Dançarino da ‘Guettho é Guettho’ teria sido alvo de traficantes. Quadro é grave; Chiclete, vocalista, chorou ao saber do amigo; Ouça

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: Acervo pessoal

Baleado na noite da última terça-feira (22/6), o dançarino e backing vocal da banda de pagode ‘Guettho é Guettho’,  Marcos Vinícius Santos de Jesus, está internado em estado grave, segundo informações médicas do Hospital do Subúrbio, onde ele está internado.

Marcos Vinícius tem 32 anos e é conhecido como Nego Pom. Ele foi baleado na Rua Nova Constituinte, em Periperi. Segundo informações de amigos teria ido ao bairro fechar um contato de show para a banda Hit House, da qual é produtor.

LEIA MAIS: Dançarino da banda Guetto é Guetto é espancado e baleado em Periperi e está em estado grave; Artistas comentam caso

Há duas versões sobre o caso. Ambas estão sendo investigadas pela polícia. Na primeira, dizem,  teria errado a rua e entrado em uma de facção rival. Ao perguntar sobre as pessoas que estaria procurando despertou a ir a dos traficantes sendo recebido a tiros. Em outra versão, Nego Pom teria cobrado dinheiro de um show que teria realizado no passado. Os negociadores não gostaram e atingiram o dançarino.

Nego Pom foi baleado na cabeça, um tórax, barriga e com dois tiros no braço. A mulher do músico, Larissa Santiago, está no Hospital do Subúrbio acompanhando a situação do marido. Eles têm um filho de 7 anos.

O vocalista da banda, Chiclete Ferreira, usou as redes sociais para pedir uma corrente de oração ao amigo. Em um áudio de whatts app o músico chora desolado ao saber da notícia. Ouça:

Veja imagens do danaçarino no programa Universo Axé: