Criança de oito anos acusa professora de agressão no município de Iuiú

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: Reprodução TV Aratu

Uma criança ficou ferida após se envolver em uma briga com um colega no Centro Educacional Paulo Freire, no município de Iuiú, localizado a 715 quilômetros de Salvador, na manhã da última terça-feira (21). A situação seria rotineira se W.O.G, oito anos, não tivesse acusado a professora de agredi-lo enquanto tentava acabar com a confusão. De acordo com o menino, ele foi empurrado por Lucinéia Costa Gomes, se chocou contra uma pilastra, o que acabou provocando um grande ferimento no seu olho direito.

A professora foi ouvida pelos conselheiros tutelares do município e informou que só gritou em direção aos dois alunos, com a intenção de que eles interrompessem a briga, motivada pela disputa de ambos por uma bola. Agora, as autoridades aguardam a presença da outra criança, que mora na zona rural do município, para que possam concluir o relatório e enviá-lo ao Ministério Público do Estado.

W.O.G foi encaminhado para o Hospital Regional de Guanambi, onde segue internado. Ele passou por uma avaliação médica, tomografia, e a depender do resultado, pode ser submetido a uma drenagem no olho. Ele é criado por sua avó, já que a mãe reside no estado de Minas Gerais. Ela já foi informada da situação e está se dirigindo para Iuiú.

De acordo com a diretora da instituição, Josefina Pereira Farias, a criança estuda no período da tarde, mas estava no colégio pela manhã para participar de atividades relacionadas ao programa Mais Educação, do qual Lucinéia faz parte. Ainda de acordo com Farias, a docente leciona no município há mais de 15 anos.