixeira de Freitas se apresentou na delegacia do município na manhã desta terça-feira (31/1). O PM chegou acompanhado de um advogado, foi ouvido pelo delegado local e em seguida liberado porque não houve flagrante.

Segundo um agente da Coordenadoria de Polícia Civil (Coorpin), o cabo, que não teve o nome divulgado, confessou o crime, mas disse estar sob efeito de álcool e drogas quando cometeu o assalto. O PM disse ainda que não sabe quem era a outra pessoa que estava com ele, que não lembra direito como tudo ocorreu naquele dia.

LEIA MAIS: JOGANDO CONTRA: Policial Militar é descoberto roubando fazenda no Sul da Bahia

Na ocasião, uma família inteira, incluindo uma criança de 12 anos, foi feita refém pela quadrilha . Ao perceberem uma movimentação estranha, os suspeitos fugiram pelo mato e abandonaram no local um carro, modelo uno.

O veículo, de acordo com a assessoria da PM, está registrado no nome do militar. As vítimas teriam reconhecido o policial como um dos autores do crime pela sua identidade funcional, encontrada no interior do veículo.

Além do policial, algumas testemunhas já foram ouvidas pela delegada Valéria Chaves e o inquérito que investiga o crime deve ser encerrado nos próximos dias. Até lá, o policial pode ter a prisão decretada.

LEIA MAIS: SEJA UM DOADOR: Hemoba intensifica coleta para atender demanda do Carnaval

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos na página facebook.com/aratuonline e também peloyoutube.com/portalaratuonline.